Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rafael de Melo Monteiro

Ciências Humanas

Geografia
  • assentamentos rurais do mst no entorno do distrito federal: produção do território, territorialidades e relações de poder
  • O território é uma produção (i)material, pelas ações de indivíduos, grupos e/ou classes sociais, que se concretiza no espaço-tempo, via processo de des-re-territorialização e (re)produção de territorialidades, articuladas às relações de poder em distintas escalas geográficas e dimensões sociais, a exemplo da política, da cultura e da economia. Por meio da luta pela terra, junto ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), vários homens e mulheres contribuem na formação de assentamentos rurais, onde manifestam diferentes interesses, projetos de vida e perspectivas de futuro, desenhando, assim, conflitualidades, negociações e cooperações. A hipótese a ser comprovada pela pesquisa será a de que as decisões quanto ao trabalho familiar, associado e/ou coletivo, as interações entre catolicismo popular e pentecostalismo, as des-continuidades no processo de formação política pós-conquista da terra e as finalidades das relações de reciprocidade, como (re)produção cultural camponesa e/ou estratégia política de sobrevivência, apontarão a produção territorial (i)material, heterogênea, relacional, histórica, conflitiva e/ou cooperada, atrelada às relações de poder no âmbito das territorialidades dos sujeitos sociais, a fim de atestar que o poder ultrapassa o aparelho estatal e se (re)produz no espaço-tempo de uma sociedade, inclusive no cotidiano. Serão acionados autores como Antônio Gramsci, Michel Foucault, Pierre Bourdieu, Michel de Certeau, Claude Raffestin, Rogério Haesbaert, Marcos Aurélio Saquet, Bernardo Mançano Fernandes, Eric Sabourin, Paulo Freire, José de Souza Martins, Allan Anderson, Marco Antônio da Silva, entre outros. A partir da pesquisa qualitativa, as entrevistas semiestruturadas e os registros fotográficos definirão, bem como a pesquisa teórica e documental, os procedimentos metodológicos deste trabalho, que terá, como recorte espacial, assentamentos rurais do MST no Entorno goiano do Distrito Federal (DF).
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Deminice

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • tarvmob: autogestão da terapia antirretroviral usando aplicativo para aparelhos móveis para aumento da aderência em pessoas vivendo com hiv.
  • A terapia antirretroviral ativa (TARV) revolucionou o tratamento da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), reduzindo a mortalidade dos pacientes. De fato, a TARV transformou significativamente o curso do HIV de uma doença terminal em uma doença crônica gerenciável. No entanto, para alcançar o resultado benéfico da supressão da replicação viral, aumento da contagem de células CD-4 e melhoria da qualidade de vida, a TARV requer taxas de adesão quase perfeitas (até 95%). A adesão à TARV abaixo deste limiar leva à falha do tratamento, progressão da AIDS e o aparecimento de cepas de HIV resistentes aos medicamentos. Assim, o sucesso do tratamento do HIV/AIDS é dependente da adesão sustentada e estrita da prescrição da TARV. Por este motivo, diversa estratégias têm sido estudadas na tentativa de monitorar e aumentar a aderência de pessoas vivendo com HIV (PVHIV) ao TARV. Dentre muitas, a tecnologia baseada em telefone celular tem sido usada para melhorar a prestação de serviços de saúde em muitos países e diversas situações. No entanto, não há tecnologia baseada em telefone celular para monitorar e aumentar a aderência o TARV no Brasil e em língua portuguesa. O objetivo primário deste projeto é desenvolver aplicativo compatível com telefone celular para monitorar e aumentar aderência de PVHIV no Brasil. Este trabalho é significativo pois o monitoramento da aderência ao TARV por telefone celular pode atingir um grupo geograficamente remoto e culturalmente diversificado de pessoas no Brasil.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/03/2020-31/03/2023
Foto de perfil

Rafael Deminice

Ciências da Saúde

Educação Física
  • exercício resistido como tratamento da caquexia do câncer: um estudo dos mecanismos envolvidos usando abordagem translacional
  • Aproximadamente metade de todos os pacientes com câncer são afetados pela síndrome da caquexia; condição que reduz a capacidade motora, compromete a efetividade do tratamento antineoplásico e causa a morte precoce de pacientes oncológicos. Esta condição torna-se mais relevante, considerando que a caquexia não tem cura ou droga aprovada para seu tratamento. Sendo assim, o exercício físico surge como alternativa viável, com efeitos colaterais mínimos e de reduzido custo para o tratamento da caquexia do câncer. Como estudos do nosso grupo já demonstraram que o exercício resistido é capaz de prevenir a caquexia do câncer em roedores, é importante desenvolver agora protocolos e estratégias de implementação, bem como entender os mecanismos específicos do efeito anti-caquético do exercício resistido. Assim, o objetivo principal desta proposta é criar e implementar protocolo de exercício para pacientes oncológicos e determinar os mecanismos subjacentes aos efeitos anti-caquético do exercício resistido usando uma abordagem translacional. Primeiro, um estudo com animais será desenvolvido para identificar genes que desempenham papel chave no efeito anti-caquético do exercício usando expressão gênica de varredura. Posteriormente, tais genes serão silenciados ou superxpressos usando terapia gênica (transfecção de genes usando vírus adeno-associado rAVV9) em um modelo animal de caquexia do câncer. O modelo animal também será usando para testar tolerância a intensidade e volume, segurança e viabilidade, questões chave para implementação do protocolo em humanos. Finalmente, os genes identificados serão estudados em humanos com câncer, com ou sem caquexia, que serão submetidos a protocolos de exercício resistido. Este estudo é relevante pois fornecerá base para o conhecimento sobre os mecanismos da caquexia e o possível papel protetor do exercício no nível humano de complexidade, uma vez que propomos aqui um estudo de base translacional.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Dettogni Guariento

Ciências Biológicas

Ecologia
  • o papel da filogenia, atributos funcionais e contexto ambiental na mediação da estequiometria da reciclagem de nutrientes por peixes
  • Esta pesquisa irá avaliar possíveis causas da variação nas taxas e proporções em que espécies de peixes de água doce reciclam nutrientes limitantes essenciais para a produtividade primária [nitrogênio (N) e fósforo (P)] através da excreção. A ciclagem de nutrientes é um serviço essencial dos ecossistemas. Embora um número considerável de evidências na literatura aponte o importante papel dos peixes na reciclagem de nutrientes, não há estudos que abordem de forma explícita o papel da distinção filogenética (DFI) e distinção funcional (DFU) como fatores mediadores da estequiometria da reciclagem de nutrientes por peixes. DFI, uma medida de parentesco evolutivo entre as espécies, e DFU, uma medida de diferenças morfológicas e comportamentais entre as espécies são medidas de biodiversidade essenciais para compreender as maneiras pelas quais a biodiversidade afeta o funcionamento dos ecossistemas. Um crescente número de evidências demonstra que DFI pode ser um melhor indicador da variação interespecífica sobre processos ecossistêmicos do que a DFU, porque acredita-se que DFI capta e melhor integra diferenças nos traços funcionais que são em último caso produtos da história evolutiva das espécies. Por outro lado, pesquisas recentes sobre a relação entre biodiversidade e funcionamento do ecossistema (BFE) demonstraram que a redundância funcional entre as espécies diminui drasticamente à medida que um número maior de processos ecossistêmicos e contextos ambientais são considerados no estudo. Estes resultados indicam que preservar elevados níveis de multifuncionalidade dos ecossistemas requer um maior número de espécies do que é necessário para preservar funções individuais. Um dos objetivos atuais dentro da teoria da Estequiometria Ecológica (EE), é testar como a estequiometria da reciclagem de nutrientes por consumidores varia em ambientes que diferem em função e disponibilidade de nutrientes, pois os suprimentos relativos destes recursos afetam a composição química dos produtores primários, o que pode restringir a produção secundária de herbívoros e consequentemente dos demais níveis tróficos superiores. No entanto, poucos estudos têm tentado testar se as restrições tróficas bioquímicas que ocorrem entre produtores e herbívoros propagam para os carnívoros, e não há estudos que testaram essas questões com dados de campo considerando vertebrados. Neste projeto propomos: a) realizar uma série de experimentos de excreção in situ com peixes em rios no Estado do Mato Grosso do Sul (i.e., Miranda e Negro) que possuem condições distintas de disponibilidade de luz e nutrientes na coluna d’água; b) quantificar como a estequiometria da reciclagem de nutrientes (excreção) pode ser previsto pela DFI e DFU; c) avaliar como diferentes cenários ambientais afetam a reciclagem de nutrientes por peixes a nível funcional, taxonômico e filogenético; e d) simular como a perda da biodiversidade de peixes afeta a reciclagem de nutrientes, considerando a identidade taxonômica e funcional das espécies em diferentes contextos ambientais. A presente proposta poderá contribuir para lacunas do conhecimento, como: (1) Nenhum estudo quantificou a variação da estequiometria da excreção por peixes através de uma perspectiva multifuncional considerando diferentes contextos; (2) a dissimilaridade filogenética e funcional não têm sido consistentemente utilizadas para prever o efeito de espécies de peixe sobre a excreção de nutrientes; (3) os efeitos da variabilidade ambiental sobre a variação da excreção por peixes nunca foram testados. Espécies de peixes na região centro-oeste vêm sendo perdidas por sobre pesca, destruição de habitat e invasões biológicas. Esta pesquisa pretende ajudar a determinar qual perda de biodiversidade (taxonômica, funcional ou filogenética) irá impactar mais fortemente as funções destes ecossistemas.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Rafael Dias Minussi

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • formação, processamento e acesso lexical dos blends e compostos no pb e pe
  • Esta proposta se insere no domínio dos estudos psicolinguísticos, uma vez que pretende analisar como os falantes de português brasileiro (PB) e os falantes de português europeu (PE) processam os blends (e.g. ‘namorido’) e os compostos (e.g. navio-escola). Assim, a proposta, ao tomar como base esses dois processos de formação de palavras, dialoga com as pesquisas morfológicas que descrevem a composição e o blending. A composição é um processo amplamente estudado na literatura e se define basicamente pela concatenação de duas bases ou radicais (cf. VILLALVA e GONÇALVES, 2016). Por sua vez, o blending é comumente descrito como um processo não-concatenativo (cf. GONÇALVES, 2006) e como um processo morfológico em que há a fusão estrutural de duas palavras fontes (cf. Minussi e Nóbrega, 2014). O ponto principal dessa proposta é que há uma controvérsia sobre esses dois processos: ora alguns autores (cf. KUBOZONO (1989) E SANDMANN (1990, 1991)) aproximam esses dois processos, ora os distanciam (cf. PIÑEROS (2000), GONÇALVES (2003a, 2003b)). Desse modo, o objetivo é discutir a estrutura dos blends em comparação com a estrutura dos compostos, utilizando-se para isso de experimentos psicolinguísticos que, ao revelarem como os falantes processam esses elementos, possam lançar luz sobre a estrutura dos mesmos, compreender as bases neurais da linguagem e, assim, os processos de aprendizagem. Nossa hipótese preliminar é que compostos e blends possuem, de modo geral, estruturas diferentes. Contudo, há um tipo específico de compostos, os chamados compostos morfológicos (e.g. hidroginástica, psicolinguística), que podem se comportar de maneira semelhante, uma vez que são formados por bases presas. A metodologia levará em conta a realização de experimentos on-line de acesso lexical e de priming, para investigar os tempos de reação e o comportamento de cada uma das partes dos blends e dos compostos no processamento dos compostos e dos blends como um todo.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Firmani Perna

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de biocatalisadores heterogêneos para a produção contínua de frutooligossacarídeos em reator de leito fixo
  • O mercado mundial de alimentos prebióticos, especialmente de frutooligossacarídeos (FOS), apresenta aumentos expressivos na sua demanda devido aos benefícios que proporcionam à saúde e nutrição humana. A produção industrial de FOS no Brasil é limitada pela baixa eficiência de processos biocatalíticos homogêneos baseados no uso de enzimas frutosiltransferases solúveis no meio reacional, as quais apresentam baixa estabilidade térmica e operacional, não podem ser reutilizadas e são dificilmente separadas dos produtos da reação, oferecendo limitações operacionais e econômicas ao processo. Portanto, faz-se necessário desenvolver tecnologias enzimáticas eficientes e viáveis para a produção de FOS. Uma alternativa promissora é o uso de biocatalisadores heterogêneos obtidos a partir da imobilização de células íntegras com atividade catalítica, os quais têm ganhado expressivo destaque na área biotecnológica, permitindo tornar competitiva a aplicação de enzimas em larga escala. A imobilização de células por absorção em suportes, durante a sua produção, apresenta vantagens operacionais pois não requer etapas de purificação e imobilização da enzima, a qual já se encontra imobilizada na sua biomassa de origem. As propriedades e o desempenho das células imobilizadas dependerão do material de suporte, microrganismo e parâmetros de fermentação utilizados. Assim, propõe-se imobilizar, por absorção, células íntegras (biomassa catalítica) de Aspergillus oryzae IPT-301 em diferentes suportes durante o cultivo celular submerso, e avaliar suas propriedades físicas e químicas, bem como o seu desempenho na reação de transfrutosilação da sacarose para a produção de FOS. Busca-se sintetizar biocatalisadores heterogêneos inéditos ativos, estáveis e seletivos por meio de uma técnica simples e promissora de imobilização de células utilizando suportes de baixo custo, abundantes ou de simples processamento, visando a produção enzimática e contínua de FOS em reator de leito fixo (PBR).
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Geraldeli Rossi

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizado de máquina baseado em uma única classe: algoritmos e aplicações
  • Dados disponíveis em formato digital têm aumentado de maneira incessante. Esses dados estão em diferentes formatos, como (i) textos produzidos dentro das empresas, portais de notícias, blogs e redes sociais; (ii) imagens produzidas por satélites, drones, câmeras digitais e exames médicos; (iii) dados numéricos produzidos por resultados por exames ou aparelhos de mensuração que gerem tais dados; e (iv) sequencias de genes. É humanamente impossível realizar tarefas como a organização, gerenciamento, e extração de conhecimento de grandes volumes de dados, os quais são úteis tanto na área acadêmica quanto comercial. Uma das técnicas para se realizar tais tarefas automaticamente é a classificação automática. Para que se possa realizar a classificação automática, é preciso construir um modelo de classificação. Esse modelo é normalmente construído por técnicas de aprendizado de máquina, as quais visam extrair padrões de exemplos e respectivos rótulos (identificadores de classe). A maioria das pesquisas e aplicações práticas ainda fazem uso do aprendizado supervisionado multi-classe. Neste cenário, o usuário ou especialista de domínio responsável pela rotulação deve definir todas as classes nas quais os exemplos poderão ser atribuídos, bem como uma grande quantidade de exemplos de documentos pertencentes a cada uma dessas classes (documentos rotulados). Isso pode ser oneroso ao rotulador e demandar conhecimento absoluto sobre o problema a ser tratado. Além disso, neste mesmo cenário, será atribuído à um exemplo não rotulado sempre uma das categorias que foram informadas durante a construção do modelo de classificação, mesmo que a classe real desse exemplo não seja uma das classes previamente informadas. Para sanar essas dificuldades do aprendizado supervisionado multi-classe tradicionalmente utilizado, e para deixar mais prática a aplicação da classificação automática em situações em que o usuário esteja interessado em uma única classe (também denominada classe alvo ou classe de interesse), têm ganhado interesse nos últimos anos a área de aprendizado baseado em uma única classe. Neste tipo de aprendizado, são informados apenas exemplos da classe de interesse para construir o modelo de classificação, e portanto, diminui-se o esforço do usuário de rotulação e conhecimento do domínio por parte do usuário. Nesta abordagem, o classificador irá classificar um exemplo como sendo da classe de interesse ou não sendo da classe de interesse (também denominado \textit{outlier}). Aplicações como sensoriamento \textit{web} para melhorar a previsão em aplicações financeiras, econômicas, na climatologia, no mercado de ações, fenômenos naturais, recomendação de materiais didáticos ou notícias, sensoriamento de imagens para identificar predadores, áreas de desmatamento, ocupação do solo, ou qualquer outra situação onde seja difícil fornecer diversas categorias de exemplos que não sejam de interesse do usuário, podem ser beneficiadas por este tipo de técnica. Entretanto, no aprendizado supervisionado baseado em uma única classe, vários os algoritmos consideram que a classe é dada por uma única distribuição ou por uma única região densa no espaço. Porém, em diversos tipos de dados e domínios de aplicação, classes podem ser compostas por múltiplas distribuições (subclasses). Portanto, uma lacuna na literatura é a exploração de propostas de técnicas para induzir modelos de classificação baseados em uma única classe considerando as diferentes distribuições ou regiões de pontos de uma classe de interesse. Outro ponto em aberto é o impacto de técnicas de pré-processamento dos dados gerar representações estruturadas dos exemplos, as quais são interpretadas pelos algoritmos de aprendizado de máquina, uma vez que na literatura o impacto do uso de tais técnicas ainda não está claro. Por fim, outra lacuna refere-se ao fato de as técnicas de aprendizado baseadas em uma única classe, em sua maioria, fazem uso de aprendizado supervisionado, isto é, o modelo é construído apenas considerando os exemplos rotulados. Para tornar mais prática a tarefa de classificação e melhorar a performance do modelo de classificação, também têm ganhado destaque nos últimos anos o aprendizado semissupervisionado, o qual é capaz de realizar o aprendizado utilizando tanto exemplos rotulados quanto não rotulados, os quais são fáceis de serem coletados e podem melhorar a performance de classificação por melhor caracterizar a distribuição das classes. Em geral, no aprendizado multi-classe, algoritmos de aprendizado semissupervisionados que consideram dados representados em redes demonstram ganhos na performance de classificação ao utilizar dados não rotulados em relação aos algoritmos baseados no modelo espaço-vetorial, os quais muitas vezes tem seu desempenho degradado ao considerar os exemplos não rotulados no aprendizado. Porém, no aprendizado baseado em uma única classe, observa-se majoritariamente na literatura a adaptação de técnicas de aprendizado de máquina baseadas no modelo espaço vetorial. Dado isso, esse projeto visa sanar lacunas existentes na área de aprendizado baseado em uma única classe por meio da realização de avaliações experimentais mais robustas, com mais métodos de aprendizado de máquina para o aprendizado baseado em uma única classe, maior utilização de valores de parâmetros dos algoritmos, aplicação e comparação de técnicas de pré-processamento de dados, além da proposta de métodos que baseados em técnicas que demonstram ser melhores que as técnicas utilizadas na literatura, principalmente técnicas de aprendizado baseado em redes. Com isso, visa-se elucidar a utilização do aprendizado baseado em uma única classe na prática, além de avançar no estado-da-arte, e de disponibilizar produtos para a aplicação dos conceitos desenvolvidos neste projeto em aplicações práticas e em outros projetos de pesquisa.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Rafael Guedes Milheira

Ciências Humanas

Arqueologia
  • arqueologia dos cerritos em unidades de conservação da bacia hidrográfica patos-mirim, sul do brasil
  • Este projeto versa sobre a arqueologia dos cerritos do bioma Pampa e litoral sul-brasileiro a ser realizado em três Unidades de Conservação na bacia hidrográfica Patos-Mirim, litoral sul do estado do RS, fronteira com o Uruguai. Busca-se compreender o sistema de assentamento dos indígenas pré-coloniais construtores de cerritos, desde o holoceno recente, evidenciando as suas práticas de manejo de solos, construção e apropriação dos espaços alagadiços, a composição de aldeias e suas áreas adjacentes, assim como aspectos da cultura material, dieta alimentar e economia, fluxo, genética e mobilidade de pessoas, ideias e coisas, através de métodos da Bioarqueologia, arqueogenética, arqueometria, zooarqueologia, escavações e análises tecnológicas. No campo da militância política e social para preservação do patrimônio ambiental e cultural, o projeto subsidiará tomada de decisões técnicas e políticas sobre os defasados Planos de Manejo das Unidades de Conservação da Estação Ecológica do Taim, em Santa Vitória do Palmar, do Parque Estadual Camaquã, em Camaquã, e para a implantação da UC do Pontal da Barra, Pelotas. O projeto tem uma dimensão patrimonial que envolve o recadastramento de sítios arqueológicos para alimentação de dados do SICG-IPHAN, e para avaliação do estado de conservação dos sítios, bem como atividades educativas e de divulgação científica junto a comunidades escolares desses municípios. A equipe é composta por doutores de universidades do Brasil e do exterior (Espanha e Uruguai) e técnicos e alunos também especialistas no tema dos cerritos. A proposta é desenvolvida no âmbito de convênios internacionais e acordos de cooperação com entidades locais, conta com a estruturas das Universidades, e tem articulação com a formação de jovens estudantes (graduação) e profissionais em qualificação (pós-graduação). É, neste sentido, um projeto que envolve ações de ensino, pesquisa, extensão e militância pela preservação do patrimônio arqueológico.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Holdorf Lopez

Engenharias

Engenharia Civil
  • segurança e otimização de infraestruturas civis
  • Um dos problemas mais importantes da Engenharia é a avaliação do nível de segurança de uma dada estrutura, seja ela existente ou em fase de projeto. Este é o ponto principal da área denominada Segurança das Estruturas, cujos métodos e conceitos permitem adequar projetos para garantir níveis de segurança adequados, estimar graus de segurança de estruturas existentes, avaliar custos esperados de falha, decidir quais componentes de um dado sistema necessitam prioritariamente de reparo, otimizar projetos e políticas de manutenção para redução de custos, entre outras coisas. Este projeto de pesquisa tem como tema a Segurança e a Otimização de Infraestruturas Civis, com ênfase ao estudo de Pontes Rodoviárias, Torres de Linha de Transmissão e ao Desenvolvimento de Métodos Numéricos. As duas primeiras frentes de ação visam desenvolver, aplicar e analisar resultados de modelos numéricos para estes importantes tipos de obras de Infraestrutura. A terceira frente aborda o desenvolvimento de métodos numéricos pertinentes ao tema, com o intuito de torná-los mais robustos e viabilizar sua aplicação para casos de interesse prático. O projeto busca contribuições científicas e tecnológicas relevantes para a Segurança e Otimização de Infraestruturas Civis, com grande potencial de impacto para o desenvolvimento econômico e tecnológico do país, devido à importância estratégica do tema. A equipe do projeto envolve professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), além de alunos de graduação e pós-graduação. Nos últimos anos o grupo consolidou-se como centro de referência nacional nas áreas de Segurança e Otimização de Estruturas, em decorrência dos relevantes desenvolvimentos apresentados. Nos próximos anos, o grupo visa estabelecer-se como um centro de pesquisas de renome internacional na área. Este projeto de pesquisa terá contribuição significativa para este objetivo.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Junior dos Santos Figueiredo Salgado

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • agricultura familiar, cooperativismo rural e sustentabilidade em territórios rurais: análise do desempenho das cooperativas no abastecimento dos mercados institucionais de alimentos
  • Propõe, como objetivo, identificar e analisar, em perspectiva comparativa e à luz de dimensões do desenvolvimento sustentável, os impactos e desafios de cooperativas no abastecimento de programas governamentais de compras de alimentos da agricultura familiar (PAA e PNAE), projetando subsídios para retroalimentar políticas públicas de desenvolvimento em três diferentes territórios brasileiros via pesquisa em circuitos curtos de comercialização. Este objetivo emerge da necessidade de se ampliar os conhecimentos sobre o papel que as cooperativas exercem nesse mercado e como elas impactam no abastecimento alimentos nos territórios rurais brasileiros, bem como limitações encontradas para ampliar sua participação. Assume a premissa de que a agricultura familiar exerce papel fundamental na produção de alimentos, na segurança alimentar e nutricional e no desenvolvimento local por meio dos mercados institucionais. Apesar da relevância do tema, com segurança alimentar e combate à pobreza e a fome sendo alçados a Objetivos do Desenvolvimento Sustentável pela ONU, pouco se conhece a este respeito e ainda há muito que avançar na integração do cooperativismo com os mercados institucionais de alimentos. Quanto aos objetivos, trata-se de pesquisa do tipo exploratória e descritiva de abordagem quanti-qualitativa no contexto dos seguintes territórios rurais: Mato Grande/RN, Alto Paraguai/MT e Serra do Brigadeiro/MG. Para tanto, será aplicado dois roteiros de entrevistas semiestruturadas junto a gestores públicos do PAA e PNAE e dirigentes das cooperativas que fornecem aos mercados institucionais nos territórios. Espera-se que os resultados possam impactar em mudanças na operacionalização das políticas de compra institucional nos territórios para se adequar às demandas e limitações das cooperativas, bem como possibilitar a ampliação de produtos fornecidos pela agricultura familiar a este mercado.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 06/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Rafael Linden

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • fundamentos de neurodegeneração e desenvolvimento de abordagens por terapias avançadas
  • Doenças neurodegenerativas (DNs) afetam o sistema nervoso central (SNC), levando à neurodegeneração, como por exemplo na doença de Alzheimer ou em Doenças Cerebrovasculares. Fatores ambientais e/ou estilos de vida, combinados com determinantes genéticos são relevantes, mas o fator de risco dominante em casos esporádicos é o envelhecimento. As DNs danificam o SNC devido a degeneração celular, deficiência da regeneração axonal, desmielinização e/ou danos estruturais e funcionais em neurônios e glia. Ainda não há cura, apenas tratamentos paliativos, o que leva à necessidade premente de intervenções terapêuticas inovadoras para as DNs. De suma importância é o fato de que a retina é uma extensão do SNC e sujeita a eventos patológicos característicos das DNs, como ocorre no Glaucoma e na Retinose Pigmentar. Glaucoma, Retinose Pigmentar e Doença Cerebrovascular têm em comum a dificuldade de tratar processos neurodegenerativos e a tibieza da resposta neuroregenerativa espontânea, isto é, a capacidade de regenerar neurônios e axônios danificados. Estes problemas têm inspirado estudos aprofundados dos mecanismos de neurodegeneração e neurorregeneração, bem como do desenvolvimento de intervenções inovadoras. O presente projeto destina-se a desenvolver novas abordagens terapêuticas, tendo como alvo mecanismos associados a neurodegeneração e neurorregeneração ainda não explorados no contexto das DNs. Os experimentos visam terapias avançadas para Neuroproteção e Neurorregeneração em modelos experimentais de 3 Doenças Neurodegenerativas: Glaucoma, Retinose Pigmentar e Doença Cerebrovascular, que são estudadas pelos componentes do grupo há várias décadas. As modalidades de terapia avançada propostas são: (a) terapia gênica com emprego de vetores derivados de adenovirus-associado (rAAV) e (b) fármaco específico para inibição da resposta integrada ao estresse associada a neurodegeneração.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Mello Trommer

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • simulação da restrição dos tecidos moles no ensaio de desgaste de prótese de joelho
  • O desgaste das próteses de joelho, que ocorre no componente tibial de UHMWPE, é uma das principais avaliações pré clínicas na etapa de projeto. Esta avaliação é realizada em equipamentos que simulam a marcha humana, usando cargas e movimentos semelhantes aos do corpo humano. No Brasil, o primeiro simulador de desgaste de prótese de joelho foi adquirido no Inmetro e se encontra operacional para a execução de ensaios com controle dos movimentos angulares de flexão/extensão e de rotação interna/externa, e do movimento de translação anteroposterior. Conforme a ABNT NBR ISO 14243, o controle dos movimento do equipamento simulador pode ser realizado por força, onde os movimentos são realizados conforme são atingidos valores de torques e forças por parte da prótese. A principal vantagem em executar o ensaio de desgaste com controle de força é a simulação dos efeitos que os músculos, tecidos moles e ligamentos vizinhos à articulação do joelho têm sobre o implante e, consequentemente, sobre o desgaste. O modelo da prótese de joelho ensaiado possui plataforma móvel com elevado grau de congruência dos componentes articulares, modelo apropriado para uso em pacientes em que os ligamentos são preservados. Serão obtidos dados de perda de massa em função dos ciclos de ensaio, para determinar a taxa de desgaste da prótese de joelho. As alterações nas superfícies articulares dos componentes da prótese serão avaliadas por Microscopia Óptica (MO) e registros macroscópicos das regiões onde ocorreu o desgaste. Ao final do ensaio, os mecanismos de desgaste serão identificados por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). A alteração nas características de degradação do material polimérico será avaliada por espectroscopia FTIR e Raman. Também serão analisadas as partículas oriundas do processo de desgaste, permitindo observar se o controle de força no ensaio leva à formação de outras partículas com morfologia diferente daquelas já identificadas com o ensaio com controle de deslocamento
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - DF - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Mesquita de Souza Lima

Ciências Humanas

Ciência Política
  • multilateralismo e desafios globais: passado, presente e futuro
  • O multilateralismo, como coordenação entre três ou mais Estados orientada por princípios (Ruggie 1992), é componente central do sistema internacional contemporâneo. As organizações multilaterais cresceram em complexidade, membresia e mandatos, satisfazendo diferentes funções para a comunidade global: superar dilemas de ação coletiva (Keohane 1990), fornecer “esferas públicas” onde Estados e outros atores debatem e geram entendimentos comuns (Johnstone 2011), institucionalizar relações de status e poder (Gilpin 1981), e permitir governança conjunta de problemas compartilhados (Rosenau e Czempiel 1992). Essa participação crescente na vida internacional também tornou as organizações testemunhas históricas: grandes episódios da política contemporânea, da descolonização ao combate à mudança climática, se desenrolaram em seus plenários. Da mesma forma, são hoje pressionadas a adaptar seus processos e conceitos para acomodar novos fatos, como os conflitos não-estatais, failed states, crime transnacional e a ascensão de potências não-ocidentais com distintivas agendas e identidades (Hurrell 2007). Este projeto de pesquisa se interessa, portanto, pelas organizações multilaterais e sua responsividade, passada e presente, aos desafios globais. Suas perguntas norteadoras são: Quais os grandes temas tratados em arenas multilaterais? Como os Estados operam em seu mecanismo decisório? Qual a capacidade de entrega do multilateralismo? Essas perguntas serão exploradas, sobretudo, a partir de instituições multilaterais formais, como a ONU e de organizações regionais. A investigação busca inovar através de três eixos: 1) temporal: inspecionamos o acumulado histórico de organizações como a ONU, da fundação ao presente, mapeando os temas e resultados ao longo do tempo; 2) aprofundamento temático: debates específicos, como meio-ambiente, democracia e manutenção da paz são analisados em detalhe; 3) diversidade metodológica: aliamos métodos quantitativos e qualitativos de ponta.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Otoniel Ribeiro Rodrigues da Cunha

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • investigação de fenômenos de spintrônica em nanoestruturas magnéticas baseadas em materiais quânticos
  • Embora muitas propriedades dos materiais possam ser descritas aproximadamente por modelos clássicos, nos últimos anos têm sido descobertos diversos Materiais Quânticos (MQs), cujas propriedades e efeitos só podem ser explicados pela teoria quântica. Esta teoria descreve matematicamente como os átomos se ligam e como os elétrons interagem para produzir as propriedades dos materiais, sejam estas estruturais, mecânicas, térmicas, eletrônicas, ópticas, magnéticas, etc. Dentre os MQs, podemos destacar o grafeno e sistemas bidimensionais, isolantes topológicos, semimetais de Weyl, supercondutores, arranjos quânticos de spin, entre outros. Neste projeto, combinaremos técnicas experimentais, teóricas e computacionais para desenvolver e fabricar estruturas híbridas baseadas em MQs para utilização em spintrônica, bem como caracterizar suas propriedades por meio de medidas estruturais, morfológicas, eletrônicas, magnéticas, térmicas, ópticas, dentre outras. Além disso, investigaremos fenômenos emergentes em spintrônica que ocorrem em MQs, no estudo de transporte de correntes de spin e de carga com foco em propriedades impulsionadas por superfícies, interfaces e efeitos de interações emergentes induzidas por curvatura sobre as propriedades magnéticas das interfaces. Analisaremos ainda as propriedades estáticas de sólitons magnéticos (skyrmions, paredes de domínio, hopfions, etc.) em geometrias curvas, bem como seu transporte por correntes spin-polarizadas, campos magnéticos e gradientes de temperatura. Portanto, a aprovação desta proposta possibilitará a aquisição de instrumentos que serão utilizados para realização de simulações computacionais, fabricação de nanoestruturas, bem como em montagens experimentais versáteis para medidas de transporte elétrico (magnetorresistência e efeito Hall anômalo), efeito Seebeck de spin e bombeamento de spin por ressonância ferromagnética (spin pumping), com intuito de fortalecer as atuais linhas de pesquisa do Departamento de Física da UFV.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Pereira de Paula

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos do treinamento físico sobre a sarcopenia decorrente da associação entre sedentarismo, obesidade e envelhecimento: estudos in vivo e in vitro
  • O envelhecimento se caracteriza por um conjunto de alterações progressivas que culminam no declínio das funções fisiológicas. A combinação entre envelhecimento, sedentarismo e obesidade altera o turnover protéico, resultando em um perfil sarcopênico, caracterizado por prejuízos estruturais e funcionais musculares e associado a um estado pró-oxidativo e pró-inflamatório crônico. Há evidências consistentes da efetividade do treinamento físico na prevenção de diversas doenças crônicas ao estimular vias de defesas antioxidantes. Não foram encontrados estudos elucidando o efeito do treinamento físico sobre parâmetros morfofuncionais musculares quando realizado previamente e após a indução da obesidade ao longo da vida. O objetivo do presente projeto é investigar os efeitos preventivo e terapêutico do treinamento sobre alterações estruturais, redox, inflamatórias e gênicas musculares provocadas pelo envelhecimento e obesidade em modelos in vivo e in vitro. O modelo animal proposto para este estudo, já foi validado em estudo prévio do nosso grupo que evidenciou que a realização do exercício físico regular de moderada intensidade em esteira atenuou o prejuízo funcional muscular associado ao envelhecimento e obesidade induzida por dieta hiperlipídica sobre o metabolismo de glicose. Serão utilizados 56 ratos Wistar machos (CEUA-UFBA 079/2020) divididos em 7 grupos experimentais (n=8/grupo): dois grupos jovens (sedentários e treinados); 5 grupos envelhecidos (sedentários, treinados, obesos sedentários, obesos treinados preventivamente e obesos treinados terapeuticamente). Após eutanásia, serão coletadas amostras de soro, depósitos adiposos e músculos esqueléticos e cardíacos para análises de bioquímica redox e inflamatória, moleculares e histoquímicas. Para os estudos in vitro, serão cultivadas células musculares e macrófagos murinos que serão expostas ao soro dos ratos Wistar dos referidos grupos experimentais. As células serão utilizadas para análises do transcriptoma.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Rodrigues de Assis

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • magmatismo granítico e ambientes de formação das mineralizações auríferas hidrotermais da província mineral de alta floresta (mt): ambiente tectônico, petrogênese, regime de fluidos e anisotropias magnéticas.
  • A Província Mineral de Alta Floresta, sul do Cráton Amazônico, é constituída por rochas graníticas, vulcânicas e vulcanossedimentares paleoproterozoicas, derivadas de magmatismo oxidado e cálcio-alcalino, além de magmatismo alcalino em menor escala, coletivamente gerados em ambiente de arcos continentais (ca. 2,03-1,77 Ga). A colocação de corpos graníticos de ca. 1,79-1.77 Ga tem sido considerada como essencial na instalação de sistemas auríferos equivalentes aos do tipo pórfiro e epitermais. Esses sistemas exibem a presença marcante de halos hidrotermais, quimismo e natureza dos fluidos similares aos sistemas cenozoicos andinos, porém, de idade paleoproterozoica na Província. Contudo, a falta de consenso quanto à evolução tectônica e magmática da província, dificulta a compreensão de sua metalogênese. Esse Projeto, portanto, tem por meta principal a compreensão do papel do magmatismo granítico na gênese das mineralizações auríferas da Província de Alta Floresta. Está estruturado na caracterização do magmatismo granítico e na identificação dos principais atributos descritivos e genéticos das ocorrências auríferas da Província. Esse objetivo será alcançado por meio da petrografia de rochas magmáticas, zonas hidrotermalizadas e de minério; litogeoquímica, anisotropia magnética, das assinaturas geofísicas de unidades regionais, definição de idades de cristalização U-Pb e para o minério, por Re-Os e Ar-Ar, identificação do regime de fluidos e suas fontes por inclusões fluidas e isótopos estáveis, além da determinação da composição de fases hidrotermais por microssonda eletrônica, e de elementos traço em sulfetos e clorita (por LA-ICP-MS). Essa abordagem permitirá avaliar a importância do magmatismo granítico como metalotecto nos processos genéticos relacionados às ocorrências auríferas da Província Mineral de Alta Floresta, inclusive, com desdobramentos à exploração mineral para sistemas pórfiro e epitermal de idade paleoproterozoica.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Rafael Rodrigues de Oliveira

Outra

Multidisciplinar
  • iv feira de ciências gênios de multigêneros +cultura +arte
  • O presente projeto fundamentado pela Chamada CNPq/MCTI Nº 10/2021 - Feiras de Ciências e Mostras Científicas, tem como escopo a realização da IV FEIRA DE CIÊNCIAS GÊNIOS DE MULTIGÊNEROS +CULTURA +ARTE DA EEEFM ANTÔNIO JOSÉ PEIXOTO MIGUEL no âmbito municipal, do município de Serra/ES, com foco na continuidade da promoção e popularização dos conhecimentos científicos, descoberta, incentivo e valorização da participação de jovens talentos nas áreas de matemática, física, astronomia, robótica e engenharias, bem como de cultura e arte, promovendo assim o diálogo entre a Ciência e outras áreas de conhecimento. O projeto privilegia, ainda, trabalhos desenvolvidos por meninas/mulheres ou que demonstrem sua efetiva participação em todo o processo investigativo e de execução. A ação visa privilegiar projetos oriundos de escolas públicas e privadas de ensino fundamental, médio e técnico provenientes do município de Serra e outros municípios parceiros, encurtando assim as distâncias geográficas e promovendo uma rede integrada de divulgação e promoção dos conhecimentos científicos em múltiplos espaços escolares, principalmente aqueles provenientes de bairros de periferia onde há pouco incentivo ao desenvolvimento e promoção dos conhecimentos e da produção científica e tecnológica, oportunizando novos talentos e buscando a redução da desigualdade social, racial e de gênero.
  • Escola Estadual de Ensino Médio Antônio José Peixoto Miguel - ES - Brasil
  • 30/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Rafael Roesler

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • epigenética de tumores cerebrais
  • Uma das características do câncer é a reprogramação epigenética que confere propriedades malignas às células transformadas. Os mecanismos epigenéticos alterados incluem modificações na ação de enzimas que atuam no “empacotamento” do DNA, regulando a estrutura da cromatina, tais como histona deacetilases (HDACs) e histona metiltransferases (HMTs). Os processos regulados por essas enzimas influenciam tanto o desenvolvimento embrionário normal quanto o câncer. Nesta proposta de pesquisa, iremos avaliar a expressão de genes que codificam enzimas reguladoras de processos epigenéticos nos principais tipos de tumor cerebral maligno que acometem adultos (glioblastoma, GBM) e crianças (meduloblastoma, MB), a partir de análises in silico de genomas de amostras de tumores humanos; avaliar os efeitos e mecanismos de inibidores de enzimas de regulação epigenética – sozinhos ou em combinação com quimioterapia citotóxica - em culturas de células de GBM e MB, incluindo células-tronco tumorais, e alguns mecanismos moleculares subjacentes; e identificar novos inibidores da HMT G9a como potenciais agentes antitumorais. Nossas hipóteses, baseadas em resultados preliminares já obtidos no laboratório, incluem: 1) pode haver expressão aumentada de genes que codificam HMTs em tumores cerebrais malignos, em comparação com tumores de menor grau e tecido cerebral normal; 2) a inibição de HDACs e HMTs pode ter efeitos antitumorais em modelos experimentais de tumores cerebrais; e 3) é possível identificar novos inibidores de G9a como agentes antitumorais em câncer cerebral. Usaremos combinações de metodologias de bioinformática com biologia molecular e farmacologia celular, já estabelecidas no laboratório. Temos disponível uma infraestrutura privilegiada, em uma rede de instituições colaboradoras.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Vilhena Reis Neto

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • “aplicação de ferramentas genéticas, quantitativas e moleculares, na aquicultura”
  • Dados estatísticos de produção evidenciam que a aquicultura nacional está em plena expansão, no entanto, ainda existem algumas dúvidas sobre a sustentabilidade dessa atividade, uma vez que, mesmo diante de todo potencial de crescimento do setor no país, o Brasil ainda se mostra pouco competitivo em relação aos grandes atores da aquicultura mundial. O uso de tecnologias de produção já pesquisadas e desenvolvidas ainda encontra resistência no setor aquícola, o que pode ter relação com a falta de difusão destas tecnologias. Iniciativas de cursos e treinamentos, que demonstrem todo o potencial e viabilidade para emprego de técnicas avançadas no sistema produtivo, oferecidos para formação de recursos humanos especializados pode promover o aumento da produtividade tornando a aquicultura nacional mais competitiva. Assim, nossa proposta é oferecer um curso na modalidade presencial com carga horária de 40 horas/aula, sendo 16 horas/aulas de conteúdos teóricos e 24 horas/aula de atividades práticas abordando as principais ferramentas principais genéticas, molecular e quantitativa, usadas para melhorar a produtividade na aquicultura.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 20/12/2021-30/06/2024
Foto de perfil

Rafaela Harumi Fujita

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • hidrogeomorfologia do baixo curso do rio iguaçu
  • O rio Iguaçu possui grande potencial e aproveitamento hidrelétrico. No trecho compreendido pelo Baixo Iguaçu, estão previstas a instalação de PCHs o que poderá ocasionar impacto hidrológico, sedimentológico e na qualidade da água. O intuito desse projeto é analisar a hidrogeomorfologia do baixo curso do rio Iguaçu. Assim, busca-se aplicar metodologias voltadas para o conhecimento da geometria hidraulica e tridimensionalidade do fluxo e composição da carga sedimentar . Conhecer o comportamento deste rio torna-se de fundamental imporância geoambiental para o estado do Paraná, pois as informações geradas a partir deste estudo servem para o manejo, planejamento e gerenciamento desse sistema, bem como o desenvolvimento de futuras pesquisas multidisciplinares. Além de que, estudos que versam sobre o tema ainda é incipiente para o Baixo Rio Iguaçu, nesse sentido os estudos de hidrogeomorfologia serão de extrema importâcia para a viabilização para a avaliação do impacto ambientais provocados por obras de engenharia.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025