Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Wanda Maria Junqueira de Aguiar

Ciências Humanas

Educação
  • pesquisa-trans-formação e a categoria dimensão subjetiva como recursos teórico-metodológicos para apreensão e transformação da realidade educacional.
  • O que justifica a importância deste trabalho é a postura pedagógica e política de que todo ato educacional deve sempre ser mediado pelo lastro do compromisso social com a transformação da realidade. Essa intencionalidade é potencializada na parceria entre dois grupos de pesquisa que se propõem a realizar as ações aqui desenhadas: o Grupo Atividade Docente e Subjetividade da PUC-SP e o Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias da UNITAU. O Posicionamento Ativista Transformador, a Psicologia Sócio-Histórica e a Pedagogia Histórico-Crítica possibilitam a compreensão da realidade como dialética e historicamente constituída. Partindo desse referencial, apresentamos a questão central desta pesquisa: a utilização da categoria Dimensão Subjetiva permite maior visibilidade aos aspectos de natureza subjetiva, constituídos pelos sujeitos, individual e coletivamente, na dinâmica da sociedade? Como se dá este processo? A compreensão desta dimensão subjetiva constitutiva da realidade objetiva, poderá criar melhores condições de apreensão da realidade em tela e, assim, da produção de formas mais adequadas para transformá-la? Utilizamos os recursos teórico-metodológicos propostos pela Pesquisa-Trans-Formação para orientar e fundamentar nossa pesquisa, para tanto são planejados dois momentos: 1) constituição de situações de formação, em um processo colaborativo e crítico, por meio da organização de grupos de reflexão sobre temas considerados relevantes pelos educadores, 2) análise e interpretação das informações produzidas nos grupos por meio do procedimento Núcleos de Significação. Pretendemos, portanto, contribuir para o aprofundamento teórico da categoria Dimensão Subjetiva e da proposta de Pesquisa-Trans-Formação, envolvendo os pesquisadores e instituições participantes em redes colaborativas para implementar novas propostas na interface ensino, pesquisa e extensão no campo educacional brasileiro.
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - SP - Brasil
  • 29/09/2022-30/09/2025
Foto de perfil

Wanderleia Quinhoneiro Blasca

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • interfaces digitais na saúde auditiva do idoso – um projeto multicentrico entre brasil e canadá
  • O Brasil está passando por uma transição demográfica caracterizada pelo aumento da população idosa. Nesse contexto, o sistema de saúde brasileiro precisa estar preparado para atender essa nova população. O envelhecimento é um processo progressivo, degenerativo e inevitável, compreendendo uma série de mudanças fisiológicas. A perda auditiva é uma dessas mudanças que, por vezes, gera dificuldades na comunicação do idoso, resultando no seu isolamento social. O Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) torna-se um importante auxiliar para a ressocialização dos idosos. Para tanto, se faz necessário um trabalho efetivo de orientação e aconselhamento, além do envolvimento do paciente e sua família em todo o processo. Sendo assim, foi realizada uma revisão sistemática de literatura para melhor compreensão dos motivos que levam a população idosa com perda auditiva a não aderirem ao tratamento. Os resultados demonstraram: a dificuldade de uso e manuseio, a falta de orientação adequada por parte dos profissionais, e a falta de uma rede de apoio, constituída pela família, amigos e cuidadores. Desta forma, esse projeto tem como objetivo criar uma interface digital, para dispositivos móveis, com um programa de treinamento para orientação e aconselhamento sobre o processo de reabilitação auditiva do idoso e analisar sua efetividade na qualidade de vida do indivíduo. O projeto será realizado em parceria com o Laboratório de Audição e Envelhecimento do Centro de Pesquisa do Instituto Universitário de Geriatria de Montreal - Centre de Recherche de l'institute universitaire de gériatrie de Montréal – CRIUGM (Canadá), abarcando a experiência desses centros de pesquisa na área do envelhecimento. O trabalho contemplará as etapas de criação da interface digital; a etapa de avaliação, primeiramente sendo realizada por pares e, posteriormente, pelos indivíduos idosos com deficiência auditiva e parceiros de comunicação, como também, desenvolvimento e avaliação na língua inglesa.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025