Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

William Gaia Farias

Ciências Humanas

História
  • a política internacional e as estratégias militares relacionadas ao comércio e navegação no rio amazonas e mar do caribe (1895-1920).
  • O projeto objetiva reconstruir processos, ações e planos sobre a navegação interligada entre o Mar do Caribe e a Amazônia, considerando a política internacional, a diplomacia do governo brasileiro com diversos países em trânsito com interesses nesse contexto e os impactos no comércio no período de transformações da economia e das relações internacionais que caracterizou o auge da Era dos Impérios. O pressuposto mais importante para tal considera a navegação como um fio condutor da economia construída pela expansão industrialista e imperialista que passou a ser objeto duplo de preocupações nas relações internacionais devido os conflitos entre duas ou mais nações que poderiam afetar o comércio e o transporte marítimos e pelas possibilidades dos navios suprirem fontes de contrabando e financiamento de partes em conflito. Parte da guerra de independência de Cuba, iniciada em 1895, quando do bloqueio naval imposto pelos Estados Unidos contra a Espanha, que suscitou para a diplomacia brasileira a primeira grande discussão em torno do direito das embarcações neutras, o acesso às rotas de comércio na área e o tratamento dado pelos beligerantes aos navios brasileiros. O período estudado será até o final da Primeira Guerra Mundial, pois houve preocupações com a manutenção da neutralidade no conflito que motivaram um intenso controle à navegação e aos navios e os desdobramentos da crise dos combustíveis, com a consolidação da rota de comércio de carvão mineral entre Estados Unidos e Amazônia com entrepostos ao longo do Caribe. Considerando o recorte temporal e o pressuposto ora estabelecido, serão analisados os tratados, acordos e documentos internacionais que regulavam a navegação na região, os debates sobre condições de neutralidade e navegabilidade em conflitos, as rotas e produtos comercializados no eixo do Caribe – Amazônia, os elementos de política internacional que impactaram a navegação e o comércio, o contrabando e a vigilância de navios pela Marinha do Brasil.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

William Reis Silva

Engenharias

Engenharia Aeroespacial
  • investigação das ramificações do filtro de partículas aplicadas a sistemas dinâmicos aeroespaciais
  • Propõe-se realizar a determinação de órbita e atitude de satélites artificiais utilizando o Filtro de Soma Gaussiana (FSG), Filtro de Kalman Ensemble (FKEn) e o Filtro de Partículas H Infinito Estendido (FPHinfE) comparando os resultados obtidos com o Filtro de Kalman Unscented (FKU) e Filtro de Partículas (FP) frequentemente usado na literatura. O Filtro de Partículas (FP) padrão adota uma abordagem de estimação de força bruta estatística que muitas vezes funciona bem para problemas que são de difícil trato para o Filtro de Kalman Estendido (EKF) convencional, porém os métodos de estimação FPHinfE, resolvem o problema empobrecimento de amostra comum para o FP que causa perda de precisão no processo de estimação. A aplicação utiliza dados simulados de medidas para órbita e atitude do CBERS-4 (China Brazil Earth Resources Satellite), com modelo cinemático de atitude descrito por quatérnios sendo os sensores de atitude disponíveis são: dois DSS (Sensor Solar Digital) montados no corpo do satélite tal que fornecem uma função não linear dos ângulos de atitude roll, pitch e yaw; dois IRES (Sensores de Terra Infravermelho) que fornecem a medida direta dos ângulos de roll e pitch com certo nível de erro; e um triedro de giros mecânicos. Outra aplicação consiste em determinar a órbita do satélite Jason-2, utilizando dados GPS reais de seus receptores a bordo, o que é um problema não linear, no que diz respeito à dinâmica e às equações de observação. Os resultados podem servir como uma forma alternativa para futuras missões, com relação ao processo de estimação de órbita e atitude, tento em vista os requisitos de projeto para precisão e tempo de processamento.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

William Teixeira da Silva

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • desenvolvimento de metodologias para análise de aspectos práticos do repertório brasileiro para instrumentos acústicos e eletrônica
  • Este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de metodologias analíticas para o estudo, a execução e a criação do repertório musical brasileiro para instrumentos acústicos e meios eletrônicos. Por meio de uma pesquisa artística, todas as peças analisadas passarão pelo crivo da performance para que sejam identificadas as questões que impedem uma maior difusão do repertório da música eletroacústica mista no geral. Isso implica tanto no desenvolvimento de uma metodologia analítica que contemple a relação do performer em sua interação com a eletrônica, como também na modificação de patches e tapes existentes otimizando-os para a performance. Desse modo, espera-se contribuir para a música mista, que tem sido pesquisada mais sob o ponto de vista de sua estruturação eletrônica e suas teorias adjacentes, acrescentando assim o agenciamento da performance para seu discurso musicológico. A partir da relação entre performance musical e tecnologia, resulta-se também na democratização do acesso ao repertório e à tecnologia recente, incluindo essa interface de maneira mais efetiva nos processos educacionais, adequando-a às demandas e ao conhecimento prévio de intérpretes em formação.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Willians Lopes de Almeida

Ciências Humanas

Educação
  • a transversalidade da ciência, tecnologia e inovação: perspectivas para o desenvolvimento educacional e tecnológico do amapá.
  • O estado do Amapá apresenta localização privilegiada com uma área territorial de 142.470,762 km², de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE,2020). O estado é situado ao norte do país, parte da Amazônia Oriental, e faz fronteira com o estado do Pará, ao sul e oeste, a noroeste pelo Suriname, ao norte com a Guiana Francesa e a nordeste com o oceano Atlântico. Neste sentido, a biodiversidade da floresta local aliada às possibilidades de estudo, de contribuição científica e acadêmica e da difusão de conhecimentos somadas às tecnologias de inovação, possibilitam muitas transformações científicas capazes de desenvolver melhores tecnologias voltadas aos relacionamentos entre as comunidades e ao mundo do trabalho. Assim, em consonância com a chamada CNPq/MCTIC Nº 06/2021, a presente proposta apresenta evento referente a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) a ser realizado pelo Instituto Federal do Amapá (IFAP) com a temática “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovação: perspectivas para o desenvolvimento educacional e tecnológico do Amapá”. Com o objetivo de oportunizar reflexões e compartilhamento de estudos e experiências científicas no contexto da transversalidade, tema deste ano, o evento contará com a participação de pesquisadores, estudantes do Ensino Básico, Técnico, Tecnológico e demais cursos superiores de instituições públicas e privadas, além da comunidade em geral nos municípios do estado. Assim, estima-se que a SNCT realizada pelo IFAP venha a contribuir para o conhecimento de tecnologias atuais e, sobretudo, para o desenvolvimento de tecnologias locais com a perspectiva de alcançar a máxima interação e comunicação entre os setores de C&T do Amapá.
  • Instituto Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023