Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Thiago Moreno Lopes e Souza

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • investigação de carreadores à base de quitosana e sistemas de entrega de medicamentos clinicamente aprovados/reposicionados e desinfetantes contra o sars-cov-2
  • O coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2) já é responsável por muito mais mortes do que os coronavírus patogênicos (CoVs) anteriores, de 2002 e 2012. Atualmente, a resposta mais efetiva à pandemia de SARS-CoV-2 tem sido o distanciamento social, a fim de evitar o contato de pessoas infectadas e não-infectadas e achatar a curva de disseminação do vírus. Apesar de efetivas, essas medidas não reduzem o número absoluto de indivíduos infectados e ainda provocam uma redução considerável na atividade econômica global. A identificação de medicamentos clinicamente aprovados a serem reposicionados para combater a doença de CoV 2019 (COVID-19) permitiria a rápida implementação de procedimentos potencialmente salvadores de vidas. A equipe brasileira proponente do projeto mostrou recentemente que o inibidor de protease do HIV-1, atazanavir (ATV) e dois antivirias de ação direta utilizados para tratamento da hepatite C, daclatasvir (DCV) e sofosbuvir (SFV), inibem a replicação in vitro do SARS-CoV-2. Esses drogas, no entanto, como foram desenvolvidas para alvos diferentes, suas potências podem ser limítrofes aos parâmetros farmacocinéticos para a utilização contra a COVID-19. Esse projeto visa, então, pesquisar e desenvolver carreadores à base de quitosana e sistemas de entrega direcionados para medicamentos clinicamente aprovados/reposicionados e desinfetantes contra o SARS-CoV-2, a fim de melhorar a eficácia e farmacocinética dos candidatos a antivirais assim como a durabilidade da ação dos candidatos a desinfetantes. Essa pesquisa inclui três subprojetos de interação lógica: i) identificar candidato(s) a drogas anti-SARS-CoV-2 por meio de estratégia de reposicionamento de drogas, permitindo uma tradução rápida para estudos clínicos; ii) desenvolver nanofármaco(s) anti-SARS-CoV-2 de direcionamento para os pulmões usando nanotransportadores à base de quitosana; iii) desenvolver desinfetantes antivirais à base de quitosana e avaliar sua aplicação na impregnação de produtos têxteis e filtros de ar. O uso de drogas nanoformuladas combina a possibilidade de desenvolver rapidamente tecnologias inovadoras impregnadas com compostos aprovados. Em um sistema de entrega controlada, pode-se esperar incluir os medicamentos reposicionados mais ativos e catalogar as evidências pré-clínicas de segurança e eficácia para avançar nos ensaios clínicos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 13/04/2021-30/04/2023
Foto de perfil

Thiago Poleto

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • uso de veículos aéreos não tripulados (uavs) e sistemas de informação geográfico para fornecer monitoramento inteligente de segurança pública
  • O setor público está envolvido em um processo de transformação digital para se adaptar aos serviços digitais e às novas demandas dos cidadãos. Os governos federal, estaduais e municipais estão mudando seus procedimentos para melhorar a prestação de serviços a sociedade. A crise do COVID-19 evidenciou o valor da administração digital, que permitiu aos países da América Latina a melhorar a sua oferta de serviços digitais entre 2020 e 2021, devido às restrições de mobilidade e às medidas de prevenção da pandemia. Nos últimos anos, alinhado ao conceito de cidades inteligentes uma nova tendência é utilização de veículos aéreos não tripulados (UAV), para capturar vários tipos de dados de imagem, como fotos de alta definição. Além disso, o emprego de ferramentas de sistemas de informação geográfica (GIS) para colaborar com o mapeamento permite novas formas de desenvolvimento econômico e social. Este projeto contribui para utilização de novas tecnologias aplicadas a segurança pública e decisões em políticas públicas a partir das imagens capturadas por UAV. Sendo assim, o projeto visa melhorar a gestão da informação em apoio a segurança pública, para que seu uso ocorra em compasso com a evolução da sociedade. Seguindo esta problemática, é o oportuno definir a seguinte questão: Qual é o papel dos Sistemas de Informação Geográficos e Tecnologias Veículo Aéreo Não Tripulado - UAVs apoiar as decisões públicas em cidades inteligentes com ênfase na segurança pública? A metodologia do projeto aplica um modelo espacial baseado em GIS para a segurança pública, permitindo o geo-registro de imagens capturadas por UAVs com acesso a diversas ferramentas de geoprocessamento e visão computacional.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Rafalski Maduro

Outra

Multidisciplinar
  • feira de ciências norte capixaba (fecinc) e vi jornada de integração do ifes - região norte
  • A Fecinc - Feira de Ciências Norte Capixaba é uma ação de capacitação em ensino e para o trabalho escolar associada a mostras de ciências e tecnologia que têm como objetivo a popularização da ciência através da divulgação de projetos de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática desenvolvidos preferencialmente por alunos da educação básica. Nesse contexto, serão desenvolvidas nesse projeto, além da feira de ciências, atividades como palestras, mostras científicas e tecnológicas e portas abertas. Através de ações sólidas que influenciam as práticas docentes e a qualidade do ensino pelo uso do método científico, a Fecinc espera despertar vocações que apresentem significativo impacto na formação de uma sociedade mais consciente de forma política, social e cultural. Estimulando a interação escola-comunidade e fortalecendo as parcerias escola-academia, a Fecinc já promove ações de capacitação de professores e estímulo estudantil em 22 municípios do Espírito Santo e, em 2022, pretende abranger ainda mais municípios. A feira de ciências será projetada para receber 80 projetos de estudantes do ensino básico de escolas públicas e privadas e já estão pré-selecionados projetos de 17 municípios. A VI Jornada de Integração do Ifes - Região Norte deve receber cerca de 60 projetos, de pelo menos 4 municípios. Considerando os municípios parceiros que darão apoio logístico para que o público-alvo participe, os eventos devem receber pessoas de cerca de 21 municípios.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023