Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Thiago Henrique Bragato Barros

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • organização e representação do conhecimento subsídios teórico-metodológicos para o desenvolvimento de recurso semânticos em skos
  • Este projeto tem por objetivo desenvolver um modelo de Metacategorias semânticas na área da Ciência da Informação para aplicação em SKOS- Simple Knowledge Organization System.Busca especificamente, Sistematizar as diferentes correntes teórica sobre relações semânticas da área de Organização do conhecimento(OC) e seus respectivos métodos na Ciência da Informação. Entende que a partir do mapeamento das relações semânticas entre os termos da Ciência da Informação, especialmente aquelas classificadas como relações associativas em SKOS será possível sistematizar Metacategorias de relações semânticas. Se utilizará do arcabouços da OC para a definição dessas categorias, partir dos tesauros já criados na plataforma THESA -Tesauro Semântico Aplicado, atualmente são mais 100 tesauros, taxonomias e redes semânticas criadas. Por intermedio de literatura também irá se possibilitar a aplicação de SOCS no contexto dos arquivos e museus, considerando que são discussões que estão acontecendo especialmente em relação aos arquivos, ou seja, a intenção é que o THESA passe a ser uma ferramenta pedagógica para o ensino de tratamento temático na area de Ciência da Informação e profissional nas bibliotecas, museus e instituições arquivísticas para o desenvolvimento de tesauros, taxonomias, glossários, redes semânticas e futuramente ontologias ampliando seu escopo de atuação e possibilidades de uso. Por fim será possível auxiliar com o desenvolvimento tecnológico na area de organização do conhecimento no Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago José de Carvalho André

Ciências Biológicas

Botânica
  • convergência em atributos florais associados à polinização de costaceae neotropicais
  • A diversificação de fenótipos é responsável pela imensa variação de formas e funções encontradas na natureza. Fenótipos similares por vezes são retidos por ancestralidade comum (homologia), porém sob um contexto filogenético comumente detectamos similaridade derivada independentemente (homoplasia), produto de evolução convergente. Assim, a análise da diversidade de fenótipos em uma abordagem macroevolutiva apresenta oportunidades para revelar as origens de traços morfológicos no contexto das funções associadas. Características genéticas, metabólicas e morfológicas associadas ao desenvolvimento floral de verticilos férteis são de extrema relevância para elucidação do fenótipo e sua relação com performance e diversificação. Esta abordagem comparativa e multidisciplinar pode trazer à luz os processos subjacentes à diversificação da morfologia floral e de recursos em relação aos seus polinizadores. A família Costaceae compreende espécies de ocorrência pantropical, que apresenta como centro de diversidade a América do Sul e Central. Embora seja consenso que a modificação dos tipos de polinização é um importante mecanismo na diversificação em Costaceae, pouco se sabe sobre as modificações envolvidas na evolução da estrutura e desenvolvimento da flor associada aos polinizadores. Além disso, o detalhamento ontogenético para os verticilos florais em Costaceae ainda são pouco conhecidos. Desse modo, este projeto se propõe a analisar a morfologia floral de espécies representativas da diversidade neotropical de Costaceae, detalhando o desenvolvimento dos verticilos florais férteis e do grão de pólen sob uma abordagem filogenética, descrever o metaboloma do néctar e a expressão gênica no botão floral, a fim de compreender o papel da convergência na diversidade estrutural e funcional em relação à polinização. Esperamos descrever os mecanismos responsáveis pela diversificação morfológica da flor em relação aos polinizadores.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Thiago José Leonardi

Ciências da Saúde

Educação Física
  • desenvolvimento de jovens atletas de futebol a longo prazo: uma abordagem interdisciplinar
  • O percurso de desenvolvimento do jovem atleta é caracterizado por um processo longo, altamente seletivo, cujas complexidades requerem uma visão multidimensional suportada em evidências científicas. Embora o futebol tenha evoluído consideravelmente no que se refere à estrutura física, formação de profissionais e informação científica em áreas correlatas, poucos centros de treinamento apresentam um processo de avaliação com visão multidisciplinar para a seleção de talentos e o desenvolvimento de atletas a longo prazo. Tal fato se reflete na ausência de critérios e referências baseados em evidências que forneçam sustentação no processo de formação esportiva, condicionando comissões técnicas a adotarem, prioritariamente, parâmetros subjetivos nas tomadas de decisão acerca do potencial futuro de rendimento dos atletas. Para dar sustentação ao processo de formação esportiva, se faz necessário uma visão interdisciplinar que considere variáveis do desempenho esportivo como crescimento e maturação, desempenho funcional e desempenho técnico-tático de jovens atletas, sobretudo considerando o contexto do treino. Portanto, o objetivo deste estudo é avaliar a importância do estágio maturacional e do treino na explicação do desenvolvimento longitudinal do desempenho funcional e tático de jovens atletas de futebol. Há estudos que evidenciam a influência da maturação na performance física e tática, mas são inexistentes os que investigam o treino como variável confundidora . O estudo prevê avaliação ao longo de três temporadas de atletas que participem de competições formais. Serão avaliadas variáveis antropométricas, taxa de produção de força, força e potência de extensores e flexores do joelho, fadiga muscular, salto com contramovimento, RAST, teste tático em campo reduzido, Yo-yo Recovery test Level 1 e serão controlados a maturação biológica, o conteúdo e a carga externa de treino. Para a análise, serão adotados múltiplos modelos de regressão alométrica hierárquicos/multinível.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Luiz de Russo

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • tecnologias para monitoramento de atividade e participação social para pessoas com doenças neurológicas: hospitalização e alta responsável.
  • Lesões neurológicas geram longos períodos de hospitalização, impactando o Sistema Único de Saúde. Por exemplo, no Brasil, as doenças cerebrovasculares, como o Acidente Vascular Cerebral, representam alta mortalidade e são a maior causa de incapacidade grave em adultos. O processo de reabilitação inicia-se no ambiente intrahospitalar, mas muitas vezes é interrompido na alta, por falta de serviços especializados. Logo as pessoas perdem janelas ótimas de recuperação funcional, limitando a realização de atividades de vida diária e restringindo sua participação social, aumentando o risco de re-hospitalização. A saúde digital apresenta potencial para o desenvolvimento de plataformas de monitoramento e interação com o usuário, a partir da combinação de aplicativos de celular e tecnologias vestíveis, como os sensores inerciais. Estes dispositivos medem de forma contínua, em tempo real, no ambiente em que o indivíduo está inserido, atividades que são realizadas. Grandes bancos de dados são gerados para a caracterização dos usuários e seus comportamentos, permitindo direcionar programas terapêuticos durante a hospitalização e no pós-alta. Contudo, a validação e interpretação dos dados gerados por sensores inerciais em populações com incapacidades físicas são desafios para a ciência de dados. O Brasil, não conta com uma plataforma de monitoramento como descrita, sendo um estudo de fronteira desenvolvido por uma equipe interdisciplinar de pesquisadores. Para tal são necessários estudos de validação e usabilidade dos usuários finais do produto. A rede brasileira de serviços hospitalares (EBSERH) é um cenário propício para o desenvolvimento de tecnologias de saúde que possam ser empregadas no Sistema Único de Saúde. Logo, este projeto tem como objetivo acompanhar pessoas com doença neurológica na fase hospitalar e no pós-alta para validar uma plataforma de monitoramento de atividade e participação social.
  • Hospital Universitário da UFSCar/Ebserh - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Machado Ardenghi

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência do capital social nas condições de saúde bucal em crianças: uma coorte de 12 anos
  • A literatura reconhece que as doenças bucais são determinadas por fatores individuais e contextuais. Dentre esses fatores, encontra-se o capital social, destacado como um dos principais determinantes da saúde na estrutura conceitual dos determinantes sociais da Organização Mundial da Saúde. O capital social pode ser entendido como os recursos que evoluem em redes sociais acessíveis ou em estruturas sociais caracterizadas pela confiança mútua. Muitos estudos sugerem que níveis elevados de capital social beneficiam a saúde. Alguns caminhos hipotéticos têm sido desenvolvidos para explicar essa relação, destacando-se os mecanismos comportamentais, psicossociais e de acesso aos serviços de saúde. Entretanto, esses mecanismos ainda não foram totalmente explorados, principalmente quando desfechos de saúde bucal são considerados. Assim, o objetivo deste estudo longitudinal é explorar os caminhos pelos quais o capital social pode influenciar na saúde bucal de adolescentes, no município de Santa Maria, RS. Nossa hipótese é de que o efeito do capital social do início da infância sobre a saúde bucal na adolescência ocorrerá por meio das vias comportamental, psicossocial e de acesso ao serviço de saúde. Esse estudo de coorte iniciou no ano de 2010 com uma amostra aleatória de 639 pré-escolares (1-5 anos). Atualmente, planeja-se uma quinta etapa de avaliação dos indivíduos que compõem a amostra, totalizando 12 anos de acompanhamento. Ao longo da coorte, foram obtidas informações referentes ao capital social individual e contextual. Fatores demográficos, socioeconômicos e comportamentais foram avaliados no início do estudo e também serão obtidos no acompanhamento. Fatores psicossociais, como o senso de coerência, também serão avaliados. Os principais desfechos considerados serão cárie dentária e qualidade de vida relacionada à saúde bucal. Na análise estatística, Modelagem de equações estruturais e análise multinível de regressão de Poisson serão conduzidas.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Marconi de Souza Cardoso

Ciências Biológicas

Imunologia
  • reatividade cruzada de anticorpos desenvolvidos após a vacinação com tríplice viral com as proteínas do sars-cov2.
  • Pandemia global declarada, a doença Covid-19 é um enorme dilema. A falta de tratamento efetivo, uma vacina específica contra o vírus SARS-CoV2, bem como alternativas de manejo para a população exposta, provavelmente se tornou o maior desafio para a medicina no século XXI. A homologia entre o antígeno da vacina MMR (sarampo, caxumba e rubéola) e a SARS-CoV2 pode indicar uma potencial imunização cruzada e proteção potencial. Aqui, pretendemos investigar os anticorpos que reagem de maneira cruzada com as proteínas SARS-CoV2 e seu potencial protetor contra infecções em um grupo de profissionais de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Thiago Martins Caldas Prado

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • o recurso tropológico na construção de efeitos de verdade em narrativas da crise econômica de 2008
  • A pesquisa pretende analisar de que maneira figuras de retórica ou estratégias da narratividade literária compuseram explicações sobre o colapso financeiro mundial de 2008 e como tais contribuíram para a construção de efeitos de verdade em meio a um cenário de disputa pela hegemonia interpretativa dos discursos sobre teoria econômica. Para isso, serão considerados para essa investigação autores destacados nos estudos sobre Retórica na Economia (McCloskey), autores pioneiros no estudo de tropos de linguagem e de estratégias literárias na área de humanidades (White) e autores importantes que instrumentalizaram o estudo do discurso por meio das figuras de retórica (Perelman). Ademais, tornam-se fundamentais, no campo da Epistemologia, os mecanismos de análise da construção dos efeitos de verdade (Foucault) ou, no campo dos Estudos de Narrativa, o conceito de verrossimilhança na poética das narrativas científicas (Todorov), que servirão para investigar narrativas de economistas contemporâneos. Objetiva-se, como um dos produtos finais e com uma articulação multidisciplinar e multi-institucional entre grupos de pesquisa das áreas de Estudos de Linguagens, Estudos de Economia, Estudos de Educação e Estudos de Desenvolvimento Tecnológico, a montagem de um Dicionário de Figuras de Retórica sobre Crise Econômica com verbetes trabalhados por estudiosos do léxico e com uma interface na internet, de acesso livre e de alimentação contínua, com um apoio de um software de busca em bases de dados. Outro objetivo a ser realizado é a criação de materiais paradidáticos para o Ensino Básico que, por meio dos Estudos de Tradução Intralingual (paráfrase, interpretação simbólica, adaptação) e dos Estudos de Educação (materiais didáticos, práticas pedagógicas), amplie e estimule, nesses níveis de ensino, a discussão sobre narrativas a respeito da crise econômica de 2008, um tema caro da História Contemporânea e atrativo para o cenário de introdução de uma educação financeira nas escolas.
  • Universidade do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Mendonça de Aquino

Ciências da Saúde

Farmácia
  • triagem virtual como ferramenta para o reposicionamento de fármacos e descoberta de novos hits: aplicação no combate à pandemia de covid-19 e resistência bacteriana
  • Este projeto está inserido em dois grandes problemas de saúde pública: (i) Resistência bacteriana; O segundo é muito mais atual e está relacionado à (ii) pandemia de COVID-19. A OMS estima que até 2050, a resistência bacteriana causará a morte de 10 milhões de pessoas em todo o mundo. A COVID-19, só no Brasil, já causou a morte de aproximadamente 600 mil pessoas até setembro de 2021. A pandemia de Covid-19 impulsionou diversos tipos de pesquisas científicas, como o sequenciamento genômico do vírus e o desenvolvimento de vacinas. No entanto, ainda existe uma carência significativa de medicamentos disponíveis, com efeito terapêutico comprovado em ensaios clínicos. Vários tipos de pesquisa indicam que as bactérias originalmente combatidas por antibióticos beta-lactâmicos, incluindo E. coli e K. pneumoniae, estão se tornando resistentes, gerando assim 'superbactérias, que produzem beta-lactamases capazes de inativar fármacos de última geração. Diante do exposto, foi levantada a seguinte hipótese: Um estudo de triagem virtual (TV) baseado na estrutura de alvos específicos pode contribuir para o reposicionamento de fármacos em curto prazo e a descoberta de novos compostos ativos a médio prazo? Para responder a essa hipótese, realizaremos uma TV de fármacos já existentes no mercado ou em estágio clínico de desenvolvimento, bem como uma quimioteca virtual de aproximadamente 10.000 compostos (ambos caracterizados como Aceptores de Michael), envolvendo os seguintes alvos: (i) Serino protease transmembrana tipo II (TMPRSS2), responsável pela infecção por SARS-CoV-2 em células humanas; (ii) Beta-lactamases, que inativam antibióticos beta-lactâmicos. A TV selecionará os fármacos com as afinidades mais significativas com os sítios catalíticos, sejam eles adquiridos ou sintetizados e, finalmente, testados contra vírus e bactérias. Finalmente, pretendemos indicar novos fármacos a serem submetidos a ensaios clínicos e descobrir uma classe de compostos que inibam os alvos descritos.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Moreno Lopes e Souza

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • investigação de carreadores à base de quitosana e sistemas de entrega de medicamentos clinicamente aprovados/reposicionados e desinfetantes contra o sars-cov-2
  • O coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2) já é responsável por muito mais mortes do que os coronavírus patogênicos (CoVs) anteriores, de 2002 e 2012. Atualmente, a resposta mais efetiva à pandemia de SARS-CoV-2 tem sido o distanciamento social, a fim de evitar o contato de pessoas infectadas e não-infectadas e achatar a curva de disseminação do vírus. Apesar de efetivas, essas medidas não reduzem o número absoluto de indivíduos infectados e ainda provocam uma redução considerável na atividade econômica global. A identificação de medicamentos clinicamente aprovados a serem reposicionados para combater a doença de CoV 2019 (COVID-19) permitiria a rápida implementação de procedimentos potencialmente salvadores de vidas. A equipe brasileira proponente do projeto mostrou recentemente que o inibidor de protease do HIV-1, atazanavir (ATV) e dois antivirias de ação direta utilizados para tratamento da hepatite C, daclatasvir (DCV) e sofosbuvir (SFV), inibem a replicação in vitro do SARS-CoV-2. Esses drogas, no entanto, como foram desenvolvidas para alvos diferentes, suas potências podem ser limítrofes aos parâmetros farmacocinéticos para a utilização contra a COVID-19. Esse projeto visa, então, pesquisar e desenvolver carreadores à base de quitosana e sistemas de entrega direcionados para medicamentos clinicamente aprovados/reposicionados e desinfetantes contra o SARS-CoV-2, a fim de melhorar a eficácia e farmacocinética dos candidatos a antivirais assim como a durabilidade da ação dos candidatos a desinfetantes. Essa pesquisa inclui três subprojetos de interação lógica: i) identificar candidato(s) a drogas anti-SARS-CoV-2 por meio de estratégia de reposicionamento de drogas, permitindo uma tradução rápida para estudos clínicos; ii) desenvolver nanofármaco(s) anti-SARS-CoV-2 de direcionamento para os pulmões usando nanotransportadores à base de quitosana; iii) desenvolver desinfetantes antivirais à base de quitosana e avaliar sua aplicação na impregnação de produtos têxteis e filtros de ar. O uso de drogas nanoformuladas combina a possibilidade de desenvolver rapidamente tecnologias inovadoras impregnadas com compostos aprovados. Em um sistema de entrega controlada, pode-se esperar incluir os medicamentos reposicionados mais ativos e catalogar as evidências pré-clínicas de segurança e eficácia para avançar nos ensaios clínicos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 13/04/2021-30/04/2023
Foto de perfil

Thiago Poleto

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • uso de veículos aéreos não tripulados (uavs) e sistemas de informação geográfico para fornecer monitoramento inteligente de segurança pública
  • O setor público está envolvido em um processo de transformação digital para se adaptar aos serviços digitais e às novas demandas dos cidadãos. Os governos federal, estaduais e municipais estão mudando seus procedimentos para melhorar a prestação de serviços a sociedade. A crise do COVID-19 evidenciou o valor da administração digital, que permitiu aos países da América Latina a melhorar a sua oferta de serviços digitais entre 2020 e 2021, devido às restrições de mobilidade e às medidas de prevenção da pandemia. Nos últimos anos, alinhado ao conceito de cidades inteligentes uma nova tendência é utilização de veículos aéreos não tripulados (UAV), para capturar vários tipos de dados de imagem, como fotos de alta definição. Além disso, o emprego de ferramentas de sistemas de informação geográfica (GIS) para colaborar com o mapeamento permite novas formas de desenvolvimento econômico e social. Este projeto contribui para utilização de novas tecnologias aplicadas a segurança pública e decisões em políticas públicas a partir das imagens capturadas por UAV. Sendo assim, o projeto visa melhorar a gestão da informação em apoio a segurança pública, para que seu uso ocorra em compasso com a evolução da sociedade. Seguindo esta problemática, é o oportuno definir a seguinte questão: Qual é o papel dos Sistemas de Informação Geográficos e Tecnologias Veículo Aéreo Não Tripulado - UAVs apoiar as decisões públicas em cidades inteligentes com ênfase na segurança pública? A metodologia do projeto aplica um modelo espacial baseado em GIS para a segurança pública, permitindo o geo-registro de imagens capturadas por UAVs com acesso a diversas ferramentas de geoprocessamento e visão computacional.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Sardinha de Oliveira

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • tecnologias moleculares aplicadas ao desenvolvimento biotecnológico.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 07/12/2021-30/06/2024
Foto de perfil

Thiago Silva Torres

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • discriminação interseccional entre minorias sexuais e de gênero no brasil: impacto no comportamento sexual, percepção de risco ao hiv e adesão a prevenção ou tratamento do hiv
  • Minorias sexuais e de gênero (MSG), como por exemplo homens cis gay e bi, travestis e mulheres trans, são desproporcionalmente afetados pela epidemia de HIV no Brasil devido a fatores comportamentais e estruturais, incluindo discriminação. MSG estão sujeitas à discriminação interseccional, ou seja, podem sofrer diferentes discriminações com relação, por exemplo, ao gênero, orientação sexual, raça ou classe, que são inter-relacionais e moldam-se mutuamente. Estas discriminações podem influenciar na autoestima e saúde mental destas populações, impactando diretamente no comportamento, na percepção de risco ao HIV e na adesão a métodos de prevenção, como profilaxia pré-exposição (PrEP). Entre MSG vivendo com HIV soma-se ainda a discriminação pelo status sorológico, que pode impactar no cuidado à saúde e na adesão ao tratamento antirretroviral (TAR). Neste contexto, este estudo tem por objetivo investigar o impacto da discriminação interseccional no comportamento sexual, percepção de risco ao HIV e adesão a prevenção ou tratamento do HIV entre MSG no Brasil. Estudo transversal, no qual MSG (18+ anos) serão recrutadas através de mídias sociais para responder um questionário online sobre dados sociodemográficos, escala de discriminação explícita, comportamento, percepção de risco ao HIV, conhecimento sobre HIV, estigma do HIV, homofobia internalizada, uso e adesão à medidas de tratamento e prevenção. Modelos logísticos serão criados para diferentes desfechos (ex. comportamento sexual, percepção de risco, adesão), utilizando como variável de exposição a discriminação medida por escala validada, e outras co-variáveis exploratórias. Os resultados deste estudo servirão para o adequado mapeamento das vulnerabilidades das diferentes populações MSG, além de servir como subsídio para a adoção de estratégias para maximizar o efeito populacional da PrEP, do diagnóstico precoce do HIV e da TAR, ajudando o país a alcançar o objetivo proposto pela UNAids: o do fim da epidemia até 2030.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Vinicius Costa Nascimento

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • resíduos industriais em associação a palma forrageira na alimentação de cabras no sertão de pernambuco, bahia e sergipe
  • Nas regiões semiáridas, a caprinocultura leiteira tem como principal desafio a escassez de alimentos nas épocas de estiagem, pois as condições climáticas afetam o sistema de produção, devido às secas constantes que influenciam a disponibilidade de forragem. Dessa maneira, o presente projeto tem por objetivo desenvolver soluções tecnológicas para aumento da produção e qualidade do leite e queijos de cabras, do sertão de Pernambuco, Bahia e Sergipe, alimentadas com dietas contendo palma forrageira associadas à resíduos industriais. Para tanto, o projeto terá duração de 12 meses sendo desenvolvido como um todo durante esse período. Parte deste, será executado na Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF, Campus Ciências Agrárias (CCA), situado em Petrolina-PE, que desenvolverá com o resíduo de uva. As outras partes da proposta serão executada em parceria com instituições de ensino superior da rede pública, que inclui a Universidade Federal de Sergipe (UFS) englobando a utilização de resíduo de panificação (biscoito) e café. E a Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde serão conduzidos estudos avaliando a inclusão de óleos de palmeiras nativas em associação a palma forrageira na alimentação de cabras leiteiras. Os experimentos serão com duração de 80 dias, em delineamento de quadrado latino duplo (4x4), sendo composto por quatro níveis de inclusão de resíduo nas dietas dividido em quatro períodos de 20 dias. As dietas serão caracterizadas 0; 10; 20 e 30% de resíduo na MS. Serão avaliados a influência da palma com resíduo sobre os parâmetros de consumo, digestibilidade e comportamento ingestivo. Produtos oriundos do leite das cabras serão testados em análises sensoriais. Ao final, os resultados obtidos serão difundidos por meio de disciplinas nas universidades parceiras da proposta e visitas técnicas, com produtores e pesquisadores.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thiago Wendt Viola

Ciências da Saúde

Medicina
  • fatores preditivos de resposta a tratamento oferecido pelo sus para mulheres usuárias de cocaína-crack: análise epigenômica e de algoritmos de aprendizagem supervisionada
  • O uso de cocaína tipo crack é um grave problema de saúde pública no Brasil. Estima-se que 1% da população faça uso regular e abusivo da droga e tal consumo é associado a uma série de desfechos negativos para os usuários e para a sociedade. O Governo Federal, em resposta ao crescente uso da droga no país, desenvolveu planos de combate e redução ao consumo de cocaína-crack, como a campanha “Crack, é Possível Vencer” e o “Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas”. Apesar disso, as evidências ainda são pouco expressivas quanto a eficácia das abordagens de tratamento para essa população. A taxa de aderência ao tratamento de portadores de Transtorno por Uso de Cocaína-Crack (TUCC) é de aproximadamente 50%, e a manutenção da abstinência destes pacientes em um período de seis meses é estimada em 14%. Nesse sentido, nosso objetivo é ampliar de forma inovadora o aporte científico e tecnológico necessários à identificação de fatores clínicos, sociodemográficos, psicossociais, neurocognitivos e epigenômicos que possam predizer a resposta ao tratamento de mulheres com TUCC. Estes resultados podem diretamente auxiliar a orientação de políticas públicas e o desenvolvimento de métodos de prevenção e intervenção mais eficazes. A aplicação de métodos de inteligência artificial e aprendizagem supervisionada na análise de dados ainda é incipiente no estudo da dependência a cocaína-crack no âmbito internacional. Há ainda menos estudos que utilizaram esta abordagem analítica no cenário nacional, e estes não incluem o foco em predição a resposta ao tratamento. Um dos principais motivos para o entendimento incompleto das características que influenciem a resposta ao tratamento no TUCC é a escassez de estudos longitudinais contendo um grande conjunto de variáveis e ondas de avaliação múltiplas. Esses critérios são atendidos no conjunto de dados que será utilizado nesta proposta, especialmente em uma amostra feminina. Assim, esta proposta fornece uma oportunidade única de enquadramento no item 3.E. da presente chamada: Identificação de fatores associados ao consumo abusivo de álcool e outras drogas entre mulheres e seus impactos para desfechos de saúde. Ao longo dos últimos 10 anos realizamos um amplo mapeamento e coletamos dados de usuário(a)s de cocaína-crack (n = 750) e controles saudáveis (n = 750). Para a amostra clínica de mulheres com TUCC (n = 500), realizamos um acompanhamento longitudinal durante os 21 dias de tratamento do SUS para desintoxicação ao uso de crack e outras drogas, bem como após 2 anos da alta hospitalar da unidade de internação. Nossos bancos de dados incluem variáveis de: 1) avaliação clínica (i.e. diagnóstico de TU de cocaína-crack e comorbidades psiquiátricas, diagnóstico de infecção pelo HIV, histórico e padrão de uso de substâncias lícitas e ilícitas); 2) trajetória psicossocial (i.e. mapeamento sociodemográfico, consequências e impacto na vida familiar, social, legal, laboral e médica decorrente do uso de substâncias, características da rede de apoio/social, histórico de exposição a trauma, estresse e violência ao longo da vida); 3) avaliação neurocognitiva (i.e. inteligência, memória, atenção, e funcionamento executivo); e 4) epigenotipagem (i.e. amostras de DNA sanguíneo submetidas a análise de varredura ampla epigenômica – metilação do DNA – com dados de 850.000 sítios genômicos). As variáveis de desfechos abrangem melhor/pior resposta ao tratamento de desintoxicação no período de alta hospitalar, considerando a redução da severidade de sintomas de fissura e abstinência à cocaína-crack. Também incluem a redução de sintomas de humor depressivo. Por fim, há variáveis de ocorrência de recaída e redução de consumo de substâncias psicoativas até 2 anos após a alta hospitalar. Assim, nossos bancos de dados contemplam mais de 3000 variáveis clínicas/cognitivas/comportamentais. Através da análise de aprendizagem supervisionada por algoritmo de Floresta Aleatória, espera-se a identificação e o esclarecimento de aspectos específicos que influenciam a resposta ao tratamento de desintoxicação em mulheres usuárias de cocaína-crack, que é uma das prioridades para políticas de prevenção e tratamento no âmbito da dependência química. Além disso, visa-se a consolidação da linha de pesquisa em ciência de dados e desenvolvimento de tecnológico na área de dependência química.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/12/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Thieres George Freire da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • avaliação de impactos do desmatamento da caatinga, novos modelos de produção e serviços agrometeorológicos para sustentabilidade do semiárido brasileiro
  • Atualmente há uma ampla pressão em relação ao avanço das atividades agropecuárias em detrimento às áreas com vegetação nativa. O desmatamento fragiliza as terras e modifica os ciclos biogeofísicos e biogeoquímicos, intensificando a desertificação em ambientes áridos, semiáridos e subúmidos a secos. Evidências de desertificação tem sido verificadas em áreas do Semiárido brasileiro. A desertificação implica em baixa disponibilidade hídrica, que dificulta a produção agropecuária, por causa da redução do aporte forrageiro. Por esse motivo, o emprego de novos modelos de produção pode permitir a adequação dessas atividades em áreas com problemas de escassez hídrica. O projeto atual, propõe um conjunto de ações que busca a sustentabilidade da Caatinga em sinergia com o fortalecimento de Cadeias Produtivas do Semiárido do Brasil (SAB). A implantação de novos modelos de produção, com uma diversidade de plantas forrageiras em sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta e assistidos por serviços agrometeorológicos em áreas com remoção parcial ou total da Caatinga, podem minimizar o avanço do processo de desertificação e elevar o potencial produtivo e sustentável de Cadeias Produtivas Agropecuárias. Essa proposta traz soluções para problemas do SAB inerentes à preservação do Bioma Caatinga, melhorando a robustez das atividades agropecuárias e o acesso da população a tecnologias para aumento da sua resiliência climática. Neste estudo serão investigados os impactos do desmatamento da Caatinga e como esses podem ser remediados a partir da adoção de novos modelos sustentáveis de produção. Em seguida serão analisados os atuais e novos “Núcleos de Desertificação” do SAB para, então, propor modelos de produção que incluem práticas de convivência com a escassez hídrica (e.g., diversidade de espécies, com e sem integração lavoura-pecuária-Caatinga). Para assistência dessas áreas, um sistema de serviços agrometeorológicos será desenvolvido, visando a difusão de tecnologias.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Thierry Marcelino Passerat de Silans

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • difusão anômala da luz
  • A propagação da luz em meios turvos não é balística mas se dá através de múltiplos espalhamentos que podem resultar em perda de coerência espacial e temporal da luz, modificação de intensidades transmitidas, refletidas e da velocidade de propagação da luz. Experimentos de laboratório envolvendo propagação da luz em meios turvos são ferramentas ótimas para estudar fenômenos de interesse por permitir repetibilidade, uma boa estatística, controle de parâmetros do sistema e diferentes métodos de medidas. Investigaremos a propagação da luz em dois meios diferentes permitindo explorar fenômenos de forte interesse nas últimas décadas como caminhadas aleatórias superdifusivas do tipo voos de Lévy e localização de Anderson. As caminhadas aleatórias do tipo voos de Lévy são caracterizadas pela existência de longos passos que dominam o transporte e são encontrados em diversos sistemas, como, por exemplo, propagação de viroses, evolução do sistema financeiro, deslocamento de animais e transporte de energia radiativa em vapores atômicos, este último, objeto de estudo deste projeto. Pretendemos, neste projeto, adquirir equipamentos para permitir realizar medidas temporais de voos de Lévy em vapores atômicos, não existentes na literatura, que permitirão ter acesso a informações como a dimensionalidade fractal do meio e efeitos de tamanho de amostra no tempo de primeira passagem. A localização de Anderson é um fenômeno em que uma onda fica confinada em determinada região de um meio fortemente espalhador. Estudaremos este fenômeno em meios altamente desordenados compostos por nanopartículas de TiO2@SiO2, em suspensão líquida (etanol) em que a densidade de espalhadores é alta favorecendo o aparecimento de caminhos fechados com retorno do fóton ao primeiro centro espalhador, no chamado regime de microcavidade. Este regime é próximo do regime de pré-localização onde efeitos de coerência são esperados.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thomas Christopher Rhys Williams

Indefinido

Indefinido
  • algaacqua- recuperação de águas residuais e produção de extratos para biofertilizantes usando microalgas
  • A produção de bioetanol e óleo de palma resulta na geração de bilhões de litros de efluentes agroindustriais por ano na forma de vinhaça e POME. As altas concentrações de compostos orgânicos e minerais nestes efluentes representam um risco para os ambientes aquáticos e recursos hídricos, e por outro lado, um potencial meio de cultivo para o crescimento de microalgas. O presente projeto de colaboração entre a Universidade de Brasília (UnB) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) visa gerar um processo biotecnológico sustentável que envolve a biorremediação de vinhaça e POME através do cultivo de microalgas concomitantemente com a produção de biofertilizantes. A Coleção de Microrganismos e Microalgas Aplicados a Agroenergia e Biorrefinarias (CMMAABio) da Embrapa Agroenergia será analisada utilizando fotobioreatores automatizadas visando identificar cepas com altas taxas de produção de biomassa em vinhaça e POME e a capacidade de biorremediação destes efluentes. As condições de cultivo serão otimizadas em escala de bancada e a composição da biomassa algal produzida em cada etapa será avaliada quanto ao seu potencial como biofertilizante. Em seguida, o cultivo será realizada na escala piloto com a subsequente avaliação da capacidade de biorremediação e crescimento das cepas. Extratos da biomassa algal produzidas serão testadas como potenciais biofertilizantes para culturas anuais (milho e soja) e de ciclo curto (tomateiro). O resultado final do projeto será o desenvolvimento de uma tecnologia de biorremediação de efluentes agroindustriais de alto potencial poluente combinado com a produção de biofertilizantes capazes de estimular o crescimento de culturas de grande importância agronômica.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 23/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Thomaz Augusto Guisard Restivo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de compósitos cerâmica-diamante metálico
  • Ligas metálicas multi-componentes denominadas "diamante metálico" apresentam durezas da ordem de materiais cerâmicos óxidos ou superiores (acima de 2000 HV (kgf/mm2)), mostrando boa tenacidade à fratura. As ligas podem ser reduzidas a pós finos, os quais, quando combinadas a cerâmicas comerciais, conduzem a materiais avançados de extrema dureza e excelentes propriedades. Devido ao caráter metálico das ligas deste compósito (cermet), é possível obter-se materiais que sejam ao mesmo tempo tenazes e resistentes, combinação essa não encontrada em outros materiais. Tais propriedades abrem um vasto campo para novas aplicações. A utilização das novas ligas como segunda fase de reforço em matrizes de alumina e zircônia tende a melhorar seu desempenho em aplicações sujeitas a elevados carregamentos mecânicos e deslizamento de superfícies de contato. As ligas diamante metálico, em fase de desenvolvimento, são compostas de 6 a 9 elementos metálicos distintos segundo um novo projeto de liga, tendo sido caracterizadas do ponto de vista mecânico e microestrutural. Mostram durezas até 2500 HV e tenacidade à fratura entre 8 e 20 MPa.m1/2, sendo indexadas como estruturas cúbicas de corpo centrado. Resistem ao recozimento em pelo menos 1300°C, mantendo suas propriedades de dureza. Assim, a pesquisa trata de aliar os materiais de maior dureza já desenvolvidos em um novo material inédito, o que justifica o esforço de pesquisa. Os métodos empregados para a preparação dos cermets baseiam-se em técnicas convencionais de metalurgia do pó, conduzindo a peças sinterizadas densas. Em adição, o coordenador e equipe desenvolveram aditivos promotores de sinterização de cermets que estabelecem micro-atmosferas redutoras no interior da peça durante o processo. A incorporação desses aditivos dispensa a necessidade de atmosferas protetoras durante a sinterização, representando outra novidade no projeto. Enfim, o projeto visa desenvolver o processamento destes novos cermets e caracterizá-los.
  • Universidade de Sorocaba - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thompson Diordinis Metzka Lanzanova

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • investigação de ultra-alta pressão de injeção de combustíveis para motores flex-fuel em motor monocilídrico de pesquisas
  • O governo brasileiro está empenhado em tomar medidas regulamentares a fim de contribuir para a manutenção da temperatura global média em 2 °C abaixo do nível pré-industrial para evitar consequências climáticas catastróficas, pactuado no Acordo de Paris. O setor de transporte de cargas e pessoas é um dos maiores responsáveis pela emissão de gases do efeito estufa causadores de mudanças climáticas, e gases poluentes locais que geram danos diretos à saúde humana. Quase totalidade dos veículos desse setor é movida por motores de combustão interna. Nesse sentido, é crucial que haja uma considerável evolução dos motores de combustão interna atuais para reduzir as emissões de gases do efeito estufa a fim de evitar a necessidade de hibridização veicular de custo elevado. A injeção direta de combustível de pressão ultra alta (UHPDI, do inglês ultra-high pressure direct injection) é uma das mais promissoras tecnologias para redução das emissões de gases do efeito estufa e para aumento de eficiência. A questão específica do projeto é provar se a tecnologia UHPDI, ainda não estudada no âmbito de motores flex-fuel ou a etanol, permitiria melhorar a qualidade local da mistura em motores de ignição por centelha (MIC) para gerar uma combustão mais rápida e eficiente. Dessa forma, ao possibilitar a injeção tardia de combustível, ela também permitiria operar com razões de compressão maiores garantindo elevada eficiência de operação, baixas emissões de material particulado e redução de consumo de combustível. De um modo geral, isso resultaria também na redução de emissões de gases de efeito estufa. As atividades serão realizadas em âmbito experimental e computacional. Após as etapas de projeto e comissionamento de sistemas, o desenvolvimento experimental será realizado através de testes em bancada dinamométrica com medição de concentrações de gases de escape. Será suportado por simulações computacionais em software de dinâmica de gases unidimensional para motores e CFD 3D.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 04/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thyara de Deco Souza e Araujo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • one conservation: desenvolvendo métodos de reprodução assistida para o intercâmbio genético entre onças-pintadas.
  • A onça pintada (Panthera onca) é o maior felino das américas e devido a fatores como a caça e a redução e fragmentação do habitat está ameaçada de extinção. Estratégias de conservação devem garantir a manutenção de uma população geneticamente viável, acessando o recurso genético disponível em cativeiro (ex situ) e de vida livre (in situ). A reprodução assistida tem a função de facilitar o intercambio genético entre indivíduos em diferentes localidades sobrepassando as intercorrências advindas da translocação de indivíduos. Os esforços nas últimas décadas garantiram um método eficaz para colheita e criopreservação de sêmen de animais de vida livre, porém ainda há de se aprimorar o protocolo para obtenção de amostras descongeladas de melhor qualidade – identificando o melhor crioprotetor para a espécie. Esse material pode então ser usado para inseminação artificial, fertilização in vitro ou mesmo injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI) dependendo da qualidade seminal disponível. O acesso aos animais de vida livre pode acontecer por meio de captura e soltura imediata ou captura com manutenção temporária em cativeiro. A manutenção temporária é uma estratégia viável para o revigoramento genético das populações de cativeiro (que serve de backup genético das espécies) até que as biotecnologias reprodutivas estejam consolidadas. Durante este período é possível parear casais para produção de filhotes por monta natural (com ou sem estimulação hormonal) e acessar uma quantidade maior de material genético (espermatozoides e oócitos) dos indivíduos. Propõe-se então desenvolver protocolos de pareamento de casais – com ambos ou um dos indivíduos de vida livre – somado a criopreservação de sêmen de animais de cativeiro e de vida livre, para colheita e criopreservação de material genético a ser usado em FIV e ICSI. Com essa integração do manejo in situ e ex situ será aplicado o conceito de One Conservation como estratégia de conservação de onças-pintadas.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025