Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Thiago Gonçalves Paluma Rocha

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • as novas tecnologias e o acesso transnacional à justiça no stj
  • Na atual conjuntura, a globalização trouxe profundas transformações na sociedade, promovendo uma internacionalização da vida privada a partir das atividades humanas exercidas sob a jurisdição de diferentes Estados, aumentando a demanda dos Tribunais internos na solução de litígios entre partes sob diferentes ordens jurídicas. O Brasil possui experiência na análise de relações jurídicas internacionais, participando de diversos tratados no âmbito americano e do Mercosul sobre a cooperação interjurisdiconal. O STJ, foco da pesquisa, tem implementado mecanismos de intercâmbio capazes de difundir avanços alcançados nos últimos anos pelo Judiciário e de identificar boas práticas inovadoras que contribuirão para a atividade judiciária no país. O objetivo é promover uma ambiência para o incremento, no Brasil, de relações com elementos internacionais, a partir de um meio mais eficaz para o acesso transnacional à justiça. Como objetivos específicos: analisar novas tecnologias e suas contribuições no acesso transnacional à justiça em uma perspectiva de litígios decorrentes de relações privadas internacionais. A hipótese é contribuir para o desenvolvimento da questão no país, gerando um ambiente mais propício e seguro para a recepção de novos investimentos estrangeiros e recepção de imigrantes para o desenvolvimento de relações interpessoais e negócios, assim como de evolução na doutrina relativa ao tema. A pesquisa realizará um estudo bibliográfico e documental, a partir da análise, comparada, da normativa, doutrina e dados do STJ sobre Cartas Rogatórias e outras medidas de cooperação que envolvam o Brasil. O resultado esperado é verificar de que forma o STJ pode implementar instrumentos das novas tecnologias aplicadas ao acesso transnacional à Justiça, além de permitir o desenvolvimento de conhecimento que contribua para uma ambiência de aprofundamento e desenvolvimento de relações negociais e interpessoais internacionais que favoreçam a segurança jurídica
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Henrique Bragato Barros

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • organização e representação do conhecimento subsídios teórico-metodológicos para o desenvolvimento de recurso semânticos em skos
  • Este projeto tem por objetivo desenvolver um modelo de Metacategorias semânticas na área da Ciência da Informação para aplicação em SKOS- Simple Knowledge Organization System.Busca especificamente, Sistematizar as diferentes correntes teórica sobre relações semânticas da área de Organização do conhecimento(OC) e seus respectivos métodos na Ciência da Informação. Entende que a partir do mapeamento das relações semânticas entre os termos da Ciência da Informação, especialmente aquelas classificadas como relações associativas em SKOS será possível sistematizar Metacategorias de relações semânticas. Se utilizará do arcabouços da OC para a definição dessas categorias, partir dos tesauros já criados na plataforma THESA -Tesauro Semântico Aplicado, atualmente são mais 100 tesauros, taxonomias e redes semânticas criadas. Por intermedio de literatura também irá se possibilitar a aplicação de SOCS no contexto dos arquivos e museus, considerando que são discussões que estão acontecendo especialmente em relação aos arquivos, ou seja, a intenção é que o THESA passe a ser uma ferramenta pedagógica para o ensino de tratamento temático na area de Ciência da Informação e profissional nas bibliotecas, museus e instituições arquivísticas para o desenvolvimento de tesauros, taxonomias, glossários, redes semânticas e futuramente ontologias ampliando seu escopo de atuação e possibilidades de uso. Por fim será possível auxiliar com o desenvolvimento tecnológico na area de organização do conhecimento no Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago José de Carvalho André

Ciências Biológicas

Botânica
  • convergência em atributos florais associados à polinização de costaceae neotropicais
  • A diversificação de fenótipos é responsável pela imensa variação de formas e funções encontradas na natureza. Fenótipos similares por vezes são retidos por ancestralidade comum (homologia), porém sob um contexto filogenético comumente detectamos similaridade derivada independentemente (homoplasia), produto de evolução convergente. Assim, a análise da diversidade de fenótipos em uma abordagem macroevolutiva apresenta oportunidades para revelar as origens de traços morfológicos no contexto das funções associadas. Características genéticas, metabólicas e morfológicas associadas ao desenvolvimento floral de verticilos férteis são de extrema relevância para elucidação do fenótipo e sua relação com performance e diversificação. Esta abordagem comparativa e multidisciplinar pode trazer à luz os processos subjacentes à diversificação da morfologia floral e de recursos em relação aos seus polinizadores. A família Costaceae compreende espécies de ocorrência pantropical, que apresenta como centro de diversidade a América do Sul e Central. Embora seja consenso que a modificação dos tipos de polinização é um importante mecanismo na diversificação em Costaceae, pouco se sabe sobre as modificações envolvidas na evolução da estrutura e desenvolvimento da flor associada aos polinizadores. Além disso, o detalhamento ontogenético para os verticilos florais em Costaceae ainda são pouco conhecidos. Desse modo, este projeto se propõe a analisar a morfologia floral de espécies representativas da diversidade neotropical de Costaceae, detalhando o desenvolvimento dos verticilos florais férteis e do grão de pólen sob uma abordagem filogenética, descrever o metaboloma do néctar e a expressão gênica no botão floral, a fim de compreender o papel da convergência na diversidade estrutural e funcional em relação à polinização. Esperamos descrever os mecanismos responsáveis pela diversificação morfológica da flor em relação aos polinizadores.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Thiago José Leonardi

Ciências da Saúde

Educação Física
  • desenvolvimento de jovens atletas de futebol a longo prazo: uma abordagem interdisciplinar
  • O percurso de desenvolvimento do jovem atleta é caracterizado por um processo longo, altamente seletivo, cujas complexidades requerem uma visão multidimensional suportada em evidências científicas. Embora o futebol tenha evoluído consideravelmente no que se refere à estrutura física, formação de profissionais e informação científica em áreas correlatas, poucos centros de treinamento apresentam um processo de avaliação com visão multidisciplinar para a seleção de talentos e o desenvolvimento de atletas a longo prazo. Tal fato se reflete na ausência de critérios e referências baseados em evidências que forneçam sustentação no processo de formação esportiva, condicionando comissões técnicas a adotarem, prioritariamente, parâmetros subjetivos nas tomadas de decisão acerca do potencial futuro de rendimento dos atletas. Para dar sustentação ao processo de formação esportiva, se faz necessário uma visão interdisciplinar que considere variáveis do desempenho esportivo como crescimento e maturação, desempenho funcional e desempenho técnico-tático de jovens atletas, sobretudo considerando o contexto do treino. Portanto, o objetivo deste estudo é avaliar a importância do estágio maturacional e do treino na explicação do desenvolvimento longitudinal do desempenho funcional e tático de jovens atletas de futebol. Há estudos que evidenciam a influência da maturação na performance física e tática, mas são inexistentes os que investigam o treino como variável confundidora . O estudo prevê avaliação ao longo de três temporadas de atletas que participem de competições formais. Serão avaliadas variáveis antropométricas, taxa de produção de força, força e potência de extensores e flexores do joelho, fadiga muscular, salto com contramovimento, RAST, teste tático em campo reduzido, Yo-yo Recovery test Level 1 e serão controlados a maturação biológica, o conteúdo e a carga externa de treino. Para a análise, serão adotados múltiplos modelos de regressão alométrica hierárquicos/multinível.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Luiz de Russo

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • tecnologias para monitoramento de atividade e participação social para pessoas com doenças neurológicas: hospitalização e alta responsável.
  • Lesões neurológicas geram longos períodos de hospitalização, impactando o Sistema Único de Saúde. Por exemplo, no Brasil, as doenças cerebrovasculares, como o Acidente Vascular Cerebral, representam alta mortalidade e são a maior causa de incapacidade grave em adultos. O processo de reabilitação inicia-se no ambiente intrahospitalar, mas muitas vezes é interrompido na alta, por falta de serviços especializados. Logo as pessoas perdem janelas ótimas de recuperação funcional, limitando a realização de atividades de vida diária e restringindo sua participação social, aumentando o risco de re-hospitalização. A saúde digital apresenta potencial para o desenvolvimento de plataformas de monitoramento e interação com o usuário, a partir da combinação de aplicativos de celular e tecnologias vestíveis, como os sensores inerciais. Estes dispositivos medem de forma contínua, em tempo real, no ambiente em que o indivíduo está inserido, atividades que são realizadas. Grandes bancos de dados são gerados para a caracterização dos usuários e seus comportamentos, permitindo direcionar programas terapêuticos durante a hospitalização e no pós-alta. Contudo, a validação e interpretação dos dados gerados por sensores inerciais em populações com incapacidades físicas são desafios para a ciência de dados. O Brasil, não conta com uma plataforma de monitoramento como descrita, sendo um estudo de fronteira desenvolvido por uma equipe interdisciplinar de pesquisadores. Para tal são necessários estudos de validação e usabilidade dos usuários finais do produto. A rede brasileira de serviços hospitalares (EBSERH) é um cenário propício para o desenvolvimento de tecnologias de saúde que possam ser empregadas no Sistema Único de Saúde. Logo, este projeto tem como objetivo acompanhar pessoas com doença neurológica na fase hospitalar e no pós-alta para validar uma plataforma de monitoramento de atividade e participação social.
  • Hospital Universitário da UFSCar/Ebserh - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025