Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Suele Manjourany Silva Duro

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efeito da covid-longa na utilização dos serviços de saúde no sul do brasil
  • Em março de 2020 a pandemia de COVID-19 chegou ao Brasil e rapidamente se disseminou. Atualmente com quase 600.000 mortos e 21 milhões de casos confirmados, ainda não se sabe ao certo o impacto dessa doença na saúde daqueles que se contaminaram. Pesquisa realizada em uma parceria entre Universidade Federal do Rio Grande e Universidade Federal de Pelotas observou que cerca de 30% dos infectados buscaram serviço de saúde pela não melhora nos sintomas da COVID-19 e que entre 12 e 20 semanas após a infecção, 50% continua com algum sintoma residual, chamado de COVID-longa, sendo os mais frequentes fadiga, problemas de memória e atenção, alterações no olfato e paladar e dores musculoesqueléticas. Além dessas consequências, tem-se evidências de complicações nos pulmões, rins e agravamento de doenças preexistentes, como diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica. Tais problemas podem levar a uma diminuição da qualidade de vida dessas pessoas e a um aumento na procura por serviços de saúde, sendo necessária uma maior capacitação dos profissionais e organização dos serviços para o enfrentamento destas consequências. Diante desse cenário, com intuito de obter informações que possam contribuir para a estruturação do sistema de saúde para atender a essa demanda, o presente estudo pretende responder a três perguntas: 1) Quais características da infecção pela COVID-19 são determinantes da COVID-longa? 2) Qual itinerário terapêutico das pessoas com o problema? 3) Qual a demanda de utilização de serviços de saúde pós infecção pela COVID-19? Para tanto, será realizado estudo transversal aninhado à pesquisa longitudinal SulCovid, por meio de coleta de dados domiciliares com três grupos de comparação distintos: dois grupos de pessoas que tiveram COVID-19, com e sem COVID-longa, e um terceiro grupo de pessoas que não tiveram diagnóstico de COVID-19. Destaca-se que aqueles sem COVID-19 serão identificados exclusivamente para este estudo dentre os vizinhos dos outros dois grupos
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 11/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Sueli Angelo Furlan

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • vulnerabilidade socioambiental na zona costeira maranhense: usos múltiplos, serviços ecossistêmicos e alterações climáticas.
  • Pretende-se investigar a temática da "vulnerabilidade socioambiental nas zonas costeiras do estado do Maranhão", articulando um enfoque específico para as relações de usos dos litorais, serviços ecossistêmicos e alterações climáticas. O tema vulnerabilidade socioambiental, no cenário mundial, vem sendo muito enfatizado e o nosso interesse recai sobre as características da dinâmica dos sistemas costeiros quanto a aspectos do meio físico e das populações que dependem da qualidade dos ecossistemas nos litorais Maranhenses. Interessa-nos também compreender os territórios protegidos, mais especificamente os impactos dos principais drives que atuam nos diferentes setores da zona costeira e a vulnerabilização das populações locais face às tendências climáticas. Os objetivos gerais são: analisar a vulnerabilidade socioambiental na zona costeira do estado do Maranhão, identificando múltiplos usos, serviços ecossistêmicos e impactos das mudanças climáticas no processo de vulnerabilização socioambiental; desenvolver metodologia de mapeamento que garanta a construção de banco de dados geográficos de serviços ecossistêmicos para subsidiar a tomada de decisão. São dois grandes estudos que se articulam: 1. Estudo da vulnerabilidade socioambiental; 2. Estudo dos serviços ecossistêmicos. A análise do grau de vulnerabilidade da zona costeira do Maranhão será obtida por meio dos índices de Vulnerabilidade Socioambiental (IVSA) e Índice de Vulnerabilidade às Mudanças Climáticas (IVMC). A análise dos serviços ecossistêmicos se baseará numa metodologia que consiste em: elaboração de um inventário inicial dos possíveis serviços ecossistêmicos associados a paisagem (MEA, 2003); revisão bibliográfica sistemática dos estudos sobre SE em zonas costeiras amazônicas e semiáridas do Maranhão; consulta a especialistas e oficinas participativas. Os estudos serão articulados por geotecnologias de mapeamento das medidas de vulnerabilidade baseadas na seleção de variáveis que melhor retratam a área.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sueli Fumie Yamada Ogatta

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento de testes diagnóstico para o enfrentamento da covid-19: estratégias de diferenciação de outras síndromes respiratórias agudas graves aplicadas ao sus
  • COVID-19 é uma síndrome respiratória aguda grave (SRAG) potencialmente fatal causada pelo vírus envelopado de RNA fita simples SARS-CoV-2 (Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2) que apresenta altas taxas de transmissão e infecção. Devido esta característica, se disseminou rapidamente para muitos países e foi declarada como pandemia em março de 2020 pela Organização Mundial da Saúde. O sucesso na contenção da disseminação da COVID-19 em alguns países tem sido relacionado, além do isolamento social, ao elevado número de testes realizados para detecção de SARS-CoV-2 na população. De fato, para o controle das doenças infecciosas, o diagnóstico do agente etiológico é crucial para o estabelecimento de um tratamento adequado e assim evitar complicações ao paciente; bem como, de medidas eficientes de controle da transmissão do agente. Neste cenário, um dos desafios atuais da comunidade científica é a busca por diagnósticos rápidos e específicos para SARS-CoV-2. Assim, este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de metodologias inovadoras de baixo custo para diagnóstico de COVID-19 baseadas em diferentes estratégias: a) desenvolvimento de dispositivos para diagnóstico point of care baseados na tecnologia de impressão molecular de polímeros biomiméticos. Nesta metodologia, materiais poliméricos realizam o reconhecimento específico por formarem cavidades que são complementares em tamanho e forma ao agente infeccioso e mimetizam o sistema de reconhecimento biológico baseado em afinidade, como o que ocorre no sistema antígeno/anticorpo. Dois dispositivos serão padronizados cujo reconhecimento dessa interação será detectado por reações eletroquímicas (sensores) e colorimétricas visíveis a olho nu (fluxo lateral); b) desenvolvimento de multiplex em tempo real para diagnóstico diferencial de SARS-CoV-2 e outros agentes virais causadores de SRAGs. Em contraste aos métodos disponíveis baseados em amplificação de ácidos nucleicos que utilizam sondas de hidrólise, a especificidade do método proposto será obtida a partir de uma curva de melting dos amplicons gerados; esta estratégia diminui os custos associados ao teste; c) desenvolvimento de um kit para diagnóstico imunológico baseado em imunoabsorção enzimática (Antigen down ELISA) utilizando anticorpos IgY. Os anticorpos IgY são facilmente produzidos em galinhas poedeiras e obtidos a partir dos ovos em grande quantidade, comparado aos obtidos em mamíferos. Esses anticorpos, além de serem utilizados em testes de diagnóstico, podem ser estudados quanto a sua aplicação na imunoprofilaxia da COVID-19. A equipe desta proposta é multidisciplinar, envolvendo pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Maringá, Instituto Carlos Chagas/FIOCRUZ, Instituto de Biologia Molecular do Paraná e Universidade de São Paulo que dominam as técnicas que serão utilizadas no seu desenvolvimento. Além disso, conta com profissionais da saúde de Hospitais (HU-UEL e Evangélico) e Instituto Inspirar (especializado em atendimento a doenças respiratórias) para auxiliar na validação e análise de performance dos métodos. A combinação das atividades desta proposta pode estar associada a várias vantagens como: geração e disseminação do conhecimento científico; desenvolvimento de produtos inovadores de forma econômica e sustentável para o enfrentamento de surtos, endemias, epidemias e pandemias; acesso à população atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS); diminuição dos custos de assistência à saúde; e principalmente um prognóstico melhor para os pacientes acometidos por estas enfermidades. Do ponto de vista tecnológico, e devido às características dos produtos gerados podem ser mais acessíveis e, dessa forma, mais competitivos com os produtos já existentes. Assim, diversas empresas nacionais e multinacionais que atuam em inovação, desenvolvimento e aplicação de diferentes materiais e/ou processos, serão beneficiadas com o desenvolvimento do estudo e poderão ser tornar parceiras.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Suely Kazue Nagahashi Marie

Ciências da Saúde

Medicina
  • biomarcadores cinculantes em biópsia líquida para diagnóstico precoce e prognóstico de glioblastoma e adenocarcinoma pancreático
  • O diagnóstico precoce em câncer tem impacto direto no prognóstico. Métodos não invasivos são necessários para aumentar a eficácia de detecção e monitoramento da progressão de tumores. Modalidades de imagem e biópsias utilizadas para esta finalidade apresentam limitações inerentes, que poderão ser sanadas pela análise e caracterização das microvesículas (MV) circulantes. MV são secretadas pelas células e contém marcadores que identificam a sua origem, podendo, portanto, ser potenciais biomarcadores de malignidade. MV atravessam a barreira hematoencefálica, o que permite monitoração também em tumores cerebrais. Descreveu-se maior concentração de MV circulantes em pacientes com GBM do que em controles e associam-se elementos específicos de MV com tipos tumorais. No presente estudo, propõe-se agregar expertises de pesquisadores de 3 instituições para realizar uma caracterização integrada de MV isoladas do sangue de pacientes com glioblastoma (GBM) e adenocarcinoma ductal pancreático (ADP), dois tumores altamente malignos com sobrevida menor que 2 anos. Características morfológicas e bioquímicas serão estudadas na UNIFESP, perfil proteômico no ICB-USP e perfis de mRNA e microRNA por sequenciamento em larga escala na FMUSP para responder se MV podem ser biomarcadores na detecção de recorrência em GBM e diagnóstico diferencial entre diabetes mellitus de início recente secundário a ADP. A análise será feita em amostras de biorrepositórios com caracterização clínica completa e em amostras sequenciais coletadas prospectivamente ao longo da evolução tumoral. Espera-se que os resultados uma vez validados em coorte expandida e em modelo tumoral in vitro com cultura primária de células tumorais permitam diagnóstico precoce e tratamentos personalizados em ambos tumores. A otimização do isolamento de MV com metodologias alternativas e a identificação de marcadores específicos de MV permitirão solicitação de registro de patentes.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sukarno Olavo Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • feira de ciências: um ambiente de cultura científica e ensino-aprendizagem para a educação básica – 2ª edição
  • As expansões das redes federais de educação profissional e tecnológica, juntamente com os investimentos nas Universidades Federais na região da Zona da Mata Mineira, tornam a educação gratuita e de qualidade acessível aos jovens de diferentes setores sociais. Programas de pós-graduação, capacitação e a inclusão de jovens estudantes em programas de extensão e atividades culturais promovidos pelas Intuições Federais fornecem a oportunidade de estar em um ambiente de saberes diversos e cultura científica. Nesse contexto, a presente proposta de uma feira de ciências, promovida pelo Departamento de Física da Universidade Federal de Viçosa - UFV, tem como objetivo incorporar jovens estudantes nos processos de desenvolvimento educacional, estreitar as relações técnico-científicas entre as instituições de ensino básico, técnico e superior e estimular a procura pelas carreiras científicas. A Feira de Ciências será uma oportunidade para aproximar as escolas e a comunidade da Universidade, divulgar espaços de ensino abertos aos profissionais da educação e reativar programas de capacitação profissional. As atividades relacionadas ao evento também atuarão na conscientização em termos da representatividade das mulheres na ciência em diferentes áreas do conhecimento e a sua importância. Espera-se difundir os cursos de Ciências Exatas entre os jovens estudantes e incentivar a procura por tais cursos. Deseja-se contribuir para o conhecimento e o desenvolvimento da interdisciplinaridade existente no âmbito das atividades que envolvem a educação e despertar o interesse pela ciência no ambiente escolar.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 03/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Sukarno Olavo Ferreira

Ciências Humanas

Filosofia
  • feira de ciências: um ambiente de cultura científica e ensino - aprendizagem para a educação básica
  • As expansões das redes federais de educação profissional e tecnológica, juntamente com os investimentos nas Universidades Federais na região da Zona da Mata Mineira, tornam a educação gratuita e de qualidade acessível aos jovens de diferentes setores sociais. Programas de pós-graduação, capacitação e a inclusão de jovens estudantes em programas de extensão e atividades culturais promovidos pelas Intuições Federais fornecem a oportunidade de estar em um ambiente de saberes diversos e cultura científica. Nesse contexto, a presente proposta de uma feira de ciências, promovida pelo Departamento de Física da Universidade Federal de Viçosa - UFV, tem como objetivo incorporar jovens estudantes nos processos de desenvolvimento educacional, estreitar as relações técnico-científicas entre as instituições de ensino básico, técnico e superior e estimular a procura pelas carreiras científicas. A Feira de Ciências será uma oportunidade para aproximar as escolas e a comunidade da Universidade, divulgar espaços de ensino abertos aos profissionais da educação e reativar programas de capacitação profissional. As atividades relacionadas ao evento também atuarão na conscientização em termos da representatividade das mulheres na ciência em diferentes áreas do conhecimento e a sua importância. Espera-se difundir os cursos de Ciências Exatas entre os jovens estudantes e incentivar a procura por tais cursos. Deseja-se contribuir para o conhecimento e o desenvolvimento da interdisciplinaridade existente no âmbito das atividades que envolvem a educação e despertar o interesse pela ciência no ambiente escolar.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 29/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Suliani Rover

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • fusões & aquisições: análise das companhias de capital aberto de países desenvolvidos e emergentes
  • Operações de Fusões e Aquisições (F&A) internacionais têm se mostrado cada vez mais ativas como uma estratégia de entrada em mercados estrangeiros, principalmente para países emergentes (Khan et al., 2021), em busca de sinergia, retornos econômicos, financeiros e estratégicos. Contudo, a literatura apresenta divergências quantos aos impactos das F&A no retorno anormal das empresas, sugerindo uma assimetria entre o motivo das aquisições e a percepção dos investidores dependendo do setor ou mercado desenvolvido e emergente. Diante do exposto, o estudo tem por objetivo analisar a relação entre F&A e o desempenho, econômico-financeiro, socioambiental e de mercado, das companhias de capital aberto de países desenvolvidos e emergentes que compõem o G20. Para atingir o objetivo geral, têm-se os seguintes objetivos específicos: 1) Identificar a relação entre o desempenho econômico-financeiro das empresas e as operações de F&A; 2) Analisar as modificações nos indicadores socioambientais após a F&A; 3) Verificar a reação do mercado acionário após o anúncio da F&A; e 4) Avaliar os possíveis comportamentos distintos entre as operações de F&A, segregadas em Combinações de Negócios, nas companhias abertas de países desenvolvidos e emergentes. Para isso, serão analisadas companhias não financeiras de capital aberto que negociam suas ações em países desenvolvidos (Alemanha, Austrália, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão, Reino Unido, Rússia, União Europeia) e emergentes (África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Brasil, China, Índia, Indonésia, México, Peru), por meio dos dados disponíveis na Refinitiv, de 2010 a 2022. Para o desempenho, será analisado tanto o retorno anormal acumulado das F&A (MacKinlay, 1997), bem como o Retorno sobre o Ativo (ROA), geração de fluxos de caixas operacionais e indicadores socioambientais. Na análise quantitativa, serão estimados modelos de regressão por dados em painel, regressão multinível (HLM) e estudo de eventos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 11/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Sumaya Ferreira Guedes

Outra

Multidisciplinar
  • feira de ciências do clube de ciências decolar e núcleo de extensão naipce
  • É através das feiras de ciências que os alunos reconhecem o método científico e utilizam a curiosidade e criatividade para criar e desenvolver pesquisas investigativas. Nesse sentido, a proposta tem como objetivo propor a segunda edição da Feira de Ciências do Clube de Ciências Decolar e Núcleo de Extensão NAIPCE que será realizado no mês de novembro de 2022. O projeto tem como proponente o núcleo NAIPCE da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e o Clube de Ciências Decolar da Escola Estadual José Aparecido Ribeiro. A feira será realizada com abrangência municipal em Nova Mutum, município localizado no estado de Mato Grosso, região Centro-Oeste do Brasil. A cidade possui índice de Ideb inferior a 6,0, e dessa forma o fomento da feira de ciências com oportunidade de bolsas de iniciação cientifica aos alunos e professores orientadores dos trabalhos destaques pode favorecer a compreensão sobre a importância da pesquisa investigativa nas escolas. Na proposta são apresentadas ações de formação para os professores orientadores e para os alunos com certificação da PROEC-UNEMAT.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Susan Martins Pereira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • efeito da vacinação e revacinação por bcg na ocorrência e gravidade da covid-19 no brasil.
  • Trata-se de um estudo multicêntrico com o objetivo de avaliar a efetividade da vacinação e revacinação por BCG na ocorrência e gravidade da COVID-19 no Brasil. 1) Estimar a associação entre a gravidade da COVID-19 de acordo com diferentes status vacinal (Estudo 1). 2) Estimar e comparar a ocorrência e gravidade por COVID-19 entre vacinados (BCG neonatal) e revacinados (BCG neonatal e BCG na idade escolar) utilizando-se da população do REVAC-BCG (Estudo 2). 3) Avaliar a resposta de imunidade treinada, humoral e protetora da vacina BCG em pacientes hospitalizados com COVID-19 com e sem cicatriz vacinal (Estudo 3). Este projeto será desenvolvido a partir de três estudos complementares: Estudo de caso-controle, não pareado realizado com casos e controles residentes nos municípios de Salvador, Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Os casos serão indivíduos hospitalizados com diagnóstico confirmado de COVID-19 que apresentaram a forma grave ou óbito por COVID-19 e os controles, indivíduos com diagnóstico confirmado de COVID-19 e que não apresentaram os sinais e sintomas de gravidade da doença. A vacinação por BCG será a exposição. O segundo estudo será uma re-análise do ensaio comunitário REVAC-BCG, realizada a partir da base de dados referente ao ensaio comunitário que avaliou a eficácia da segunda dose da vacina BCG contra tuberculose e hanseníase, em Salvador e Manaus. Os casos e óbitos da COVID-19 ocorridos nentas duas cidades serão identificados no Sistema de Informação SIVEP GRIPE e no Sistema de Informação sobre Mortalidade, e serão vinculados a base de dados do REVAC-BCG para análise da associação entre os diferentes status de vacinação por BCG e os desfechos (casos e óbitos) pela COVID-19. No terceiro estudo pretende-se avaliar a resposta de imunidade treinada, humoral e protetora da vacina BCG em pacientes diagnosticados com COVID-19. Espera-se contribuir para o conhecimento da efetividade da vacinação e revacinação por BCG na ocorrência e na redução da gravidade da COVID-19 em nosso país.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Susana de Araujo Gastal

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • turismo e gastronomia: diálogos rural-urbano em cidades pequenas e médias no brasil e méxico
  • O projeto propõe criar ambiente de reflexão, a partir da gastronomia, acerca da questão urbana-rural envolvendo cidades pequenas e médias, que se coloquem como destinos turismo, no Brasil (Gramado e Nova Petrópolis, ambas do RS) e no México (Oaxaca e Malinalco, ambas no centro do país). Consideram-se localidades onde a gastronomia é item importante para atratividade turística, confrontado os aspectos: (a) desenvolvimento da atividade turística no contexto atual, em suas múltiplas relações e representações no urbano; (b) reorganização do rural na contemporaneidade, envolvendo as cidades nele inseridas, agora marcado por pluriatividades, o que inclui a gastronomia e o turismo, e não apenas atividades agropecuárias. Questiona-se, no âmbito da pesquisa, para melhor compreensão das localidades arroladas, as relações locais entre o turismo e hospitalidade, em união nem sempre harmônica: quais as especificidades dos processos e possíveis forças em conflito na dialética local (heranças culturais) versus global (industrialização, mundialização da distribuição de alimentos). Considera-se, a priori, como propõe Graziano da Silva desde de seus estudos introdutórios em 1997, que na atualidade a expansão do urbano perpassa o rural, mas que, sobre muitos aspectos, as cidades médias e pequenas ainda se apresentam ruralizadas. Thomé (2018, 2019, 2020, 2021a, 2021b), César (2019, 2020a, 2020b) e Gastal/Beber (2000, 2019, 2014) tem pesquisado tais aportes mostrando, entre outros, que a revolução verde, a industrialização dos alimentos, a tecnologização da produção agrícola, a enorme presença midiática da gastronomia, e o turismo como nova demanda associada à economia criativa, afetam o espaço rural assim como ocasionam impactos sobre o urbano. Caberia questionar, agora, como os cenários descritos pelos autores podem afetar esse(s) cenário(s) em presença da pandemia Covid19.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Susana Margarida Gomes Moreira

Ciências Biológicas

Genética
  • avaliação do risco versus benefício do uso de polissacarídeos sulfatados de algas marinhas verdes na medicina regenerativa
  • Os polissacarídeos sulfatados (PSs) derivados de algas marinhas se têm mostrado excelente compostos bioativos com numerosas atividades biológicas benéficas como anticoagulantes, anticâncer, anti-inflamatórias, antioxidantes, antibacterianas, etc. Em estudos anteriores mostramos o efeito dos PSs de algas verdes do gênero Caulerpa na diferenciação osteogênica e anti-adipogênica em células-tronco, indicando que estes podem ter aplicação no desenvolvimento de terapias alternativas para tratamento de obesidade e patologias relacionadas a perdas de massa óssea, dois dos problemas de saúde mundial mais prevalentes. Adicionalmente, mostramos que diferentes frações obtidas de um extrato apresentam diferentes atividades, confirmando que a heterogeneidade dos PSs de algas verdes pode ser explorada para diferentes aplicações. Assim, propomos estudar o potencial osteogênico e anti-adipogênico, bem como o mecanismo de ação, de PSs das espécies C. cupressoides, C. sertulariodes, C. racemosa usando como modelos células-tronco estromais e células progenitoras de osteoblastos e adipócitos. Para isso, serão realizados ensaios de diferenciação avaliando marcadores osteogênicos (atividade da fosfatase alcalina, mineralização da matriz extracelular), adipogênicos e lipogênicos, incluindo expressão de genes envolvidos nos processos de diferenciação celular. Tendo em vista as possíveis aplicações desses PSs, o risco será avaliado por meio de ensaios de genotoxicidade como: testes de reversão bacteriana, cometa e micronúcleo em células de mamíferos. Também será avaliado o efeito das amostras na senescência das células tronco por quantificação de expressão de genes marcadores. Assim, a análise do benefício (atividades e modo de ação) e do risco (ensaios de genotoxicidade e avaliação da senescência) trazem inovação à esta proposta, além de ser um requisito das agências regulamentadoras para a translação dos PSs para aplicações biomédicas ou clínicas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana de Oliveira Mangueira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • validação do diagnóstico de enfermagem resiliência prejudicada no contexto da oncologia
  • Na perspectiva psicossocial, a palavra resiliência traduz a capacidade de um indivíduo em responder de forma mais sólida a situações que envolvam dificuldades e desafios, bem como a capacidade de recuperar-se frente a diversas ocasiões desfavoráveis, de modo positivo e otimista, com equilíbrio e autoconfiança, seja de forma individual ou em grupo. Na área da oncologia, o conceito de resiliência torna-se ainda mais relevante, visto que o câncer é uma doença crônica e degenerativa, que atinge milhões de pessoas pelo mundo e é considerado um problema de saúde pública. O câncer é um processo com diversos significados, tanto para o paciente e sua família, quanto para os profissionais de saúde. Estes significados se misturam em emoções e incertezas, as quais o paciente vivencia desde o momento do diagnóstico e durante todo o tratamento, que requer uma assistência de enfermagem sistematizada e especializada. Em sua maioria, esses sentimentos estão relacionados a questões negativas, como o pessimismo, medo, angústia, vergonha e a sensação de morte iminente. Assim, esse estudo tem como questão de pesquisa: Qual a validade do diagnóstico de Enfermagem Resiliência Prejudicada no contexto da oncologia? E como objetivo geral validar o diagnóstico de enfermagem Resiliência Prejudicada no contexto da oncologia. Trata-se de um estudo metodológico a ser desenvolvido em três etapas. A primeira será a construção de uma Teoria de Médio Alcance, fundamentada no Modelo da Adaptação de Roy. A segunda etapa será a validação de conteúdo do diagnóstico por juízes e a terceira etapa, validação clínica, consistirá num estudo transversal para análise da acurácia dos fatores etiológicos e indicadores clínicos do referido diagnóstico. Espera-se que os resultados possam aumentar o nível de evidência do diagnóstico na Taxonomia da NANDA Internacional e, por consequência, facilitar a sua identificação na prática clínica.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Suzana Maria Ratusznei

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • produção de hidrogênio e metano pelo tratamento de melaço de soja em condições mesofílica e termofílica
  • A soja tem alcance global devido a sua alta relevância na indústria de alimentos e biocombustíveis, e sua produção tem aumentado nos últimos anos. Com isso, observa-se um crescimento na geração de subprodutos, dentre os quais destacam se o melaço de soja, gerado na produção de proteínas concentradas de soja, e a okara, gerada durante a produção de leite de soja, os quais têm ganhado notoriedade devido à sua composição rica em carboidratos e fibras, respectivamente. O descarte inadequado desses subprodutos pode causar diversos problemas ambientais. Uma estratégia para evitar esse cenário seria a digestão anaeróbia desses subprodutos visando a produção de biogás (hidrogênio e/ou metano). Nesse contexto, esse trabalho visa o estudo da viabilidade biotecnológica da aplicação de um reator anaeróbio operado em bateladas sequenciais com biomassa imobilizada e recirculação da fase líquida (AnSBBR), em condições mesofílica e termofílica, no tratamento de melaço de soja e no coprocessamento do melaço de soja/okara. Serão avaliadas as condições operacionais que permitam a melhoria de indicadores de desempenho referentes à conversão de substrato, produtividade/composição de hidrogênio ou metano e rendimento entre hidrogênio ou metano produzido e substrato consumido, além do coprocessamento melaço/okara. A okara contém mais de 20 % de sólidos totais, dificultando sua utilização como substrato único sem prévia diluição. Assim, o coprocessamento melaço de soja/okara é promissor, uma vez que ambos são gerados no mesmo local, evitando custos de transporte, e que a okara possui baixo valor de mercado. Quanto à operação em condições termofílicas, a digestão a altas temperaturas pode diminuir o tempo de reação e aumentar a eficiência da degradação de materiais orgânicos, resultando em maior produção total de biogás e uma digestão mais completa. As informações de escopo científico e tecnológico, obtidas nesse estudo, fornecerão importantes subsídios para projetos em escala plena.
  • Instituto Mauá de Tecnologia - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana Oliveira Barbosa

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • #acessejor: protocolo de inovação social para o jornalismo digital
  • Análises e previsões para o jornalismo mostram um cenário de múltiplas crises: econômica, de credibilidade e de valorização; com demissões nas redações, raros modelos de negócio sustentáveis, redução do interesse por notícias ou indiferença do público. Por um lado, o jornalismo tem dificuldades de conquistar a atenção; por outro, falta acessibilidade para que Tecnologias Assistivas (TAs) decodifiquem o conteúdo jornalístico, impossibilitando ou dificultando o consumo de notícias por um público em potencial. Em um ambiente multimidiático, isso contrapõe a ideia de acessibilidade web, derivada do conceito de design universal, de possibilitar o alcance de produtos e serviços para um maior número de usuários com diversas características. Observamos como caminho ideal estratégias baseadas na inovação - processo interativo que gera algo novo em determinado contexto e sistema. Há várias abordagens possíveis, desde produtos e novas tecnologias até modelos de negócio e estruturas. Este projeto parte da perspectiva da inovação social para buscar soluções sobre como o jornalismo digital pode lidar com o complexo problema da atenção do público neste contexto de abundância de informação e de múltiplas necessidades de acesso à informação capaz de melhorar a qualidade de vida. Portanto, questionamos: como promover um jornalismo digital mais acessível, inclusivo e inovador para manter, renovar e ampliar o seu público? Sem contemplar os vários públicos, o jornalismo, um dos pilares da democracia, torna-se empobrecido e frágil. Assim, desenvolveremos o #AcesseJor - um protocolo de práticas e produtos jornalísticos digitais acessíveis, inclusivos e inovadores. Trata-se de uma pesquisa aplicada, quali-quantitativa, que engloba estudos de caso, entrevistas com informantes de meios jornalísticos, questionário e entrevistas com o público considerando as populações negra e branca, os povos tradicionais; e a diversidade socioeconômica, de região, idade, gênero, escolaridade e deficiências.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana Telles da Cunha Lima

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • prospecção de atividade antimicrobiana de extratos de microalgas e cianobactérias, efeito do estresse de ph durante o crescimento e uso ciclodextrinas na eficácia dos extratos.
  • As microalgas e cianobactérias são organismos unicelulares fotossintetizantes que podem ser encontrados nos mais variados ecossistemas, como ambientes marinhos, de água doce e terrestre. Por possuírem altas taxas de crescimento, além de uma riqueza de compostos bioativos, estes organismos ganharam importância como alvos farmacológicos. O cultivo de microalgas e cianobactérias permite alterações no meio, visando o aumento na produção de metabólitos com atividade biológica. Uma das metodologias utilizadas neste aspecto é a indução do estresse durante o crescimento algal. Além disso, já foi descrito na literatura que alguns carreadores moleculares podem aumentar a eficácia dos extratos. Assim sendo, este estudo tem por objetivo realizar a prospecção de compostos bioativos em microalgas e cianobactérias exibindo atividades antioxidante, bactericida, fungicida e anti-protozoária. Adicionalmente, avaliaremos o papel do estresse de pH no cultivo, e o uso de ciclodextrinas no aumento da atividade dos extratos. A metodologia utilizada para indução de estresse será a redução gradual do pH e manutenção do cultivo até o final da fase log, seguindo a coleta da biomassa por centrifugação e eletrofloculação. Um possível aumento na bioatividade será comparado àquele com algas já adaptadas a um ambiente ácido, investigando o mecanismo de resistência. Para obtenção dos extratos, serão utilizados os solventes metanol, acetato de etila e etanol. O teste de DPPH avaliará atividade antioxidante, o diâmetro do halo e microdiluição em caldo o potencial antimicrobiano, e o teste de MTT a atividade anti-protozoária. A cianobactéria Affixifilum granulosum, caracterizada filogeneticamente na Florida (16S rRNA e 16-23S rRNA ITS), será relacionada às bioatividades determinadas com cepa equivalente de nossa coleção. Para preparo dos complexos de inclusão (CI) serão utilizadas a co-precipitação, malaxagem e caracterização físico-química dos CI, relacionado-as com atividades dos extratos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sylmara Lopes Francelino Gonçalves Dias

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • participação social e planejamento: metodologia para elaboração, implementação e monitoramento dos planos municipais de gestão integrada de resíduos sólidos
  • O Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) é um instrumento instituído pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em 2010. De acordo com a PNRS, entre outros elementos, os Planos devem garantir “... ampla publicidade ao conteúdo dos planos [...] bem como controle social em sua formulação, implementação e operacionalização”. Contudo, em muitos municípios a participação social na elaboração dos Planos é baixa, mesmo com esforços das administrações em promover processos participativos, o que impacta negativamente a cobertura da coleta seletiva. O problema aqui abordado será a baixa efetividade de processos de participação da sociedade civil (consultiva/deliberativa) na formulação, implementação e monitoramento de políticas municipais de gestão de resíduos sólidos. Neste contexto, a questão central é: Como garantir que a participação social seja potencializada na elaboração, implementação e monitoramento dos PMGIRSs? A hipótese de trabalho é que a participação pode ser potencializada a partir de uma melhor compreensão da sua lógica de funcionamento e dos instrumentos mais utilizados.Para responder aos desafios desta pesquisa, serão sistematizadas bibliografias teóricas e estudos de caso sobre participação social (teorias da democracia deliberativa) e formulação/implementação de programas de coleta seletiva. Também serão realizadas pesquisas de campo, visando elaborar um diagnóstico e prognóstico da participação social em um caso piloto de revisão do PMGIRS de Ribeirão Pires - SP. Espera-se que os resultados do projeto propiciem o desenvolvimento de uma “Metodologia para ampliação da participação social no planejamento, implementação e monitoramento do PMGIRS”. Descobertas teóricas, empíricas e metodológicas poderão ser replicadas em outros municípios e em outros tipos de serviços públicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sylvio Barbon Júnior

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • geração inteligente de energia solar em usina fotovoltaica com aprendizado de máquina
  • A geração de energia solar vem ganhando espaço e incentivos no Brasil. Em novembro de 2019, foi inaugurada a primeira usina fotovoltaica de Londrina, localizada na Universidade Estadual de Londrina. A construção desse projeto foi parte do Projeto de Eficiência Energética aprovado na Chamada Pública Copel-VPDE 001/2017, incentivado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Sabe-se que a previsão de geração de energia representa uma etapa estratégica no planejamento, gerenciamento e operação de um sistema elétrico. Contudo, a natureza dos dados associados a energias renováveis (intermitência, aleatoriedade e dependência do ambiente e clima) é caracterizada por não-linearidade, o que dificulta a criação de um modelo preditivo satisfatório. A predição do que acontecerá em um breve espaço de tempo também é um desafio. Aproveitando a presença da usina fotovoltaica em operação no campus da Universidade Estadual de Londrina, que caracteriza um living lab para P&D em produção de energia renovável, esse projeto objetiva o desenvolvimento de modelos preditivos capazes de lidar com os dados gerados pela usina em questão e, a partir disso, obter informações estratégicas para seu gerenciamento e controle.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 20/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Taciane Finatto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • análise do transcritoma de arracacia xanthorrhiza bancroft em resposta ao estresse por calor
  • A mandioquinha salsa (Arracacia xanthorrhiza Bancroft) é uma espécie da família Apiaceae cujas raízes apresentam grande interesse econômico e qualidade nutricional. Exige clima ameno (temperatura média anual entre 15 e 18 °C) e baixa amplitude térmica durante o seu ciclo (cerca de 8 meses até a colheita). Os padrões de aumento de temperatura diante das mudanças climáticas e oscilações nas temperaturas podem acarretar a redução da produção, inviabilizando o cultivo. O fenótipo evidencia que algumas cultivares são tolerantes ao calor, porém são desconhecidos seus mecanismos moleculares. Para este tipo de estudo é necessário que as sequências de transcritos estejam disponíveis, porém A. xanthorrhiza não apresenta genoma completo sequenciado, apenas as sequências do genoma do cloroplasto, inviabilizando o estudo. Nestre trabalho propomos analisar o transcritoma de duas cultivares de A. xanthorrhiza (uma sensível e outra tolerante ao calor) sob diferentes temperaturas usando sequenciamento de RNA (RNA-Seq), obtendo assim, informações sobre quais genes são diferencialmente expressos entre as cultivares e entre as diferentes temperaturas. A hipótese é plausível pois será realizada a montagem de novo do genoma, método utilizado em espécies que não apresentam genoma de referência sequenciado. As cultivares serão expostas às temperaturas de 18 e 32 °C, por 14 dias, totalizando 4 tratamentos e três repetições. O RNA será extraído e serão construídas bibliotecas de cDNA, e em seguida sequenciadas. Será realizada a montagem de novo do transcritoma, identificados os genes diferencialmente expressos, anotada a ontologia gênica (GO), identificadas as rotas metabólicas (KEGG) e as vias de sinalização acionadas em cada cultivar em resposta ao calor. As sequências de RNA obtidas serão depositadas no banco de dados de acesso público NCBI/SRA. Espera-se identificar expressão diferencial em genes do sistema de enzimas antioxidantes, fitormônios e fatores de transcrição.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 26/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Tacio Vinicio Amorim Fernandes

Ciências da Saúde

Farmácia
  • identificação in silico de novos inibidores da bcr-abl1 para a luta contra a leucemia mieloide crônica
  • A leucemia mieloide crônica (LMC) é uma neoplasia mieloproliferativa e foi a primeira doença neoplásica associada a uma anomalia genotípica bem definida – presença do cromossomo Filadélfia. A descoberta do gene de fusão breakpoint cluster region (BCR) – Abelson Murine Leukemia (ABL) revolucionou o tratamento de pacientes com LMC, permitindo o desenvolvimento de fármacos direcionados que inibem a atividade da tirosina cinase da oncoproteína BCR-ABL1. Inibidores de Tirosina Cinase (ITCs) são a terapia padrão para LMC e aumentam muito as taxas de sobrevida, apesar dos efeitos adversos. As opções de terapia disponíveis não são totalmente eficazes em reduzir a ameaça da doença em todos os pacientes, principalmente aqueles com a mutação T315I. Este projeto visa propor e sintetizar novos ITCs, que atuem na BCR-ABL1. Ferramentas in silico serão empregadas para construção de Modelos Farmacofóricos (MFs) individuais e consenso baseados tanto nas características do ligante, quanto do receptor e do complexo. Com auxílio destes modelos, ensaios de Triagem Virtual baseada em MFs serão aplicados para a filtragem de compostos de diversas bases de dados. Propriedades farmacocinéticas e toxicológicas serão preditas para todas moléculas selecionadas. Aquelas com características promissoras serão utilizadas como entradas para uma estratégia de consensus docking utilizando múltiplas conformações da BCR-ABL1 selvagem e mutante (ensemble docking). Os complexos melhores classificados serão submetidos a simulações por Dinâmica Molecular para refinamento e extração da energia de ligação pelos métodos de MMPB/GBSA. Os resultados ajudarão especialistas a identificar regiões para um processo racional de modificação molecular com objetivo de desenvolver potenciais fármacos com maior potência, seletividade e segurança contra a BCR-ABL1.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 14/07/2022-31/07/2024
Foto de perfil

Tadayuki Yanagi Junior

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • desenvolvimento de um detector de estresse térmico portátil aplicado à galinhas poedeiras
  • As adversidades climáticas afetam mundialmente a produção de ovos, prejudicando o bem-estar de galinhas poedeiras e, consequentemente, a produtividade, produção e qualidade dos ovos. Os sinais de estresse térmico podem ser detectados com precisão por meio das respostas fisiológicas das galinhas, como a temperatura cloacal e frequência respiratória. Porém, essas variáveis são difíceis de mensurar em aviários comerciais, além de causar estresse nas aves. Desta forma, a detecção do estresse térmico, de forma pontual ou espacial, em aviários comerciais é imperativa para auxiliar na tomada de decisões visando mitigar ou eliminar os seus efeitos deletérios. Sistemas computacionais embarcados (software + hardware) podem ser aplicados neste tipo de detecção, podendo englobar a inteligência artificial e dispositivos eletrônicos de baixo custo. Neste contexto, objetiva-se com a presente pesquisa, o desenvolvimento de um detector de estresse térmico portátil aplicado à galinhas poedeiras. Para tanto, um sistema computacional baseado em inteligência artificial será desenvolvido e embarcado em um dispositivo eletrônico. A escolha da inteligência artificial deve-se ao fato desta metodologia resultar em menores erros de predição, tornado a classificação do conforto térmico das aves mais realística. O desenvolvimento do sistema computacional será baseado em dados experimentais obtidos em pesquisas coordenadas pelo proponente. Em termos de hardware, poder-se-á usar o Arduino, RaspBerry Pi ou similar, por apresentarem baixo custo e capacidade de processamento adequada.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 31/03/2022-31/03/2025