Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Weeberb João Réquia Júnior

Outra

Ciências Ambientais
  • inter-relação entre mudanças climáticas, qualidade do ar, queimadas, serviços ecossistêmicos e saúde da população brasileira
  • As condições atuais e algumas projeções indicam que o Brasil continuará tendo desafios ambientais, incluindo questões relacionadas às variações climáticas, ocorrência de queimadas, poluição atmosférica, gestão dos serviços ecossistêmicos e saúde da população. Este projeto visa o estudo da inter-relação dessas questões ambientais no Brasil. O estudo será dividido em 5 objetivos: i) Quantificar os efeitos das mudanças climáticas sobre a poluição do ar, queimadas e saúde da população no Brasil. ii) Quantificar os efeitos das queimadas na concentração de gases e partículas atmosféricas no Brasil. iii) Avaliar os impactos das variações espaço-temporais do clima, poluição do ar e queimadas na saúde da população brasileira. iv) Avaliar a relação entre serviços ecossistêmicos e clima, poluição do ar, queimadas e saúde. v) Consolidar os resultados das inter-relações entre mudanças climáticas, qualidade do ar, queimadas, serviços ecossistêmicos e saúde da população brasileira (resultados dos objetivos i, ii, iii e iv) visando a criação de indicadores ao desenvolvimento urbano sustentável para os municípios brasileiros. A proposta metodológica engloba diversos métodos quantitativos com foco em análise espaço-temporal, incluindo modelo aditivo generalizado para as análises do objetivo 1 e 2, geoestatística e Over-dispersed Poisson Regression para as análises do objetivo 3, machine learning para a análises do objetivo 4, e análise espaço-multicriterial para criação de indicadores de desenvolvimento urbano sustentável no objetivo 5. Toda a proposta metodológica já foi aplicada em estudos anteriores liderados pelo coordenador da presente proposta de pesquisa. O study design desta proposta de pesquisa está orientado para que os resultados decorrentes das abordagens quantitativas e espaço-temporais contribuam de forma efetiva com a produção e validação de indicadores de sustentabilidade urbana. Esses indicadores estão direcionados para a avaliação dos riscos de impactos climáticos relevantes para o setor ambiental, de planejamento urbano, de agricultura, de infraestrutura de transporte e de saúde pública.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 15/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Weeberb João Réquia Júnior

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • qualidade ambiental ao redor das escolas e capacidade cognitiva dos estudantes de ensino médio no brasil
  • Evidências científicas têm mostrado que crianças e adolescentes podem sofrer efeitos negativos quando expostos à baixa qualidade ambiental (ex., baixa qualidade do ar, baixa densidade de áreas verdes etc.) em diferentes locais, incluindo a qualidade ambiental ao redor das escolas. Dentre os efeitos diretos (ex., doenças cardiorrespiratórias) na saúde desse grupo populacional, um número crescente de estudos tem encontrado impactos na redução da capacidade cognitiva dos estudantes, resultando em baixo desempenho escolar. Embora muitas pesquisas já examinaram a relação entre as características ambientais ao redor das escolas e o desempenho escolar dos alunos, nenhum estudo ainda foi realizado no Brasil, com exceção de um único estudo publicado recentemente pelo coordenador deste projeto (a referência deste estudo está indicada nesta proposta de pesquisa). O objetivo deste projeto é verificar a relação entre desempenho escolar dos alunos de ensino médio e exposição ambiental ao redor das escolas brasileiras, incluindo exposição à poluição do ar, às áreas verdes, aos incêndios florestais e às variações climáticas. Seguindo o study design abordado pelos estudos epidemiológicos na literatura, neste projeto, a capacidade cognitiva dos alunos será representada pelo desempenho escolar. Especificamente, consideraremos a nota dos alunos obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Iremos acessar os microdados do Enem, que apresentam o menor nível de desagregação de dados recolhidos por meio do exame, com informações individuais a nível do aluno. Esse nível individual dos dados será um ponto positivo para a literatura internacional, pois até o momento, boa parte dos estudos foram baseados em dados a nível de escola (uma média por escola), e não a nível de estudante. Quanto aos dados de exposição, serão levantados por meio de técnicas de sensoriamento remoto. As análises desse projeto envolveram técnicas avançadas em geoestatística e bioestatística.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025