Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tatiana Rodrigues Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • o mapa das minas: a performance das mulheres em cenas musicais independentes baianas
  • Proposta de mapeamento da atuação de cancionistas-performers nas cenas musicais independentes baianas. Trata-se do desdobramento da pesquisa de pós-doutoramento realizada de 2019 a 2020 no Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), da Universidade Nova de Lisboa, sobre cancionistas do circuito alternativo português. Naquela etapa, selecionamos e testamos operadores teórico-metodológicos do campo da comunicação, das mediações culturais, da etnomusicologia e dos estudos de gênero para cartografar tanto as marcas locais quanto a convergência de elementos estéticos, sonoros, ideológicos e comunicacionais globais na música das portuguesas e das imigrantes atuantes nas cenas de rock, pop e de outros gêneros afro-diaspóricos em Lisboa. O propósito desta nova etapa, a ser realizada no CECULT e no PPGCOM da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, é ampliar o corpus pesquisado e refinar as ferramentas de análise e de mapeamento, possibilitando comparativos futuros entre as cenas dos dois países. O projeto inclui pesquisas de campo, documental e bibliográfica; análises de canções e de performances presenciais, em redes telemáticas e transmídia; entrevistas junto a uma amostragem de cancionistas. Compõem o universo de estudo as mulheres cisgênero e transgênero em atividade em cidades baianas do Recôncavo, em Salvador e em Feira de Santana. A investigação tem como principais metas realizar uma cartografia das territorialidades musicais em conexão com as performances das artistas em plataformas digitais; debater resultados parciais e finais em congressos nacionais e internacionais; publicar artigos em revistas avaliadas pelo Qualis de Periódicos da CAPES; publicar um Mapa de livre acesso na web, demarcando as cenas cartografadas com Podcasts e vídeos com material captado durante a pesquisa; publicar um E-book em linguagem acessível ao público em geral, apresentando o mapeamento, o perfil das artistas baianas e entrevistas.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tatiana Souza Porto

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • utilização de pectinases fúngicas como uma ferramenta sustentável para o processo de fermentação e desmucilagem de café.especial
  • As pectinases catalisam a degradação de substratos contendo pectina e são produzidas por bactérias, leveduras, fungos filamentosos e plantas. Geralmente, elas são utilizadas principalmente na indústria de alimentos e bebidas. No processamento do café, uma das bebidas mais populares do mundo, elas auxiliam o despolpamento e remoção da mucilagem, uma camada rica em pectina que envolve os grãos, que são passos fundamentais no seu processamento logo após a colheita. Para esta finalidade, as pectinases podem ser adicionadas ao café resultando na aceleração destes processos. A proposta deste projeto é desenvolver um processo integrado de desmucilagem e fermentação do café, utilizando duas abordagens distintas: a primeira utilizando processos fermentativos (estado sólido, submersa e sequencial) com fungos filamentosos do gênero Aspergillus para desmucilagem do grão pela produção de pectinases durante o processo. A segunda abordagem foi pela realização da desmucilagem do grão de café por via enzimática direta utilizando pectinases produzidas por Aspergillus utilizando como substrato a polpa do café. Não existe um processo definido de desmucilagem do café utilizando processos fermentativos com fungos filamentosos, deste modo uma nova tecnologia seria desenvolvida e verificado o impacto da fermentação do grão de café nas características da bebida. O bioprocesso será desenvolvido em um café orgânico 100% arábica (Café Várzea Grande, Taquaritinga do Norte-PE). Estas duas abordagens serão avaliadas baseadas na eficiência de desmucilagem do grão de café e nas características da bebida. Com o desenvolvimento da pesquisa espera-se obter um café especial orgânico e transferir a tecnologia para o setor produtivo, contribuindo para o desenvolvimento do nicho mercado voltado à produção de cafés especiais no Estado de Pernambuco.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tatiana Souza Ribeiro

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • dama: dispositivo portátil para avaliação cinemática da marcha de indivíduos pós acidente vascular cerebral
  • O Acidente Vascular Cerebral (AVC) gera diversas alterações do movimento que dificultam a caminhada, reduzindo a realização de atividades e a participação social das pessoas acometidas[1]. A avaliação da marcha permite definir um prognóstico quanto à funcionalidade dessas pessoas, monitorar a execução da caminhada e verificar a eficácia dos tratamentos propostos. Para isto, o instrumento ideal (padrão-ouro) consiste em sistemas de captura de movimento tridimensional por câmeras, os quais são caros e requerem considerável espaço para instalação[2]. Isso dificulta a implementação em ambientes clínicos e o acompanhamento continuado da marcha no dia-a-dia dos indivíduos. Uma opção para isto são os dispositivos baseados em sensores inerciais, que são portáteis e de baixo custo. Tais dispositivos obtêm informações instantâneas sobre a trajetória espacial do movimento, as quais podem ser analisadas de diferentes formas[3]. Contudo, poucos destes dispositivos são validados para analisar a marcha de pessoas após AVC[2,3] e poucos são produzidos no Brasil, o que deixa sua implementação mais dispendiosa. Assim, este projeto objetiva desenvolver, testar e validar um dispositivo portátil de baixo custo para avaliação cinemática da marcha de pessoas após AVC em ambiente ambulatorial e domiciliar. Para isso, realizaremos um estudo em 4 etapas: 1-Revisão sobre dispositivos portáteis para análise da marcha após AVC; 2-Desenvolvimento do dispositivo; 3-Comparação com padrão-ouro e estudo piloto para testagem e ajustes do dispositivo; 4-Testagem e Validação do dispositivo em pessoas com AVC. [1] Mikolajewska E. Bobath and traditional approaches in post-stroke gait rehabilitation in adults. Biomed Hum Kinet 2017;9(1):27-33. [2] Caldas R, et al. A systematic review of gait analysis methods based on inertial sensors and adaptive algorithms. Gait Posture 2017 Sep 1;57:204-10. [3] Sprager S, Juric MB. Inertial sensor-based gait recognition: A review. Sensors. 2015 Sep;15(9):22089-1
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tatiane Benvenuti

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • associação de tecnologias de membranas e processos eletrometalúrgicos para recuperação de metais não-ferrosos de efluentes e resíduos eletroeletrônicos
  • A rápida retomada da economia no mundo emergente da pandemia de COVID 19 tem impulsionado o mercado de metais com alta demanda nos setores automotivo, eletrônico, construção civil e semicondutores. As diversas aplicações dos metais levam à escassez das reservas minerais. Ao mesmo tempo, trazem o problema da geração de resíduos, tanto nos processos produtivos, quanto no descarte, com o fim da vida útil dos itens contendo metais. Exemplos de resíduos estão na indústria de tratamento de superfície, considerada de alto potencial poluidor, pois seus efluentes carregam composição e concentração variadas de metais. Entre os pós-consumo, resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE) contém desde ferro e suas ligas, até metais preciosos como ouro e prata, presentes nas placas de circuito impresso de computadores, celulares e outros equipamentos. Somados a cobre, níquel, cromo, terras raras, e outros. Apesar da legislação de logística reversa, parte dos REEE é descartada no ambiente. A recuperação dos metais da fração coletada ocorre em outros países. O desafio atual é desenvolver, na região, rotas para recuperar e produzir metais a partir de resíduos e efluentes, empregando processos sustentáveis. Isso exige novas tecnologias e o aprimoramento das já existentes. Neste projeto, conhecimentos de hidro- e eletrometalurgia e membranas, associados na técnica de eletro-eletrodiálise, serão aplicados na recuperação de metais a partir de resíduos e efluentes. Os REEE serão mecanicamente processados e caracterizados a fim de obter uma fração rica em metal, que será lixiviada. As soluções lixiviadas e os efluentes serão caracterizados fisico-química e eletroquimicamente, a fim de definir parâmetros para a eletroobtenção e avaliar a eficiência da rota de recuperação do metal. A pesquisa auxiliará no desenvolvimento de metodologias que poderão ser aplicadas a diferentes resíduos e efluentes, ampliando as possibilidades de recuperação e produção de metais na região.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tatiane da Silva Dal-Pizzol

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • letramento em saúde no brasil: prevalência e fatores associados
  • Letramento em saúde diz respeito a capacidade dos indivíduos de obter, processar, entender e comunicar informações relacionadas à saúde, necessárias para tomar decisões de saúde informadas. Também denominado de alfabetização funcional em saúde, é medido por meio de questionários específicos em pesquisas de âmbito populacional ou com amostras selecionadas. Em comparação com países da América do Norte e Europa, o letramento em saúde representa tema pouco explorado no Brasil, e ainda não se tem estimativas mais abrangentes sobre o grau de letramento em saúde do brasileiro. Os primeiros estudos realizados no Brasil datam de 2009, relacionados com a validação de instrumentos como TOFLHA, S-TOFLHA e SAHLSA para o português brasileiro. Verifica-se que as pesquisas brasileiras têm contemplado estudos de validação de instrumentos ou estudos com tamanho amostral pequeno, desenvolvidos com usuários de serviços de saúde ou portadores de doenças crônicas, com predominância na região Sudeste do país. Estudos mais abrangentes, com população adulta saudável, realizados a partir de amostras de base comunitária, são raros. Nesse contexto, propomos a avaliação do nível de letramento de adultos brasileiros residentes em municípios da Região Sul e Centro-Oeste e dos principais fatores socioeconômicos e demográficos associados, além de relacionar o nível de letramento com condições de saúde autorreferidas e conhecimentos e atitudes em relação a COVID-19. A partir dos dados obtidos, será possível estimar a proporção de letramento em saúde inadequado e propor intervenções educativas voltadas aos subgrupos mais vulneráveis. Por meio de um inquérito domiciliar em três municípios do Rio Grande do Sul e dois municípios do Mato Grosso do Sul, aplicaremos o Teste de Letramento em Saúde (TLS), a partir de amostra por conglomerados em três estágios.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 12/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Tatiane Gomes Guedes

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • tecnologia educacional sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis direcionada a educação de idosos no contexto escolar: estudo quase-experimental
  • O crescimento da população idosa no Brasil e no mundo, bem como o prolongamento da vida sexual, tem refletido no aumento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) nesse grupo. Para preveni-las, torna-se relevante promover a saúde sexual de idosos na escola, cenário oportuno para aquisição de novos saberes. Acredita-se, nesse sentido, que uma tecnologia educacional poderá melhorar o conhecimento de idosos escolares sobre a prevenção das IST, de forma inovadora e atrativa, instigando práticas sexuais seguras. Trata-se de um estudo quase-experimental, realizado com idosos participantes da Educação de Jovens e Adultos de Recife-PE, com o objetivo de avaliar o efeito de uma tecnologia educacional no conhecimento desse público acerca da prevenção de IST. A construção, validação e avaliação da tecnologia educacional, que será utilizada no estudo, ocorrerá por meio de um estudo metodológico, realizado em quatro etapas distintas: 1. Grupo focal com idosos e professores; 2. revisão sistemática da literatura; 3. Construção da tecnologia educacional; 4. validação de conteúdo e avaliação semântica da tecnologia educacional. A primeira etapa reconhecerá possíveis déficits de conhecimento de idosos acerca da prevenção das IST, além da tecnologia mais adequada a ser construída. A segunda será realizada nas bases de dados Scopus, CINAHL, Embase, Pubmed/MEDLINE, Web of Science, Proquest, Cochrane e Open Gray, com o objetivo de identificar o conteúdo que comporá a tecnologia educacional. A terceira etapa permitirá a construção da tecnologia educacional, mediada por referencial metodológico específico. Na última etapa, a validação de conteúdo e a avaliação semântica, será considerada validada se os itens alcançarem Índice de Validade de Conteúdo de > 0,80. Os dados serão analisados no programa SPSS, considerando-se o nível de significância de 95% e os valores de p < 0,05. O estudo será submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tatjana Keesen de Souza Lima

Ciências da Saúde

Medicina
  • análise do comportamento epidemiológico e avaliação espacial da covid-19:correlação com comorbidades e biomarcadores prognósticos no padrão de respostas patogênicas ou supressoras desencadeadas por antígenos peptídicos do sars-cov-2 e m. tuberculosis
  • Uma vigilância epidemiológica eficaz é necessária para o gerenciamento bem-sucedido tanto em infecções emergentes quanto negligenciadas. Ela permite que medidas de proteção à saúde pública, como rastreamento e isolamento de contatos, sejam implementadas. O coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2) é um novo beta-coronavírus com um genoma de 30 kb que foi relatado pela primeira vez em dezembro de 2019 em Wuhan, China. A doença já causou mais de 700 mil mortes e quase 22 milhões de casos de infecção SARS-CoV-2 foram relatados em todo o mundo, até o dia dezessete de agosto de 2020. Vacinas contra o SARS-CoV-2 estão em processo de desenvolvimento, porém ainda há a ausência de um entendimento melhor sobre as respostas da imunidade humana ao SARS-CoV-2, devido ao rápido surgimento da pandemia. Há uma necessidade urgente de informações fundamentais sobre as respostas das células T a esse vírus. Comorbidades como a tuberculose (TB) é uma doença infecciosa causada pelo bacilo de Koch, Mycobacterium tuberculosis, de fácil transmissão, afetando principalmente os pulmões. Quanto às formas clínicas da doença, os pacientes com TB são classificados como portadores de infecção assintomática (latente LTB), forma não transmissível e a forma clínica ativa da tuberculose, transmissível (ATB pulmonar ativa). A única vacina licenciada contra a tuberculose (TB), a vacina BCG, induz uma memória protetora que dura ~10 a 20 anos. No entanto, a vacina BCG não oferece proteção substancial contra Mycobacterium tuberculosis em adolescentes e adultos. Sendo assim, o prazo para a diminuição da proteção induzida por BCG ao longo da infância e início da vida adulta coincide com um aumento gradual na incidência de TB. Nos últimos anos, a incidência de TB aumentou, considerada como uma doença negligenciada, trouxe o surgimento de TB multirresistente e TB extremamente resistente a medicamentos. As comorbidades que modulam a função imune podem exacerbar a doença da TB ou contribuir para a progressão de indivíduos com tuberculose latente para ativa. Já foi demonstrado anteriormente coinfecção de SARS-CoV-1, durante a epidemia em 2002 com tuberculose (TB), os pacientes com TB hospitalizados e infectados com SARS-COV-1 foram considerados com maior risco de morte. As respostas imunes do hospedeiro para eliminar patógenos são estimuladas na infecção por TB, e a infecção pelo SARS-CoV-1 pode aumentar a carga imunológica, levando a um sistema imunológico em desequilíbrio ocasionando as tempestades de citocinas, induzindo disfunção tanto pulmonar como em outros órgãos. É importante caracterizar com profundidade os fatores de risco associados com novos vírus respiratório, como no caso do SARS-CoV-2, na intenção de se obter melhores abordagens diagnósticas e apropriado tratamento para esses pacientes, evitando o desenvolvimento de formas graves da COVID-19. Fatores de risco associados a COVID-19 precisam ser elucidados e a infecção por M. tuberculosis gerando formas ativa ou latente da TB, pode ser um fator de risco para uma pneumonia grave na COVID-19. Os objetivos desse projeto serão realizados em conjunto com uma equipe multidisciplinar onde avaliaremos a correlação de casos de SARS-CoV-2 e tuberculose com covariáveis espaciais, e associação com o maior fluxo de aglomeração de pessoas. Além disso, faremos o cruzamento de dados de outros países onde a tuberculose ainda possui grande quantidade de casos, o que afeta a gravidade da COVID-19, para entendermos melhor o perfil de ambas as doenças no Brasil, África do Sul e Índia. Somando a esses objetivos avaliaremos pacientes com TB latente ou ativa infectados simultaneamente com SARS-CoV-2 e correlacionaremos maior ou menor gravidade da doença a depender da resposta imune humoral e celular prévia desses indivíduos. Todas essas abordagens nos permitirão identificar futuras curvas de crescimento ou diminuição de casos de SARS-CoV-2 versus comorbidades, como a tuberculose, além de permitir a identificação de biomarcadores prognósticos que poderão trazer respostas importantes na condução de melhores abordagens clínicas/terapêuticas ou vacinais desses indivíduos.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 22/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Tatsuya Nagata

Ciências Agrárias

Agronomia
  • análise de ocorrência e desenvolvimento de ferramentas de diagnóstico de vírus emergentes e quarentenários detectados em estudos de viroma em plantas e em água de esgoto
  • A nossa agricultura é vulnerável e constantemente ameaçada pelo aparecimento de doenças causadas por patógenos emergentes e quarentenários. A recente expansão de tecnologias de sequenciamento em larga escala (Next Generation Sequencing, NGS) viabilizou a identificação de vírus emergentes e quarentenários de forma eficiente. Porém, o uso ainda é limitado devido ao alto custo e à falta de familiaridade com os métodos de análise. Este projeto tem como objetivo contribuir com o sistema de alerta fitossanitário do Brasil com o estabelecimento e execução de um protocolo de análise de vírus emergentes e quarentenários. Neste projeto, duas estratégias principais serão adotadas. Primeiro, serão identificados e caracterizados os vírus em cucurbitáceas (melão e melancia) e em tomate coletados nas principais regiões produtoras. Isso vai indicar se vírus desconhecidos ocorrem nas nossas lavouras com potencial ameaça a essas culturas. A segunda estratégia consiste em monitorar os possíveis novos vírus de plantas circulantes no Brasil pela análise da água de esgoto. Nossos estudos realizados desde 2015 demonstraram que a água de esgoto é uma excelente fonte para estudo de vírus vegetais circulantes. Estes novos vírus detectados no estudo de viroma em água de esgoto serão caracterizados e os hospedeiros identificados. A seguir, ferramentas de detecção por (RT-)qPCR e/ou anticorpos para os vírus relevantes serão desenvolvidas. Para aqueles vírus com dificuldade de isolamento, uma nova técnica de expressão heteróloga do gene de capa proteica utilizando vetor viral vegetal será aplicada para preparar antígenos. Estas ferramentas serão disponibilizadas aos órgãos de fiscalização e aplicadas para detecção em amostras de campo para estudo de ocorrência e distribuição. O uso das modernas ferramentas de sequenciamento contribuirá para o estabelecimento de uma rotina de análise de amostras ambientais e de plantas para a identificação rápida de pragas quarentenárias e relevantes no Brasil.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Taufik Abrão

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • eficiência, confiabilidade e conectividade em sistemas 5g e 6g: xl-mimo, ris, cell-free, acesso aleatório e aprendizagem de máquinas
  • Redes de comunicação 5G têm sido implementadas em diversos países no mundo. Entretanto, com o crescente tráfego móvel, e novos modos de uso (mMTC e URRLC) dependentes de conexões com requisitos cada vez mais desafiadores, a tecnologia 5G logo encontrará limitações técnicas de conectividade massiva e taxas de dados suficientes, atendendo restrições cada vez mais severas de latência, confiabilidade e consumo energético. Um novo conceito de estações rádio-base para regiões de elevada densidade de usuários, como em estádios ou shopping-centers, conhecido como XL-MIMO, prevê a disposição de um número muito elevado de antenas na forma de extensos painéis, que podem ser incorporados às fachadas de prédios. Porém, devido à proximidade do transceptor com a grande população de usuários móveis, surge um novo cenário de propagação da onda eletromagnética, que ainda carece de modelos confiáveis, e ao qual as tecnologias típicas do 5G requerem adaptação. Em uma configuração semelhante, as superfícies refletoras inteligentes (RIS) se constituem de elementos refletores passivos, os quais possibilitam alcançar importantes melhorias de desempenho ao custo de um consumo energético baixíssimo. Esta Pesquisa tem como foco a proposição de novas técnicas e algoritmos associados a quatro potenciais tecnologias habilitadoras para redes de comunicação móveis de sexta-geração (6G): XL-MIMO, cell-free, RIS e redes aberta de acesso via rádio (O-RAN). Serão investigados diferentes cenários de aplicação, visando aperfeiçoar essas tecnologias, propor melhorias e gerar contribuições relevantes tanto para a camada física quanto para a MAC, otimizando aspectos de conectividade e eficiência energética. Nossos recentes resultados (+30 papers nessa temática) corroboram as potencialidades de três dessas quatro tecnologias. Objetiva-se a formação de recursos humanos altamente qualificados, contribuições científicas de impacto na área, e colaboração com outros Grupos de Pesquisa do Brasil e do exterior.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Taysa Schiocchet

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • litigância e advocacy como estratégia de pesquisa e popularização dos direitos sexuais e reprodutivos
  • Trata-se de projeto de pesquisa teórica e empírica sobre o exercício de direitos sexuais e reprodutivos por mulheres e meninas usuárias do SUS, com enfoque no direito ao aborto legal. O problema geral diz respeito às restrições ao exercício do direito ao aborto legal. A hipótese é de que existam restrições de ordem técnica e jurídica que impedem que meninas e mulheres acessem esse direito. Corrobora com esse entendimento dado da Pesquisa Nacional do Aborto, de 2016, que indicou que são realizados cerca de 503 mil abortos clandestinos ao ano no Brasil. A pesquisa tem por objetivo geral estudar e contribuir com a qualidade do acesso ao aborto legal por meio de duas abordagens: (a) identificação, descrição e análise da normatização jurídica brasileira relativa à sexualidade e à reprodução de mulheres e meninas a fim de buscar lacunas jurídicas que potencialmente obstem ou inviabilizem o exercício do direito ao aborto legal; (b) identificação, descrição e análise do itinerário terapêutico percorrido por mulheres e meninas que buscam acesso ao aborto legal a fim de identificar lacunas técnicas que potencialmente obstem ou inviabilizem o exercício do direito ao aborto legal. A proposta leva em conta, em seu aporte teórico, além dos referenciais jurídicos acerca do tema, critérios epidemiológicos, demográficos, sanitários, sociais, étnicos e sexuais específicos do contexto do sistema de saúde. Para isso, prevê as seguintes etapas metodológicas: (i) pesquisa bibliográfica e documental sobre a regulamentação e efetividade do aborto legal no âmbito global e local; (ii) pesquisa empírica e documental de diagnóstico e monitoramento dos fluxos de encaminhamento dos casos no SUS; (iii) divulgação dos resultados por meio de: a) evento científico (virtual) e b) publicação de livro e artigos científicos; (iv) aplicação da pesquisa no advocacy e litigância estratégica na ADPF 442 no STF, (v) elaboração e divulgação de materiais informativos (plataformas digitais, Radio UniFM).
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 19/04/2022-30/04/2025