Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Wesley Klewerton Guêz Assunção

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • extração de linhas de produtos de software a partir de produtos variantes em empresas de software de pequeno e médio porte
  • O reúso de software é uma técnica fundamental para construções de novos produtos. Nesta estratégia, artefatos já desenvolvidos são a base para o desenvolvimento de novos artefatos. Geralmente o reúso é aplicado por meio de uma abordagem oportunista, aonde os artefatos são simplesmente copiados/clonados e então modificados/adaptados para construir o produto desejado. Contudo, a abordagem oportunista gera problemas técnicos relacionados a manutenção e evolução de um portfólio com muitos produtos. Para contornar este problema, existem as estratégias de reúso sistemático, como por exemplo, as Linhas de Produtos de Software (LPSs). Em uma LPS, uma infra-estrutura comum é utilizada em vários produtos e somente as diferenças são implementas. Esta centralização de artefatos sistematiza o reúso e evita problemas técnicos de manutenção e evolução. Apesar dos benefícios, as LPSs são pouco utilizadas em empresas de pequeno e médio porte. Além disso, as técnicas existentes para extração de LPSs a partir de produtos variantes desenvolvidos de forma oportunista não consideram as limitação de recursos humanos, financeiros, e necessidade específicas de empresas de pequeno e médio porte. Com foco neste cenário, este projeto de pesquisa visa a definição de um processo e a construção de uma ferramenta para auxiliar pequenas e médias empresas alcançar o reúso sistemático utilizando seus produtos já existente.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Wesley Nunes Gonçalves

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • inteligência artificial aplicada no monitoramento de impactos causados pelas secas e cheias extremas no pantanal
  • Eventos extremos de seca vêm se intensificando nos últimos anos no Pantanal, causando incêndios que geram perdas significativas para a biodiversidade, serviços ecossistêmicos e população. Assim, é necessário o desenvolvimento de soluções que possibilitem o monitoramento desses eventos e dos seus impactos. Não existe mapeamento detalhado da infraestrutura do Pantanal, dificultando o combate destes eventos e o resgate da população exposta à estas situações. Pretendemos desenvolver soluções inovadoras baseadas em aprendizado profundo para o mapeamento e monitoramento dos impactos causados pelas secas e cheias extremas no Pantanal. Pretende-se: (a) monitorar os focos de incêndio ativos e áreas queimadas usando imagens orbitais com alta e média resolução espacial; (b) monitorar os recursos hídricos; (c) mapear a infraestrutura do Pantanal. Serão propostos métodos novos de segmentação (áreas queimadas, vegetação e estradas) e detecção de objetos (edificações, estradas, pontes e focos de incêndio ativos). Serão desenvolvidos modelos baseados em gaussianas para a detecção de pontos e retângulos envolventes (edificações, focos ativos, etc) e retas (estradas). Na segmentação serão propostos métodos fracamente supervisionados (poucas anotações e anotações esparsas), e também métodos que considerem o desbalanceamento entre as classes. Serão desenvolvidos métodos de adaptação de domínio para lidar com grandes áreas e imagens de múltiplos sensores. Os dados gerados serão de livre acesso e integrados ao planejamento territorial visando mitigação e adaptação aos eventos extremos e serão disponibilizados aos gestores públicos e salas de situação envolvidas. O presente projeto complementa grandes programas em andamento, como a Rede Pantanal (MCTI), coordenado por membros da equipe, que garantirá que várias iniciativas se beneficiem dos produtos gerados, otimizando tempo, recursos públicos e promovendo maior integração entre redes de pesquisa no Brasil.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Wesley Ricardo de Souza Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • o papel da green human resource management e da manufatura enxuta para a performance ambiental de empresas do agronegócio de mato grosso do sul
  • O objetivo desta pesquisa consiste em verificar se a Green Human Resource Management (GHRM) depende da Manufatura enxuta (LM) para a melhoria do desempenho ambiental (EP) em uma amostra de empresas ligadas ao Agronegócio do Estado de Mato Grosso do Sul, que é uma grande referência no Agronegócio, pela sua produtividade e tecnologias utilizadas. Como pano de fundo teórico, a fundamentação abordará sobre as teorias gestão de recursos humanos verdes, manufatura enxuta e desempenho ambiental. Para atender ao objetivo principal e os específicos, serão realizados estudos de casos e um survey, junto a uma amostra de empresas do Agronegócio localizadas no Estado de Mato Grosso do Sul. A amostra será calculada utilizando o software G-Power. Os respondentes-chaves serão os gestores de produção, pois a produção/operação é responsável pela maior parte dos impactos ambientais em razão dos recursos naturais utilizado nos processos e que tem efeitos ambientais significativos, além disso os gestores de produção são gestores de linha que aplicam as práticas de recursos humanos na área de fabricação, mas também, poderá ser respondente o gerente geral e/ou responsável pela empresa, desde que possua amplo conhecimento sobre a gestão da empresa e seus processos. Em relação aos resultados, espera-se: (a) validar empiricamente o modelo conceitual proposto; (b) o desenvolver alguns artigos para apresentação dos resultados desse projeto; (c) estabelecer parcerias para fortalecimento do grupo de pesquisa e ampliação da rede de pesquisadores (d) demonstrar aos gestores empresariais que a utilização de práticas de Green Human Resource Management e da manufatura enxuta pode contribuir para a melhoria do desempenho ambiental promovendo vantagens competitivas sustentáveis das empresas do agronegócio do Estado de Mato Grosso do Sul.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025