Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tais Hanae Kasai Brunswick

Ciências Biológicas

Genética
  • cardiomiopatia induzida por antraciclinas: a utilização de células-tronco de pluripotência induzida na busca de preditores de suscetibilidade
  • Antraciclinas são quimioterápicos largamente utilizados para o tratamento de tumores hematológicos e sólidos dada a sua alta eficácia terapêutica. Devido a doses cumulativas, cerca de 10% dos pacientes tratados desenvolvem cardiomiopatias induzidas por antraciclinas (CIA), que se manifestam desde arritmias à falência cardíaca. Estudos sugerem que os perfis de sensibilidade ou resistência à CIA possuem componentes genéticos ainda não elucidados. Nosso grupo hipotetiza que as células-tronco de pluripotência induzida (iPS), ao preservarem o repertório genético do doador, permitirão estudar mecanismos celulares e moleculares relacionados às variantes gênicas encontradas nestas populações, utilizando cardiomiócitos derivados de iPS (CM-iPS) oriundos de pacientes sensíveis e resistentes. Assim, o objetivo deste projeto será mimetizar in vitro os fenótipos de sensibilidade e resistência à CIA utilizando CM-iPS e buscar marcadores genéticos preditivos do desenvolvimento da doença que possam auxiliar na estratificação entre pacientes sensíveis e resistentes à CIA. Serão utilizados CM-iPS obtidos de pacientes tratados com doses cumulativas de antraciclinas de no mímimo 200mg/m2 que desenvolveram CIA, pacientes sensíveis (PS), e de pacientes que não a desenvolveram, resistentes (PR). Estas células serão tratadas com 5µM de doxorrubicina para avaliar a reprodução dos fenótipos de PS e de PR avaliando a viabilidade celular, quebras da fita dupla de DNA, estresse oxidativo, expressão de topoisomerases, perfil eletrofisiológico, proteoma e metaboloma. Os exomas dos pacientes (PS e PR) serão sequenciados por NGS buscando encontrar variantes genéticas que possam ser identificadas como marcadores preditivos da CIA.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Taísa Manuela Bonfim Machado Lopes

Ciências Biológicas

Genética
  • análise de haplótipos e desequilíbrio de ligação em genes de susceptibilidade ao câncer hereditário em pacientes portadores de mutação patogênicas do estado da bahia
  • A predisposição hereditária para neoplasias malignas tem sido assunto de estudo há várias décadas. A associação de mutações no gene BRCA1 e predisposição ao câncer de mama e ovário representou um grande salto de conhecimento sobre a relevância da genética na oncologia. Como as predisposições genéticas variam de acordo com a etnia e localização geográfica, vários estudos tem relatado variantes fundadoras em diferentes genes. A análise de haplótipos oferece a possibilidade de discriminar entre uma variante originada de um único evento de mutação (mutação fundadora) e uma variante que resulta de um evento de mutação independente. Uma mutação recorrente é a primeira indicação de que estamos à frente de uma mutação fundadora, mas nem todos os portadores dessas variantes patogênicas devem compartilhar um ancestral comum, o que significa que nem todas as mutações recorrentes são fundadoras. Destacamos que população da Bahia é conhecidamente formada por diferentes populações ancestrais o que pode ter conduzido a um aumento da frequência de mutações fundadoras específicas nesse grupo. O fato é que estudos genômicos com haplótipos podem conduzir a identificação de genes associados com características de interesse clínico de forma mais direta e simplificada, uma vez que a identificação de um marcador polimórfico pode implicar na presença do outro. O foco do presente estudo é identificar o perfil dos marcadores genéticos polimórficos que compõem os haplótipos em pacientes da população da Bahia que apresentam mutações recorrentes em genes de susceptibilidade a câncer hereditário e, por meio dessa análise, definir a origem comum dessas mutações patogênicas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Takeshi Kodama

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • física nuclear e aplicações
  • A Física Nuclear se caracteriza como um importante campo de pesquisa, que propicia informações fundamentais no entendimento da natureza, com grande relevância para o conhecimento e compreensão do mundo em que vivemos. Esta ciência tem como objetivo a investigação da origem, evolução, estrutura, mecanismos de reação e fases da matéria nuclear de interação forte. Questões fundamentais em aberto levaram a Física Nuclear a ampliar seus horizontes e hoje seu alcance se estende desde as partículas mais fundamentais, como os quarks e glúons, até a dinâmica da transição de fase associada ao Big-Bang do universo. Essa abrangência da física nuclear resulta em uma grande variedade de aplicações interdisciplinares. A energia nuclear é uma componente fundamental da política energética. O desenvolvimento de novos conceitos em reatores de fissão poderá resultar em reatores mais eficientes e seguros. Técnicas nucleares vêm sendo largamente aplicadas em diagnóstico e tratamento de doenças, por meio da radiologia diagnóstica, radioterapia, hádronterapia e medicina nuclear. Detectores de partículas, largamente utilizados em medidas de reações nucleares são hoje adaptados e utilizados em dosimetria e substituem antigos métodos de imagens. Indústrias possuem grande interesse em colaborações com desenvolvimento de instrumentação nuclear, em particular, no desenvolvimento de detectores de partículas/radiação e de eletrônica. Além disso, o desenvolvimento da pesquisa em Física Nuclear, por meio de novas e sofisticadas técnicas experimentais, também propicia o desenvolvimento de inovações tecnológicas não propriamente na área de Física Nuclear. Assim, inovações em tecnologia do vácuo, em criogenia, informática em sistemas de aquisição de dados etc, muitas vezes decorrem da pesquisa em física nuclear. Na agricultura, novas variedades de plantas com características melhoradas vêm sendo criadas por meio do processo de mutação induzida pela radiação. Outra importante área de aplicação de Física Nuclear é na investigação de danos de radiação em satélites, importantíssima na área de telecomunicações. Irradiação de materiais por feixes de íons provenientes de aceleradores vem sendo utilizada para estudar o efeito de radiação ionizante sobre delicados circuitos eletrônicos. Na indústria de petróleo, estratégica para o desenvolvimento nacional, técnicas nucleares com espectrometria de massa com aceleradores (AMS) são utilizadas para a caracterização de biodiesel e estudos de estabilidade do fundo oceânico. Outra importante aplicação da técnica de AMS encontra-se na investigação de mudanças climáticas modernas. Cabe ressaltar a importância emergente de aplicações nucleares e de radiação em nanotecnologias, tais como nanoeletronica. Como exemplos: espalhamento de nêutrons a pequenos ângulos para a caracterização de nano-estruturas, nano-dosimetria para braquioterapia induzida por partículas carregadas pesadas, irradiação de feixes de elétrons para a formação de nano-gel e endurecimento de nano-tubos, irradiação gama para o controle do tamanho de nano-partículas. Na área de fármacos, para a investigação e produção de novos medicamentos, a fase zero de microdosagem é crucial para o desenvolvimento das pesquisas. Para tal a técnica analítica ideal é AMS, por ser capaz de rastrear uma partícula em 10 a 15. A formação de recursos humanos na área de física nuclear é de grande importância para que o país continue a dominar a tecnologia. Assim sendo, a parte educacional desempenha um papel importantíssimo dentro das atividades em física nuclear. Os estudantes trabalhando em laboratórios instalados em universidades, além de estarem em contato com atividades intelectuais diversas em física geral, participam também de um conjunto extenso de atividades particulares da física nuclear. Estes se envolvem, entre outras coisas, no projeto, construção e manutenção de equipamentos experimentais sofisticados, além de utilizá-los para a pesquisa, tendo contato com a tomada de dados experimentais e interpretação dos resultados. A excelente formação adquirida com essas atividades garante a geração dos futuros líderes das ciências nucleares e de outras atividades de importância para o desenvolvimento tecnológico. A disseminação dos conhecimentos da área e suas aplicações junto ao público em geral é outra grande preocupação da comunidade de Física Nuclear. As técnicas teóricas desenvolvidas pela comunidade internacional de física nuclear foram bastante importantes no desenvolvimento de outras áreas de física como atomica, mesoscópica e nanoscópicas. A presente proposta trata da formação de um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Física Nuclear e Aplicações (INCT-FNA). Esta importante área da ciência e tecnologia não dispõe até o momento de um INCT. A aprovação do presente projeto terá grande repercussão no desenvolvimento no Brasil de pesquisas básicas na fronteira do conhecimento científico atual, além de possibilitar o desenvolvimento de tecnologias em diversas áreas e com aplicações em vários outros ramos da ciência, fora da física. Com a criação do INCT nesta área, pretendemos atuar de forma mais coordenada do que vem sendo feito até então, aumentando a interação entre os grupos e entre físicos teóricos e experimentais, trabalhando em física básica e aplicada, desta forma gerando avanços qualitativos importantes, que devem contribuir não somente para contribuições na fronteira do conhecimento, mas também gerando novos produtos e tecnologia que devem beneficiar a sociedade. Com os recursos previstos neste edital, esperamos manter e modernizar os laboratórios já consolidados e ainda criar ou dar grande impulso a novos laboratórios, particularmente na região Nordeste. Prevemos, portanto, forte evolução do ponto de vista da pesquisa experimental e tecnológica nesta área.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Talita Fernanda das Graças Silva

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • urbanização e mudanças climáticas: avaliação de impactos e estratégias de adaptação para bacias e reservatórios urbanos
  • Reservatórios em centros urbanos desempenham funções muito importantes, que contribuem para a sustentabilidade e qualidade de vida nas cidades. Atividades antrópicas desenvolvidas nas bacias de drenagem desses ambientes têm acarretado problemas de assoreamento, eutrofização, perda de biodiversidade e degradação da qualidade de suas águas. Alterações climáticas, por sua vez, impactam variáveis meteorológicas modificando fluxos de massa e energia entre o corpo d’água, a atmosfera e a bacia de drenagem. Por reagirem rapidamente a mudanças meteorológicas e à entrada das vazões afluentes, esses ambientes de pequeno a médio porte com tempo de detenção hidráulica reduzido são particularmente vulneráveis às mudanças que ocorrem em suas bacias hidrográficas, concentrando fluxos de água, sedimentos, nutrientes, e poluentes orgânicos e inorgânicos que se acumulam e podem induzir respostas variadas do ecossistema ao longo de diferentes escalas temporais. Essa pesquisa se propõe a avaliar os impactos da urbanização e de mudanças climáticas sobre um reservatório urbano e investigar estratégias de mitigação baseadas na implementação de infraestrutura verde e azul em sua bacia hidrográfica. A hipótese norteadora deste estudo é de que, por meio de uma abordagem que integra modelagem e monitoramento da bacia hidrográfica e do reservatório, cenários de mudanças climáticas e técnicas estatísticas para avaliação de tendências temporais, é possível ampliar o conhecimento sobre a vulnerabilidade desses ambientes lênticos, bem como estabelecer estratégias de adaptação e mitigação dos impactos, muitas vezes sinérgicos, decorrentes das mudanças climáticas e da urbanização. Este projeto tem como estudo de caso a Lagoa da Pampulha (Belo Horizonte, MG) e sua bacia hidrográfica, e dá continuidade às atividades desenvolvidas pelos integrantes da equipe no monitoramento e modelagem do reservatório, da bacia hidrográfica e de infraestruturas verde e azul instaladas em escala piloto no município.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tamara Tania Cohen Egler

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • inovação, redes sociotécnicas e mutações espaciais.
  • O desafio do projeto é examinar os resultados decorrentes das inovações que, permitindo a formação de redes sociotécnicas, transformam o exercício da democracia, a vida cotidiana e o exercício do poder sobre o território. Para tal, devemos identificar as alterações que se verificam nas relações espaço-temporais, atentando para as corporações de tecnologia (big tech) e a criação, desenvolvimento e gestão de suas plataformas, bem como para a extração e manipulação de dados e os interesses econômicos, políticos e sociais envolvidos nesse processo. As plataformas desenvolvidas pelas corporações tecnológicas, conhecidas por GAFAS (Google, Amazon, Facebook, Apple), assim como os dispositivos tecnológicos urbanos, refletem novas formas de acumulação do capital, ancoradas no desenvolvimento da inovação tecnológica e na ciência dos dados. O que exige um foco da pesquisa sobre os atores envolvidos e suas estratégias. Trata-se de observar como o processo de digitalização do espaço e a ascendência dos dados sobre as subjetividades coletivas, cria formas inovadoras de produção, circulação, troca e consumo de mercadorias. O que desemboca em um amplo processo de dominação econômica e política. Podemos estruturar o projeto em dois eixos. O primeiro tem por objetivo observar os resultados da inovação na formação de redes sociotécnicas, ou seja, o conjunto de atores e dispositivos alinhados em torno de um quadro de interesse comum. O segundo eixo visa examinar como a inovação nas políticas urbanas e a presença de tecnologias no espaço transformam a gestão e os serviços urbanos, e como se produzem transformações do poder sobre o território. Ao fundir política, economia e sociologia em um mesmo espaço em que se sobrepõem vitalidades e virtualidades, a inovação tecnológica demanda o surgimento de uma epistemologia interdisciplinar. Do ponto de vista metodológico, será realiza a análise de redes, análise textual e análise crítica do discurso.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 14/04/2022-30/04/2025