Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Wanderley de Souza

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • biologia celular de protozoãrios patogënicos
  • Neste projeto um grupo de pesquisadores (10 doutores com vínculo, 11 doutores bolsistas, 5 doutorandos, 4 mestrados, e 10 estagiários de IC) pertencentes a 3 instituições localizadas no estado do Rio de Janeiro, que têm atuado na área da biologia celular de protozoários patogênicos (T. cruzi, Leishmania amazonenses, T. gondii, Plasmodium sp., G. intestinalis, T. vaginalis e T. foetus) usando modernas técnicas microscópicas para o estudo da organização estrutural desses protozoários. Esta proposta se propõe a utilizar técnicas bioquímicas e moleculares (eletroforese uni e bidimensional, proteômica e localização de proteínas por métodos imunocitoquímicos), associadas a técnicas microscópicas, que permitem analisar o papel estrutural e funcional de proteínas específicas em aspectos tais como (a) a biogênese e a manutenção de determinadas estruturas que constituem o citoesqueleto dos protozoários, (b) a associação entre proteínas para a organização de estruturas mais complexas, e (c) o papel funcional de cada proteína. Também utilizaremos técnicas que permitem interferir na síntese de proteínas pré-selecionadas, usando RNA de interferência (RNAi) e CRISPR-Cas9. As proteínas-alvo serão localizadas seja por métodos imunocitoquímicos de alta resolução ou por etiqueta proteica. As consequências do bloqueio da síntese de determinadas proteínas na organização estrutural do patógeno e as alterações funcionais advindas, incluindo a capacidade do protozoário interagir com células do hospedeiro, serão analisadas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 26/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wanderley Rodrigues Bastos

Outra

Ciências Ambientais
  • projetando os impactos dos eventos climáticos e mudanças no uso e ocupação do solo na (re) mobilização de poluentes e produtos de combustão em ecossistemas aquáticos da amazônia ocidental
  • O clima sempre foi dinâmico ao longo da história geológica da Terra, no entanto as modificações do clima promovida pelo homem vem resultando em efeitos complexos nos compartimentos biogeoquímicos dos diversos ecossistemas da Terra. Os efeitos sinérgicos das atividades antrópicas e naturais afetam os processos de mobilização, transporte e acúmulo de diversos poluentes com consequências ecológicas para os ecossistemas aquáticos para além dos limites da bacia hidrográfica. Neste contexto, a presente proposta busca estudar as principais bacias hidrográficas do estado de Rondônia para compreender a dinâmica dos elementos-traço, nutrientes, resíduos incompletos de combustão e microplástico, a partir da reconstrução de ambientes deposicionais de lagos (geocronologia). Os sedimentos dos lagos atuam como integradores do ambiente aquático podendo, portanto, responder às variações ambientais e climáticas. Os dados da geocronologia serão associados com as emissões de carbono pirogênico como indicador do processo de uso e ocupação dos solos a partir do desmatamento seguido da queima da vegetação. Assim, entre os resultados esperados destacam-se o estabelecimento dos processos antrópicos e dinâmicas naturais que contribuem para histórico da poluição ambiental no Antropoceno a partir de estudos geocronológicos e indicadores moleculares; identificação das contribuições relativas de queima de biomassa e de combustíveis fósseis; avaliação do acúmulo de resíduos de combustão (carbono pirogênico) em ambientes aquáticos será usado como um proxy para avaliar a exposição da população à presença de tais partículas na atmosfera, cuja inalação reconhecidamente pode causar danos respiratórios e cardiovasculares em humanos. Pretende-se ainda, pela interação dos pesquisadores da UNIR com os pesquisadores do projeto de outras instituições, fortalecer a pesquisa e a pós-graduação nesta Instituição, e formar recursos humanos especializados bastante carente na região.
  • Universidade Federal de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wanderli Pedro Tadei

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • potencial químico e biológico de bacillus spp., isolados de diferentes ecossistemas da amazônia brasileira: bioprospecção para produção de moléculas de bioativas
  • A Amazônia brasileira possui a maior bacia de água doce do mundo e também a maior floresta tropical, sendo considerado o maior reservatório de biodiversidade do planeta, incluindo organismos superiores e microrganismos. Apesar de vários estudos nestas últimas décadas a respeito da microbiota local, pouco se conhece sobre sua biodiversidade microbiana, funções ecológicas e sua própria extinção. O gênero Bacillus é representado por bactérias onipresentes em diferentes ambientes como solos, plantas, águas e vivendo como simbiontes em insetos. Este gênero, nestas últimas décadas tem chamado bastante atenção, devido ao uso em diversos processos biotecnológicos, farmacêuticos, industriais, como por exemplo, no controle biológico de diversas ordens de insetos (Diptera, Coleoptera e Lepidoptera) vetores de doenças e pragas agrícolas. Outra aplicabilidade está relacionada ao controle agrícola de bactérias, fungos e nematoides patogênicos às plantas e, também, na biorremediação de ambientes contaminados. Além disso, na produção de diversas classes de antibióticos ativos contra cepas patogênicas de importância médica. Estas bactérias secretam e excretam diversas moléculas como proteínas inseticidas, enzimas hidrolíticas, peptídeos não ribossomais e outros metabolitos secundários com funções específicas contra agentes vetores de patógenos. Dada à alta aplicabilidade deste grupo de bactérias, tornam-se necessários estudos sobre o conhecimento da diversidade, relações ecológicas e filogenéticas, ainda pouco conhecidas ou não estudadas. Considerando a diversidade microbiana da Amazônia, são escassos os estudos sobre a diversidade de Bacillus spp., isolados de ambientes tropicais, principalmente relacionado aos diferentes nichos ecológicos da Amazônia como mata de terra firme, várzea e igapó. Estudos e pesquisas sobre os perfis genômicos, proteômicos e metabólicos de linhagens de Bacillus spp., demonstraram que estas bactérias possuem um grande potencial para produzir uma variedade de metabolitos bioativos de interesse biotecnológico. Com o avanço das ciências aliadas às novas ferramentas moleculares é possível identificar de forma correta os microrganismos e conhecer seu potencial químico e genético. Estudos de genômica associados com o perfil dos metabolitos das bactérias trouxeram grandes impactos para estudos de taxonomia e identificação de moléculas inéditas. Portanto, conhecer a diversidade de bactérias, do gênero Bacillus, isoladas dos ecossistemas de mata de terra firme, várzea e igapó, analisando os seguintes conteúdos moleculares: genômico, proteômico e metabolômico são os principais objetivos deste projeto, de caráter inovador, assim como tentar detectar novas moléculas com potencial biológico para o controle de vetores de doenças tropicais e moléculas com atividades antimicrobianas.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 01/03/2022-28/02/2023