Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vera Lúcia Lopes Cristovão

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • laboratório integrado de letramentos acadêmico-científicos (lila): compreensão e produção textual na educação superior
  • A compreensão e produção de textos de estudantes universitários e as especificidades dessas práticas nas várias culturas disciplinares (HYLAND, 2004) vêm se estabelecendo como objeto de estudo de pesquisadores da Linguística Aplicada (LA) há anos. Nesse contexto, o Laboratório Integrado de Letramentos Acadêmico-científicos (LILA) nasceu de resultados de dois tipos de pesquisa: i) o estado da arte sobre letramentos acadêmicos (LEA;STREET, 1998) e científicos (MAGALHÃES;CRISTOVÃO, 2018) no Brasil; e ii) a análise das ementas de disciplinas dos cursos de graduação de três instituições (UEL, UTFPR e UNESPAR) e das respostas a questionários dirigidos a discentes, docentes e gestores. Essas análises objetivaram levantar ações didáticas em prol de letramentos acadêmicos-científicos existentes e as possibilidades de atuação do LILA nas necessidades evidenciadas no conjunto de resultados. Tendo sido criada a rede LILA, que atualmente conta com pesquisadores de dez IES paranaenses, faz-se premente a pesquisa das ações implementadas no laboratório para avaliar seus impactos nos letramentos acadêmico-científicos nas instituições envolvidas. Logo, a proposta consiste no estudo de dados gerados em ações de ensino e extensão a serem realizadas pelo LILA, evidenciando o movimento cíclico – planejamento, implementação, avaliação – inerente ao projeto. A hipótese é que tais ações, coletivas, colaborativas e interinstitucionais podem gerar inovação na busca por superar dificuldades postas nas universidades quanto a letramentos acadêmico-científicos. Em especial, destacamos os percursos formativos e dispositivos didáticos propostos em colaboração interinstitucional entre laboratórios e projetos voltados aos letramentos acadêmico-científicos em âmbito estadual, para a formação de docentes e discentes de culturas disciplinares selecionadas, conforme a necessidade das IES integrantes.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 13/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Vera Lucia Tieko Suguihiro

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • aplicação de recursos públicos em políticas sociais: uma análise dos custos em municípios paranaenses
  • Em 2009, o Decreto Presidencial 7.053/09, instituiu a Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Inter setorial de Acompanhamento e Monitoramento. O Estado assume a responsabilidade de dar atendimento à esta população de rua, desempenhando com eficiência o seu papel de articulador entre as diferentes áreas das políticas públicas, como medida de proteção social. Os problemas envolvendo esse público é tratado no âmbito da assistencial social de caráter pontual, o que não tem mitigado as condições de vulnerabilidade desta população que vive o cotidiano de sem emprego, sem teto, sem saúde, sem alimento, mantendo-os sob o manto da invisibilidade. O estudo parte do pressuposto de que o problema deve ganhar relevância no âmbito das políticas públicas, tendo por base a confluência de ações, em uma perspectiva intersetorial. A pesquisa tem por objetivo compreender a aplicação dos recursos das diversas políticas públicas de atendimento à população de rua, de modo a calcular, analisar e avaliar os custos e os gastos incorridos nas políticas públicas nas áreas da saúde, assistência social, habitação, em uma perspectiva intersetorial. A pesquisa terá como campo empírico os municípios de Londrina, Apucarana e Cornélio Procópio, região norte do Paraná, para uma melhor compreensão do fenômeno nos diferentes contextos (porte dos municípios analisados - 2019,2020 e 2021), levando em consideração áreas georreferencidas das Instituições de Ensino Superior/ Paraná, participantes da pesquisa. Optou-se por uma metodologia que permite articular a investigação de base quantitativa e qualitativa, garantindo a integração dos dados. A pesquisa contará com análise documental, estudos bibliográficos, legislações e regulamentos da administração pública. Serão realizadas entrevistas com gestores municipais para coleta de dados referentes aos recursos aplicados nas referidas políticas públicas, tendo os custos das políticas públicas como objeto central de investigação.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Vera Maria Ribeiro Nogueira

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • a covid-19 em regiões transfronteiriças: consequências e impactos na institucionalidade dos sistemas locais de saúde e proteção social
  • A pandemia atual revelou dimensões insuspeitáveis de desigualdade e precariedade entre a população residente nas fronteiras entre os países do Mercosul, requerendo a intervenção dos Estados em três âmbitos: na ampliação de recursos financeiros para resguardar a capacidade operacional dos sistemas de saúde; proteção social à população vulnerável, visando garantir a renda familiar devido à retração econômica; as ações protetivas face ao fechamento dos limites internacionais, com graves consequências econômicas, sociais e sanitárias para os transfronteiriços. Neste cenário acentuam-se as preocupações com os impactos atuais e futuros na região transfronteiriça o que sugere, como indagação central: em que medida as alterações nos sistemas de saúde e proteção social contribuíram para reduzir as desigualdades quanto ao acesso aos serviços de saúde e proteção social para a população residente em ambos os lados da fronteira. Assim, indica-se como objetivo geral avaliar o impacto da pandemia pela Covid-19 e as suas consequências na institucionalidade das políticas de saúde e assistência social na região transfronteiriça favorecendo, ou não, a cooperação ou a integração entre os municípios na busca da dimensão social da cidadania regional expressa pelo Instituto Social do Mercosul. A metodologia prevê a identificação do aparato de proteção social dos municípios, as estruturas organizacionais disponíveis e a concretude das propostas de proteção (demandas, serviços, acesso e acessibilidade) aos nacionais e não nacionais. Essas dimensões são viáveis para avaliar o nível de institucionalidade social (CEPAL) nas três temporalidades previstas – antes, durante a pandemia e até 3 anos pós-pandemia. Os dados serão obtidos via pesquisa documental e entrevistas em profundidade com gestores e informantes chave. Esta proposta replica projeto aprovado para Bolsa Produtividade, visando ampliar de 6 para 12 cidades gêmeas situadas ns fronteirs entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.
  • Universidade Católica de Pelotas - RS - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Veridiana Rezende

Ciências Humanas

Educação
  • campo conceitual da função afim: contribuições para a educação básica e educação superior
  • Para esta proposta assume-se que um conceito é desenvolvido pelo estudante durante o processo escolar, em decorrência das situações vivenciadas; e que a compreensão de um conceito não ocorre isoladamente, mas em conexão a outros conceitos, propriedades, situações e representações pertencentes a um campo conceitual. Em face disso, e das dificuldades de estudantes acerca do conceito de função afim, a hipótese de pesquisa é: o mapeamento do campo conceitual da função afim, a partir do estabelecimento da tipologia de situações multiplicativas e mistas que dão significado a este conceito, da identificação de esquemas e invariantes mobilizados em suas resoluções e das diferentes representações para a função afim, fornecerá aos pesquisadores, professores e autores de livros didáticos uma estrutura teórica para o desenho de uma prática para a construção deste conceito, desde os Anos Iniciais até o Ensino Superior. Serão tomados como base os campos conceituais aditivo e multiplicativo estabelecidos por Vergnaud, e para o desenvolvimento da pesquisa serão organizadas quatro frentes de estudos: o Estudo 1 se caracteriza como uma aproximação ao estado da arte da função afim, considerando pesquisas em Educação Matemática publicadas em três países. No Estudo 2 serão classificadas situações multiplicativas (puras ou mistas) associadas à função afim, presentes em livros didáticos da Educação Básica e Superior, avaliações de larga escala e pesquisas em Educação Matemática. No Estudo 3 serão analisados esquemas mobilizados por estudantes da Educação Básica e Superior, ao resolverem situações multiplicativas, explicitando as ideias de função afim, bem como o desenvolvimento dessas ideias ao longo da Educação Básica e Superior. Para o Estudo 4 serão seguidas as etapas da Engenharia Didática para implementar, em sala de aula de Educação Básica e em Cursos de Matemática, sequências didáticas que oportunizem a construção do conceito de função afim.
  • Universidade Estadual do Paraná - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Verli Fátima Petri da Silveira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • observatório de práticas sociais e linguageiras: produção de sentidos em tempos de pandemia
  • Inscrito no quadro teórico e metodológico da análise do discurso francesa em articulação com o campo das discursividades próprias aos estudos antropológicos e enunciativos, o projeto em tela tem como temática os diferentes modos de produção sentidos em tempos de pandemia do novo coronavírus. O objetivo geral é colocar em funcionamento um observatório de práticas sociais (PÊCHEUX, 1995) e linguageiras (ORLANDI, 1996), levando em conta o funcionamento de um observatório como lugar de reflexão crítica e de escuta social (BRAGA, 2015). A pesquisa que procede por meio da observação e da escuta tem se mostrado relevante para a compreensão dos processos de circulação de sentidos e discursos, principalmente em uma sociedade da/em midiatização como a que vivemos. A experiência de construção coletiva do “Vocabulário da pandemia do novo coronarírus” (disponível em https://www.ufsm.br/coronavirus/vocabulario-da-pandemia-do-novo-coronavirus/), que levou em conta a necessidade de divulgação científica dos estudos da linguagem, as noções de “partilha do sensível” (RANCIÈRE, 2015) e de “autoria compartilhada” (BIAZUS, 2019), indicou o nicho de pesquisa que estamos propondo. Para a realização deste projeto vamos contemplar espaços mais institucionalizados (como as escolas) e menos institucionalizados (como as mídias sociais), de acordo com as diferentes condições em que a pandemia afeta realidades também distintas, sempre cotejando com os trabalhos já em desenvolvimento. A proposta de escutar os sentidos que se produzem em tempos de pandemia, pela via de um observatório, permite assim a análise de como esses sentidos se inscrevem nas práticas sociais e linguageiras, pensando-se essa inscrição tanto como inserção quanto como marca, permanência nos/dos discursos em constituição e circulação.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Aparecida Pereira

Ciências Humanas

Psicologia
  • a vinculação de crianças em nova família: avaliação e acompanhamento
  • O programa de Acolhimento Familiar foi implementado no Brasil como uma política que visa assegurar os direitos da criança e do adolescente em condição de vulnerabilidade e violação dos direitos fundamentais. Em consonância com o marco legal da primeira infância, crianças até seis anos devem preferencialmente ser acolhidas em família. Estudos sobre os efeitos da privação social reforçam a importância da celeridade do acolhimento e, sobretudo, a necessidade, mesmo em caráter provisório, de que o acolhimento supra as necessidades da criança em seu desenvolvimento biopsicossocial. Após o acolhimento, a equipe técnica emite parecer sobre a viabilidade de retorno a família de origem ou encaminhamento à adoção. No acompanhamento de famílias (acolhedoras ou adotivas) observa-se uma lacuna de instrumentos sistematizados para avaliação das condições de vínculo e acolhimento no Brasil. Nesse contexto, o presente projeto encontra-se estruturado em dois estudos. No Estudo 1 propõe-se o desenvolvimento do Inventário sobre Vínculo e Acolhimento em Nova Família (IVANF), que tem como foco a primeira infância, e a investigação de suas evidências preliminares de validade e fidedignidade, atendendo todas as diretrizes e recomendações metodológicas disponíveis na literatura atual. No estudo 2 pretende-se realizar um estudo descritivo e correlacional para mapear as práticas educativas de cerca de 100 casos de famílias (acolhedoras ou adotivas) e investigar as possíveis associações com a qualidade de vínculo e acolhimento estabelecidos. Os estudos serão desenvolvidos inicialmente em duas regiões do país. Para validação, será recolhida amostra em todo o território nacional, via aplicação online. A disponibilização de um instrumento inédito no Brasil (Estudo 1) poderá contribuir na avaliação diagnóstica de práticas de acolhimento em nosso contexto cultural (Estudo 2), o que favorece o planejamento de intervenções junto às famílias que apresentem práticas incompatíveis com as necessidades
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Verônica de Azevedo Mazza

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • resiliência de famílias de crianças com necessidades especiais no contexto da pandemia covid-19
  • O reconhecimento da resiliência familiar pode contribuir para o equilíbrio entre estresse e capacidades. Faz-se necessário refletir sobre as alterações ocasionadas pelas COVID-19. Estas mudanças conturbam a rotina e adicionam novos focos de tensionamento e estresse, em especial nas famílias de crianças autistas. Estes dois fenômenos demandam das famílias um esforço maior para acolher suas necessidades, com vistas ao suporte e promoção de seu potencial de desenvolvimento. Tem-se como questão norteadora: Como ocorreu o processo de resiliência de famílias com necessidades especiais no contexto da pandemia COVID-19? Objetivo: Analisar o processo de resiliência de famílias de crianças com necessidades especiais no contexto da pandemia COVID-19. O projeto está organizado com os subprojetos: A dinâmica das famílias de crianças com Transtorno do Espectro Autista no contexto da pandemia COVID -19; Vivência das famílias de crianças com necessidades especiais em serviços de urgência e emergência: à luz da resiliência familiar; Vivência do irmão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Método: Estudo de casos múltiplos de natureza qualitativa, descritivo e exploratório, embasado no referencial teórico de Resiliência Familiar. Realizar-se-á entre 2022 a 2024, por meio de entrevistas em ambiente virtual ou presencial, com familiares de crianças com autismo, até 10 anos. A captação nas redes sociais virtuais do Brasil e por bola de neve, com saturação teórica dos dados. Será utilizada a estratégia analítica geral e as técnicas analíticas de combinação de padrão e síntese de casos cruzados, com apoio de software. Pesquisa aprovada no Comitê de Ética em Pesquisa. . Resultados Esperados: Subsidiar o desenvolvimento do cuidado às famílias com crianças com deficiência, promover a melhoria da qualidade da atenção a estas famílias e contribuir para a implementação de políticas públicas para esta população.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Verônica de Fátima Santana

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • o efeito dos incentivos de gestores e auditores na manipulação da informação contábil
  • Não há consenso na literatura em Contabilidade e Finanças sobre o papel dos incentivos dos gestores na manipulação das demonstrações financeiras de companhias de capital aberto. Um desafio empírico neste campo de pesquisa é estabelecer explicações causais para esta relação. Este projeto tem como objetivo se aprofundar nesta questão seguindo uma abordagem de um modelo estrutural proposto por Gow et al. (2016) para analisar os incentivos dos gestores para manipular as demonstrações financeiras em conjunto com o risco reputacional dos auditores. O efeito da remuneração da administração na probabilidade de manipulação das demonstrações financeiras é um tema prolífico (Edmans & Gabaix, 2011; Healy, 1985; Jensen & Murphy, 1990a, 1990b), mas ainda controverso (Murphy, 2012) devido aos resultados mistos que têm sido encontrados (Burns & Kedia, 2006; Erickson et al., 2006, Armstrong et al., 2010). A contribuição desta pesquisa para resolver este puzzle consiste em tratar o problema através de uma abordagem estrutural que também considera os incentivos e riscos dos auditores, balanceando os custos e benefícios de ambos no processo de manipulação das demonstrações financeiras. Esta abordagem deve permitir inferir os mecanismos subjacentes que geram os mistos encontrados na literatura, ponderando os incentivos e os riscos de dois agentes. De acordo com Gow et al. (2016), este tipo de abordagem metodológica força a entender o comportamento do problema de interesse, deixando claro que tipo de dado é preciso para identificar os parâmetros, e facilita a análise do contrafactual sob condições não observadas. A pesquisa focará em uma análise de vários países incluindo dados do Brasil e de outros países emergentes, além dos EUA para fins de comparação com a literatura existente. Serão manualmente coletados dados de reapresentações de demonstrações financeiras, incentivos de gestores e opiniões de auditores de modo a estimar os parâmetros de interesse do modelo proposto.
  • Centro Universitário FECAP - SP - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica de Medeiros Alves

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • construção e validação de tecnologia educacional para identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas
  • Introdução: A automutilação é o termo utilizado para designar a pessoa que pratica o ato de se cortar em alguma parte do corpo, para obter um alívio de uma dor psíquica intensa. Este projeto está em consonância com a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, mostrando sua necessidade em realizá-lo frente a sua capacidade de resposta às lacunas de conhecimento sobre automutilação em estudantes. Objetivo: Construir e validar tecnologia educacional voltada para identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas. Métodos: Para atingir esse objetivo a metodologia proposta divide-se em 3 fases: a) reuniões com profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação para identificação das dificuldades e estratégias de identificação, abordagem e manejo dos casos de automutilação nas escolas; b) realização de revisão de escopo para buscar evidências científicas de identificação, abordagem e manejo efetivos de casos de automutilação em crianças e adolescentes nas escolas; c) criação e validação de aplicativo para orientar os professores na identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas e construção e validação da cartilha sobre enfrentamento da automutilação por estudantes. A equipe de pesquisadores é interdisciplinar, sendo composta por enfermeiras, educador físico, fisioterapeuta, psicóloga, bióloga e psiquiatra. As reuniões com profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação serão baseadas na Teoria da Mudança. As revisões de escopo seguirão o protocolo conforme o método de revisão proposto pelo Instituto Joanna Briggs. Este método permite identificar lacunas do conhecimento. O aplicativo, a cartilha e o vídeo serão elaborados mediante os resultados obtidos nas discussões com os profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação e revisão de escopo.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Gitirana Gomes Ferreira

Ciências Humanas

Educação
  • frameagap: framework de acompanhamento e gestão da aprendizagem personalizada
  • A sociedade atual tem migrado para um ensino que demanda cada vez mais atenção ao estudante. Metodologias ativas buscam um aprendizado mais efetivo à medida que o estudante é o ator principal de seu desenvolvimento, com acompanhamento personalizado pelo professor. Essa prática docente, porém, não é de fácil sistematização, de modo a ofertar um feedback efetivo a cada estudante. É nesse sentido que, cada vez mais, plataformas sociais têm sido desenvolvidas visando um acompanhamento personalizado. Muitas delas, porém, detêm-se no acompanhamento da frequência de ações dos estudantes, não no aprendizado. Nesse sentido, buscamos um modelo de conhecimento matemático que permita o acompanhamento do desenvolvimento do conhecimento do estudante, com implementação computacional. Unimos uma interface que acompanhe os desejos e as práticas docentes, aliando a uma matriz do conhecimento esperado do aluno, que permita também mapear e analisar situações a serem propostas aos estudantes, e uma matriz de avaliação de recursos de conteúdo em vídeos, softwares, textos, etc. Temos como hipótese que um modelo tomando por base a teoria dos campos conceituais desenvolvida pelo Gérard Vergnaud, associada a elementos da inteligência artificial pode nos auxiliar no desenvolvimento de tal solução. Dois estudos de mestrado foram desenvolvidos, adiantando elementos desse desenvolvimento, o primeiro com um participante sobre frações e o segundo com um grupo maior sobre cônicas. É nesse sentido que desenhamos uma pesquisa pautada no Design Experiment dos modelos a partir dos estudos já realizados, e novas etapas iterativas em outros temas da matemática: (a) Construção de bancos de conteúdos e situações de vetores e de funções. (b) Experimentação em sala de aula com acompanhamento das necessidades e desejos de alunos e professor, e (c) revisão do Framework, tanto em termos de modelos e matrizes, como em termos de modelo computacional.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025