Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Xênia de Castro Barbosa

Outra

Multidisciplinar
  • a transversalidade da ciência e da tecnologia para a efetivação dos objetivos do desenvolvimento sustentável
  • O tempo presente é marcado por desafios que colocam em risco a própria continuidade da vida no planeta (BOFF, 2015). Ações antrópicas têm contribuído cada vez mais para a ocorrência de fenômenos extremos, como o aquecimento global, as ondas de calor e de frio, a crise hídrica e energética e a emergência de novas doenças. A hiperconexão dos espaços e da economia, própria do mundo globalizado, faz com que problemas que seriam locais transponham essa escala e ocasionem efeito em cadeia, comprometendo as condições de vida e desenvolvimento socioeconômico em múltiplos espaços (BARCELOS et al., 2009). Se de um lado, nos últimos 70 anos pudemos observar maior estabilidade na política internacional, avanços da democracia, dos direitos humanos, da ciência, da tecnologia, do consumo e do bem-estar, a face reversa do processo de desenvolvimento desigual e combinado em curso (HARVEY, 2004) é a pobreza, a marginalização social e a degradação ambiental. Diante desse cenário de assimetrias profundas, a pressão sobre o meio ambiente tem se intensificado, resultando em um quadro complexo de insustentabilidade, riscos, vulnerabilidades e injustiças, que pesam de maneira distinta sobre ricos e pobres, impondo maiores ônus sobre as populações e segmentos sociais mais vulneráveis: as mulheres e meninas, as minorias étnicas e religiosas, as ex-colônias (SANTOS; MENESES, 2010; ONU, 2019). Ciente de tal cenário e da necessidade de enfrentar suas principais adversidades, a Organização das Nações Unidas traçou para a Agenda 2030 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a saber: (1) Erradicação da pobreza, (2) Fome zero e agricultura sustentável, (3) Saúde e bem-estar, (4) Educação de qualidade, (5) Igualdade de gênero, (6) Água potável e saneamento, (7) Energia acessível e limpa, (8) Trabalho decente e crescimento econômico, (9) Indústria, inovação e infraestrutura, (10) Redução das desigualdades, (11) Cidades e comunidades sustentáveis, (12) Consumo e produção responsáveis, (13) Ação contra a mudança global do clima, (14) Vida na água (15) Vida terrestre, (16) Paz, justiça e instituições eficazes, (17) Parcerias e meios de implementação. O alcance desses objetivos demanda ações convergentes e integradas e abordagens técnico-científicas transversais e dialógicas, que promovam novos conhecimentos, soluções tecnológicas sustentáveis e que conduza para uma nova cultura. Para o alcance desses objetivos, entende-se pertinente investir em duas frentes: 1- a de conexão de pesquisadores para o desenvolvimento de parcerias, com foco em projetos conjuntos, que considerem a transversalidade da ciência, da tecnologia e das inovações e sua aplicação na resolução dos problemas que estão na ordem do dia; 2- a de promoção da literacia científica junto a crianças, adolescentes e jovens, com vistas a educá-los para a compreensão dos elementos básicos da ciência, para a busca de informações em fontes fidedignas e a refutação de notícias e argumentos falsos, de modo a fortalecer a democracia e ampliar os horizontes da cidadania. O projeto em tela direciona seus esforços para as duas áreas. Com base no método de Paulo Freire (FREIRE, 1980) será planejado e ofertado um conjunto de oficinas, mostra de filmes e ciência móvel. As atividades terão como público-alvo estudantes e professores do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e do Ensino Médio Integrado ao Técnico, contudo serão abertas ao público em geral. O diferencial desta proposta é seu compromisso em estender as atividades tradicionalmente concentradas no espaço urbano, para comunidades ribeirinhas, por meio do Barco da Ciência, e para três aldeias indígenas, de modo a fomentar o diálogo e planejamento de ações de médio e longo prazo com professores e estudantes das etnias Surui, Karitiana e Wari’.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia - RO - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Xênia de Castro Barbosa

Ciências Humanas

Geografia
  • por uma terra sem males: educação em saúde para o enfrentamento das fake news e da covid-19 na terra indígena karitiana, porto velho/ro.
  • Este projeto tem como objetivo geral inventariar os impactos de notícias falsas (fake news) sobre a adesão do povo indígena Karitiana em relação às medidas de prevenção da COVID-19 orientadas pelo Ministério da Saúde. Dentre os objetivos específicos constam: (1) produzir informações qualificadas sobre os riscos e vulnerabilidades em saúde percebidos pelos indígenas Karitiana, (2) traçar um panorama da aceitabilidade, adesão e cumprimento das medidas de prevenção e controle da COVID-19 na TI Karitiana, (3) promover estratégia de educação em saúde em linguagem e formato acessível aos indígenas, visando alcançar a melhoria da comunicação e a prevenção da adesão dos indígenas às fake news. O estudo será conduzido em abordagem qualitativa. A coleta de dados será realizada mediante questionário e observações em campo. As análises serão procedidas com base em literatura concernente ao assunto e na experiência etnográfica, e os resultados serão compartilhados mensalmente com o CNPq, com o Ministério da Saúde, a Agência de Vigilância em Saúde do Estado de Rondônia (AGEVISA), o Distrito Sanitário Especial Indígena, dentre outros setores interessados. Estima-se contribuir com a educação em saúde, a prevenção do adoecimento de indígenas por COVID-19 e melhoria da comunicação, além de produzir informações passíveis de embasar políticas públicas de saúde, em especial no que se refere à vigilância e ao fortalecimento da saúde indígena nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas – DSEI.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Yacy Ara Froner Gonçalves

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • protocolos de gestão de riscos ao patrimônio cultural: documentação científica e monitoramento utilizando mapas de danos por bim (building information modeling) e técnicas de reconstrução tridimensional
  • A gestão eficaz do Patrimônio Cultural promove sua proteção e visibilidade, permitindo o desenvolvimento de estratégias subsidiadas no campo da ação pública e da iniciativa privada, além de incentivar o desenvolvimento sustentável através do turismo e das indústrias culturais e criativas (ICC), aprimorando a qualidade de vida por meio do reconhecimento do valor da cultura local e do desenvolvimento social decorrente dele. Internacionalmente, diversas iniciativas buscam fortalecer o campo estratégico da Ciência do Patrimônio, cujo impacto imediato é o conhecimento da materialidade dos bens culturais visando a adoção de métodos adequados à sua preservação e, em longo prazo, a orientação de políticas públicas. Este projeto propõe a geração de protocolos para a gestão de riscos em sítios, monumentos e edifícios, por meio de documentação científica e monitoramento, utilizando Mapas de Danos por BIM (Building Information Modeling). No campo da tecnologia aplicada ao patrimônio, a produção de uma documentação analítica de qualidade envolve o registro sistemático de informações em diferentes escalas e inclui protocolos de diagnóstico, identificação de materiais/técnicas construtivas e mapeamento de danos/riscos, sendo atividade transdisciplinar que abrange pesquisa, registro, avaliação, interpretação, correlação, gerenciamento e disseminação de informações. O uso desses modelos analíticos constitui o embasamento para tomada de decisões em processos e projetos de conservação e restauração. Os estudos de caso e campo propostos são as Tumbas Tebanas TT123\368-Egito, como parte do projeto BAPE (Brazilian Archaeological Program at Egypt) e a portada da Igreja S. Francisco de Assis em Ouro Preto, MG, anteriormente investigada pelo LACICOR. A metodologia desenvolvida poderá ser aplicada em outros casos, tanto em sítios arqueológicos quanto em bens culturais imóveis ou integrados, aprimorando projetos e ações dos órgãos públicos responsáveis pela proteção do patrimônio cultural
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 07/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Yan Levin

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • mecânica estatística de sistemas coulombianos
  • Os sistemas com interações Coulombianas são onipresentes na natureza. Eles incluem eletrólitos, polieletrólitos, proteínas, DNA e RNA, suspensões coloidais carregadas, plasmas, etc. A força de Coulomb torna esses sistemas particularmente difíceis de estudar usando métodos teóricos. Neste projeto usaremos várias técnicas de mecânica estatística, que vão desde teorias de campo médio a simulações numéricas, para estudar sistemas nos quais a interação Coulombiana desempenha um papel dominante. Exploraremos a regulação de carga de partículas coloidais em soluções de suspensões aquosas. Em particular, estudaremos o papel da associação de íons específicos na deprotonação de grupos de superfície usados para estabilizar as partículas coloidais. Para atingir este objetivo, desenvolveremos simulações de Monte Carlo reativas. Na frente teórica, desenvolveremos a teoria do funcional da densidade com base na "fundamental measure theory", que nos permitirá contabilizar com precisão as correlações eletrostáticas e estéricas entre os íons. Estudaremos fluxos eletroosmóticos e, em particular, exploraremos o papel de contraíons multivalentes na possível reversão da mobilidade eletroforética dentro de nanocanais cilíndricos. Para isso, usaremos o método de simulação "dissipative particle dynamics", recentemente desenvolvidos por nosso grupo. Há um grande número de dispositivos com aplicações em áreas como fontes de microondas, propulsores espaciais e semicondutores que são baseados em um feixe de elétrons em uma configuração de campos eletromagnéticos cruzados. Apesar da relevância de tais sistemas, devido à dificuldade que as interações eletromagnéticas representam, a grande maioria das análises teóricas é feita assumindo a aproximação do plasma frio. Usaremos métodos recentemente desenvolvidos de mecânica estatística para sistemas com interação de longo alcance para explorar plasmas confinados magneticamente com dispersão de velocidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025