Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sandro José Giacomini

Ciências Agrárias

Agronomia
  • decomposição e estabilização do carbono-13c de resíduos culturais em solos sob plantio direto de longo prazo em condições subtropicais
  • O estoque de carbono (C) no solo representa três vezes o da vegetação e duas vezes o da atmosfera. Por isso, pequenas alterações nos estoques de C do solo podem resultar em modificações significativas na atmosfera e nas mudanças climáticas. Os resíduos vegetais (parte aérea e raízes) servem de nutrientes e energia à população microbiana do solo e à formação e estabilização da matéria orgânica do solo (MOS). No entanto, os resíduos também podem promover o aumento da decomposição da MOS através do efeito priming (EP). A intensidade do EP tem implicações diretas sobre o balanço de C nos solos já que o aumento na decomposição da MOS pode neutralizar os efeitos positivos da adição dos resíduos sobre o sequestro de C do solo. Assim, o balanço líquido de C nos agroecossitemas depende do equilíbrio entre a decomposição da MOS e a quantidade de C novo no solo derivado dos resíduos que é estabilizada no solo. No entanto, não está claro como a qualidade de resíduos e o tipo de solo interagem sobre o EP, principalmente em condições de plantio direto em que os resíduos permanecem na superfície do solo. Aliado a isso, experimentos de longa duração em plantio direto indicam que a taxa de sequestro de C do solo diminuiu ao longo do tempo, sugerindo a existência de um nível de saturação para o acúmulo de C no solo. Entender como o teor de C no solo e a qualidade dos resíduos afeta o sequestro de C em um clima em mudança com projeções de aumento de temperatura é importante para identificar sistemas de culturas com maior potencial para sustentar o sequestro de C no solo. Na presente proposta será utilizada a técnica de marcação isotópica de C (13C) para diferenciar o C derivado dos resíduos estabilizado no solo do C nativo e, assim, avançar no conhecimento sobre o efeito da composição química dos resíduos vegetais no acúmulo de C no solo, e sua interação com a textura/mineralogia e o déficit de saturação de C sobre a estabilização do C dos resíduos em diferentes compartimentos da MOS.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sandro José Greco

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese estereosseletiva, docking e avaliação das atividades antioxidante e antiproliferativa de novos polifenóis naftoquinônicos com potencial atividade anticâncer: uma abordagem epigenética
  • As alterações epigenéticas (EPG) têm sido identificadas como novos alvos para a prevenção do câncer, uma vez que ocorrem numa fase inicial da carcinogênese, que podem iniciar o desenvolvimento do câncer. O silenciamento transcricional induzido pela hipermetilação de genes supressores de tumor é um defeito EPG frequente em muitos cânceres humanos, que pode ser controlado pela diminuição da disponibilidade de dadores de grupos metila. A aplicação clínica de fármacos inibidores da metilação do DNA mediada pela enzima DNA metiltransferase (DNMT) tem se mostrado promissor. Compostos polifenólicos têm demonstrado a capacidade de inibir diretamente as DNMT e reverter parcialmente o processo de hipermetilação sem toxicidade associada. Neste projeto pretende-se fazer algo inovador, avaliando a capacidade de direcionamento imune dos novos polifenóis naftoquinônicos, obtidos de maneira inédita por uma reação dominó Mannich enantiosseletiva organocatalítica/Michael na lausona e seus derivados C-glicosilados como potenciais agentes anticancerígenos quimiopreventivos e imunogênicos para contrariar as alterações EPG relacionadas com o câncer, por inibição específica de DNMT de células cancerígenas, sem afetar as células normais. Cabe ressaltar que também será inédito a reação assimétrica de Mannich na lausona e para tal, serão usados organocatalisadores quirais derivados da ureia. Uma vez sintetizados estes compostos serão submetidos a estudos de ancoragem molecular frente as enzimas DNMT, avalição das respectivas atividades antioxidantes pelo ensaio eletroquímico CRAC (do inglês Ceric Reducing Antioxidant Capacity) e determinação da capacidade antiproliferativa in vitro frente as linhagens de células de câncer humano de cólon (HCT116), de próstata (PC3), astrocitoma cerebral (SNB19) e leucemia promielocítica (HL60). Com isso, pretende-se desenvolver novos compostos anticâncer a partir de uma metodologia de síntese inovativa, rápida e de baixo custo.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sandro Marcelo Scheffler

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • mudanças faunísticas, extinções e correlações interbaciais dos macroinvertebrados malvinocáfricos: eventos chave na evolução da fauna devoniana a partir da borda noroeste da bacia do paraná
  • Os invertebrados do Devoniano da Bacia do Paraná sempre foram tidos como pouco diversificados. No entanto, estudos na última década têm revelado uma diversidade muito maior, em especial na borda noroeste, onde as pesquisas são escassas. Além disso, vários eventos de extinção da fauna malvinocáfrica têm sido rastreados no Paraná (PR), assim como mudanças faunísticas. Este projeto enfocará estudos taxonômicos, tafonômicos, palinológicos e icnológicos na borda noroeste, visando reconhecer estes eventos para contribuir com o conhecimento da estratigrafia e correlação com outras bacias paleozoicas do Brasil e América do Sul. Contribuições à paleoecologia e sobre a distribuição paleogeográfica de invertebrados marinhos são esperadas. Os trabalhos enfocarão a borda leste e principalmente a borda noroeste, nos estados do Mato Grosso do Sul (MS) e Mato Grosso (MT), com quase 1.000 km de rochas devonianas aflorantes pouco conhecidas. Estudos com macroinvertebrados são quase inexistentes no MS e MT, sendo uma área importante para elucidar problemas de distribuição geográfica e evolutivos relacionados ao Domínio Malvinocáfrico. Nos últimos anos foram levantados mais de 60 afloramentos do Devoniano no MS e pretende-se fazer o mesmo para o MT. Estudos paleontológicos e estratigráficos em andamento no MS têm mostrado uma grande correlação com a borda leste da bacia. Finalmente, o Museu Nacional tem longa tradição em estudos de macroinvertebrados, atuando desde o século XIX, destacando-se sua participação na Comissão Geológica do Império, sendo o Laboratório de Paleoinvertebrados mais antigo do Brasil. Esta proposta ajudará esta importante casa da ciência a se reestruturar depois do triste sinistro de 2018. Lembramos também que atualmente o país apresenta um grande déficit em paleontólogos de invertebrados, em especial visando a resolução de problemas tafonômicos, paleobiogeográficos e estratigráficos, e a existência de laboratórios estruturados pode mudar este contexto atual.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sandro Roberto Valentini

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • desenvolvimento de teste rápido de detecção de partículas virais de sars-cov-2 enriquecidas por suporte funcionalizado com enzima conversora de angiotensina 2 (eca2) e detecção por meio de fragmento de anticorpo para reconhecimento da espícula viral
  • Atualmente, uma síndrome respiratória aguda (SRAG ou, em inglês, SARS, Severe Acute Respiratory Syndrome) causada por um novo coronavírus (CoV-2) gerou uma pandemia catastrófica para a qual não existem medicamentos nem testes eficientes o suficiente para detectar a doença em diferentes momentos da infecção. Embora filogeneticamente relacionado a outros SARS-CoVs, o novo coronavírus apresenta mutações na sua espícula aumentando a afinidade pelo seu receptor no hospedeiro, a enzima conversora de angiotensina 2 (ECA2) humana, o que pode ser responsável pela sua maior capacidade de infecção. Por outro lado, a espícula mutada de SARS-CoV-2 pode levar à produção de anticorpos específicos para sua detecção, sem detecção cruzada com outros vírus da mesma família. Desta forma, o objetivo deste projeto de pesquisa é o de gerar fragmentos variáveis de anticorpos de cadeia única (scFv, single-chain variable fragment) com alta afinidade e especificidade frente ao domínio de ligação ao receptor da espícula do SARS-CoV-2 para aplicação em teste diagnóstico de COVID-19 por meio de ensaios enzimáticos de imunoabsorção. Para isso, uma biblioteca de scFv será clonada a partir do mRNA de células B de pacientes contaminados e será expressa na superfície da levedura (YSD, yeast surface display). A expressão em Saccharomyces cerevisiae será induzida por galactose e as sequências peptídicas de scFv serão expostas na superfície por fusão à subunidade 2 da proteína aglutinina. A sequência peptídica do domínio de ligação ao receptor (RBD) será obtida ligada a biotina e após incubação com as leveduras expressando scFv, a interação entre antígeno-anticorpo será avaliada por citometria de fluxo pela adição de estreptavidina-PE/Cy7. A afinidade dos fragmentos variáveis ao domínio RBD será avaliada pela correlação entre fluorescência e concentração do antígeno. Da mesma forma, sequências de outros SARS-CoV comuns serão testadas para avaliar a especificidade de scFv de maior afinidade. A fim de concentrar as partículas virais para revelação do teste por imunoabsorção, o domínio peptidase (que interage com o domínio RBD) será produzido heterologamente em Escherichia coli e será imobilizado em placa de 96 poços. As amostras de pacientes contaminados com SARS-CoV-2 (controle positivo) e não contaminados (controle negativo) serão adicionadas à placa. Posteriormente, serão adicionados os fragmentos scFv purificados a partir da levedura, contendo uma cauda de seis histidinas em fusão. Também serão adicionados anticorpos antihistidina ligados a peroxidase para revelação do resultado de padronização do diagnóstico para SARS-CoV-2. Com este projeto, portanto, pretende-se estabelecer um teste diagnóstico rápido e específico de COVID-19 por meio da identificação da partícula viral a partir de amostra sanguínea, sem necessitar de reagentes e equipamentos de alto custo e que permita o diagnóstico em estágios da doença em que o vírus está ausente das vias aéreas superiores. Este projeto também lança a base para produção de um teste point-of-care em um cartucho cromatográfico, que segue o mesmo fundamento do ensaio enzimático de imunoabsorção. O estabelecimento da plataforma de yeast surface display para fragmentos variáveis contra o domínio RBD permite também a evolução dirigida das sequências variáveis viabilizando rápida detecção de novas interações em um possível novo surto do vírus mutado. Esta plataforma também possibilita a detecção de fragmentos variáveis para outros virus patogênicos, como os virus da dengue, zika e chicungunha. A equipe do laboratório de Biologia Celular e Molecular de Micro-organismos, supervisionado pelo Prof. Dr. Sandro R. Valentini (coordenador deste projeto) e Prof. Dr. Cleslei F. Zanelli é extremamente capacitada na execução dos experimentos e análises de clonagem e expressão de DNA recombinante em bactéria e levedura, purificação de proteínas recombinantes, genética de levedura e citometria de fluxo o que pode ser verificado pelo currículo Lattes dos professores, viabilizando o desenvolvimento do projeto.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Sandro Ruduit Garcia

Ciências Humanas

Sociologia
  • agentes de inovação e crise econômica no brasil
  • Este projeto de pesquisa trata das mudanças em nosso “sistema nacional de inovação” no contexto de estagnação econômica ao longo da década passada no Brasil. O País experimenta uma inflexão no seu desempenho e na sua orientação econômica, a partir do ano de 2014, acentuando-se com a atual crise sanitária. Cabe conhecer as estratégias institucionais dos agentes organizacionais do sistema de inovação em face das contingências que se lhes impõem. A proposta é analisar as respostas institucionais de agentes organizacionais do sistema nacional de inovação em face da crise econômica, investigando especificamente: o desempenho de atividades e de capacidades de inovação no País, como a estrutura produtiva, o comércio exterior, os gastos em pesquisa e desenvolvimento, os registros de patentes e as taxas de inovação; as mudanças nas normas reguladoras e de estímulo às atividades de inovação, como criação de organizações e serviços, promoção de colaborações, incentivos setoriais; as estratégias de agentes organizacionais relevantes nesse ambiente, como ideias e expectativas sobre a inovação para o futuro do País, alianças com outros atores, e ações de fomento e normatização da inovação. Estudos internacionais têm registrado efeitos diversos da crise sobre os sistemas de inovação, recorrendo a atributos como a qualidade de recursos pertinentes, a evolução dos quadros regulatórios, e as estratégias políticas dos atores implicados em face das contingências. As análises sugerem atenção a questões sobre a ação e coordenação de atores distintos entre si, sobre a integração de grupos com interesses distintos nos desenhos de políticas públicas, e sobre o “peso” de incentivos econômicos e de valores culturais na colaboração para inovação. A pesquisa empírica será procedida em fontes estatísticas de bases oficiais, em regulamentos e normas legais, e em fontes narrativas de organizações relevantes no sistema nacional de inovação.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sanimar Busse

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • apoio de intercâmbio e cooperação com universidades brasileiras visando a formação de alunos de doutorado da unioeste
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Santer Alvares de Matos

Outra

Divulgação Científica
  • 10ª feira brasileira de colégios de aplicação e escolas técnicas – 10ª febrat
  • A Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas – FEBRAT é realizada pelo Centro Pedagógico da Escola de Educação Básica e Profissional da Universidade Federal de Minas Gerais e pelo Museu Itinerante Ponto UFMG, sob a coordenação do Professor Dr. Santer Alvares de Matos, com o objetivo de integralizar e socializar o conhecimento produzido pelas instituições de ensino públicas e privadas de todo o país e aproximar professores e estudantes da Educação Básica e Profissional de debates e do fazer científico. Desde 2013 a FEBRAT promove a divulgação de trabalhos de estudantes da Educação Básica e da Educação Profissional, regularmente matriculados nas instituições educacionais de todo o Brasil. Nos anos de 2020 e 2021, em decorrência da pandemia pelo SARS-CoV-2, a 8ª e a 9º FEBRAT foram realizadas em plataforma virtual. Para o ano de 2022, propõe-se a realização da FEBRAT em formato híbrido, ou seja, nas modalidades presencial/virtual e virtual. Os trabalhos apresentados presencialmente deverão, também, apresentar formato digital para apresentação virtual. De igual forma, haverá a possiblidade dos trabalhos serem apresentados apenas no formato digital. Com o aprendizado proporcionado pelo distanciamento social e pelas 8ª e 9ª edições da FEBRAT, será oportunizada a participação de trabalhos oriundos de locais distantes do local de realização do evento presencial (Belo Horizonte, Minas Gerais), bem como potencial solução para trabalhos sem recursos econômicos para o deslocamento e manutenção dos estudantes. O evento presencial será ofertado para 100 a 200 trabalhos. Já a versão virtual, contará com quantitativo ilimitado de trabalhos a serem apresentados. Os trabalhos serão de todo o território nacional, com a participação de, no mínimo, 10 territórios. O tema adotado para a 10ª FEBRAT será o mesmo da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2022. A 10ª FEBRAT ocorrerá em outubro de 2022 e contará com a exposição presencial e virtual.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Santino Seabra Júnior

Ciências Agrárias

Agronomia
  • cultivo protegido de tomateiro e sua influência no perfil bioquímico e capacidade antioxidante dos frutos
  • O cultivo do tomateiro em ambiente protegido adequado às diferentes épocas do ano é essencial para viabilizar a produção em Mato Grosso, necessitando de avanço científico para entender os diferentes efeitos dos estresses abióticos na cultura e sua relação com a produção e qualidade dos frutos. Esta proposta visa dar continuidade às ações da equipe, que estuda estruturas de ambiente de cultivo protegido que minimizem o efeito da radiação, seja com filtro de infravermelho ou malhas de redução da carga térmica, relacionando o desempenho produtivo e qualitativo do tomateiro com atributos fisiológicos e bioquímicos. O ensaio realizado em Sinop-MT será com cultivo protegido tipo capela. Serão avaliados dois ambientes, sendo (1) local coberto com placas de polietileno alveolar e filtro para redução de radiação “infravermelha” produzido pela passagem do filme de água no interior da placa; (2) ambiente coberto com filme difusor de 150 micras (controle). Em ambos os ambientes serão cultivados tomateiros em espaçamentos de plantio na linha (20, 30, 40, 50 e 60 cm). Em um outro ensaio que será realizado em Nova Mutum-MT, o tomateiro será cultivado sob túneis baixos cobertos com organza, agrotêxtil e telas de sombreamento 35% nas cores prata, vermelho, preta e em ambiente aberto, no período de seca. Ambos os ensaios serão conduzidos com a cultivar “Fascínio”, de crescimento determinado e identificado como termotolerante. Esses estudos darão base para outros ensaios que serão propostos durante o projeto, avançando com os melhores resultados. Serão avaliados os parâmetros ambientais (temperatura, umidade, luminosidade ou radiação global e PAR, parâmetros fotossintéticos, anatômicos, indicadores físico-químicos (sólidos solúveis, acidez titulável, índice de maturação de frutos), bioquímicos (teor de pigmentos - licopeno e β-caroteno, flavonoides, fenólicos totais, ácido ascórbico, capacidade antioxidante e enzimas SOD, CAT e APX), além da “shelf life” e análise de custos.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Santuza Maria Ribeiro Teixeira

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento de vacinas de rna e vacinas de parasitos atenuados por meio de edição gênica no trypanosoma cruzi e leishmania braziliensis
  • O Trypanosoma cruzi e várias espécies do gênero Leishmania são protozoários causadores da doença de Chagas e diferentes formas de leishmanioses. Nossos estudos com esses parasitos foram voltados para a caracterização (1) das trans-sialidades (TS), um grupo de proteínas presentes na superfície do T. cruzi responsáveis pela transferência de resíduos de ácido siálico (AS) do hospedeiro para glicoproteínas mucinas também presentes na superfície do parasito e (2) das amastinas, presentes na superfície de formas intracelulares do T. cruzi e Leishmanias e possivelmente envolvidas em interações com membranas na célula infectada. Utilizando as metodologias CRISPR/Cas9 e RNAi, o nosso grupo mostrou ser possível a obter linhagens atenuadas de T. cruzi e L. braziliensis, nas quais esses genes, identificados como fatores de virulência, foram nocauteados ou inibidos. Na presente proposta iremos testar a hipotese dessas linhagens atenuadas serem capazes de proteger animaais contra a infecção com uma cepa virulenta. Utilizando protocolos de CRISPR/Cas9 similares aos utilizados para obtenção de nocautes de TS em T. cruzi, pretendemos gerar linhagens nocautes de amastina em L. braziliensis e testá-las em ensaios de infecção e desafio. Paralelamente, como nova estratégia para o desenvolvimento de vacinas para a doença de Chagas e leishmaniose, pretendemos produzir RNA mensageiros transcritos in vitro codificando as proteínas TS e amastinas. Por terem se tornado vacinas comprovadamente eficazes para o tratamento antitumoral e mais recentemente, para Covid-19, pretendemos avaliar se protocolos de imunização com diferentes formulações contendo esses mRNAs podem resultar em uma resposta anti-TS e anti-amastina nos animais imunizados. Buscando contribuir para a identificação de novas formas de controle da doença de Chagas e leishmaniose, iremos verificar o efeito protetor da imunização com mRNA após desafio dos animais com cepas virulentas do T. cruzi e L. braziliensis.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 20/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sara Miriam Goldchmit

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • design da informação para educação em saúde em artrose do quadril e joelho
  • Artrose é a doença musculoesquelética mais comum em adultos maiores de 50 anos, afetando mais de 8 milhões de brasileiros. Causa dor, perda da mobilidade e qualidade de vida, além de gerar alto custo para a sociedade. A informação é essencial para que os pacientes entendam sua condição e cuidados, aumentando as possibilidades de autonomia e bem-estar. Materiais educativos para pacientes disseminados em meios digitais tem potencial para impactar um grande número de pessoas. Entretanto, informações sobre artrose do quadril e joelho disponíveis na internet em língua portuguesa ainda são escassas, inadequadas ou inexistentes em canais de comunicação oficiais dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). A questão geral da pesquisa é: como podemos prover e aprimorar a transmissão da informação sobre artrose do quadril e joelho ao paciente do SUS, de modo a aumentar a acessibilidade, compreensão, memorização e satisfação? Este estudo é muito relevante pois a educação em saúde hoje é um pilar no tratamento das disfunções crônicas e otimizar a assimilação do conteúdo educacional é um desafio a ser enfrentado. A hipótese é a de que vídeos informativos sobre artrose do quadril e joelho desenvolvidos segundo métodos, conceitos e técnicas do design da informação terão bom desempenho quanto à acessibilidade, compreensão, memorização e satisfação pelo público-alvo. Estudos recentes sobre design para saúde mostram o valor de prover informação útil e acessível para atingir o cuidado centrado no paciente, paradigma atual da Organização Mundial de Saúde (OMS). Estudos anteriores realizados por esta equipe indicam que os usuários gostariam de obter mais informações respaldadas pela equipe médica do SUS, que possam prevenir a piora do quadro clínico, além do formato audiovisual ter tido boa aceitação por este público. Esta pesquisa empregará métodos do Design Centrado no Usuário e Design da Informação, que colocam necessidades e perfis dos usuários como fatores norteadores do projeto.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Sarah Maria Athiê de Souza

Ciências Biológicas

Botânica
  • diversidade de euphorbiaceae s.l. em pernambuco: taxonomia, distribuição e conservação
  • Euphorbiaceae s.l., é um dos principais componentes da flora brasileira ocorrendo em todas as regiões e tipos vegetacionais. O Nordeste, soma cerca de 450 espécies, 40% das quais em Pernambuco, Estado que está entre os três primeiros com maior número de espécies da região. Apesar da representatividade, amplitude de distribuição, importância biológica e econômica, a família não figura entre as quase 30 já monografadas na região. Um dos principais entraves ao conhecimento, gerenciamento e conservação da biodiversidade consiste no impedimento taxonômico. Pernambuco destaca-se negativamente, pois é um dos estados com menor número de famílias completamente monografadas. Dados subestimados da diversidade taxonômica aliados à deficiência sobre a distribuição geográfica criam lacunas de conhecimento que comprometem ações associadas à conservação. Euphorbiaceae tem elevado potencial para se tornar a primeira grande família amplamente conhecida do ponto de vista taxonômico e biogeográfico de Pernambuco, e assim, servir de modelo para propostas de planos de manejo e conservação da fitodiversidade do Estado. Estudos deste nível são extremamente necessários e ultrapassam a importância apenas para o estado ou para os interessados em Euphorbiaceae, já que ajudam a minimizar o impacto negativo do impedimento taxonômico, e se estendem à flora da região como um todo e aos domínios, seriamente ameaçados. Para isso, serão realizadas análises usuais de taxonomia, análises espaciais e de similaridade e a determinação do status de conservação. Ações voltadas às políticas públicas relacionadas à conservação da flora de Pernambuco dependem de estudos com este enfoque. Os dados gerados promoverão melhor circunscrição e conceito dos grupos estudados, categorização do risco de extinção dos táxons no Estado e ainda, auxiliarão ações de manejo/criação de unidades de conservação, além de indicar onde é necessário investir maior esforço de coleta de informações.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Saraí Patrícia Schmidt

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • mídia, infâncias e discriminação: ampliando o debate sobre comunicação e educação
  • A pesquisa visa a problematizar a cultura da mídia associada à cultura do sucesso e discriminação, que invade o território escolar de diferentes formas. Em um mundo cada vez mais midiatizado, abordar temas como preconceito, discriminação e direitos humanos tornou-se paradoxalmente obrigatório e proibido no atual cenário da educação brasileira. Ao ocultar a diversidade e a pluralidade, a escola torna-se lugar de desconhecimento. O propósito deste estudo é escrutinar a relação entre mídia, infâncias e discriminação, colocando-a no centro do debate acadêmico. Com o auxílio da perspectiva pós-estruturalista, aliada ao debate interseccional e decolonial, é possível compreender a mídia operando dentro de um modelo permeado por regimes de verdade que hierarquizam racionalidades e formas específicas de conhecer. Considerando o quanto a mídia tem sido efetiva na produção das identidades infantis contemporâneas, a pesquisa aqui proposta estrutura-se a partir do objetivo central: investigar como diferentes atores sociais avaliam a efetividade da relação entre mídia e infâncias. Como estratégia metodológica, adota-se uma perspectiva interdisciplinar, e a produção do corpus de análise da investigação será realizada em etapas:a) produção de um inventário midiático que coloque em circulação representações das infâncias brasileiras; b) visitação da exposição fotográfica virtual Criança na Mídia: Tempos de Discriminação e Direitos Humanos; c) discussão sobre o material midiático e a exposição com professores da escola básica e acadêmicos; d) produção de campanhas midiáticas educacionais com acadêmicos de Comunicação;e) na análise teórica, o foco será identificar espaços de tensionamento nas representações das infâncias veiculadas no mapeamento midiático, na exposição, nos discursos dos grupos de discussão e nas campanhas produzidas, analisando-se que elementos entram na discursividade sobre a relação entre mídia, discriminação e constituição das identidades infantis contemporâneas.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sarita Albagli

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • ciência cidadã em situações de emergências sanitárias: desafios à governança informacional
  • A pandemia da covid-19 evidenciou o agravamento das emergências sanitárias e suas interrelações com causas e efeitos da crise socioambiental global. A ciência cidadã expande-se como modo de mobilizar a contribuição e o engajamento público na ciência. Este projeto visa identificar e caracterizar formas e práticas de ciência cidadã, suas agendas e metodologias, na prevenção, monitoramento, resiliência e resposta a situações de emergência sanitária, com foco nas questões de governança informacional postas a essas iniciativas. Especificamente visa: a) situar o estado da arte sobre as principais linhas interpretativas e questões teórico-conceituais que informam diferentes vertentes e abordagens de ciência cidadã, e sua aplicação na temática proposta; b) identificar e confrontar experiências demonstrativas de distintos formatos e infraestruturas de ciência cidadã no enfrentamento de emergências sanitárias; c) analisar essas iniciativas de ciência cidadã, do ponto de vista de seus modos de governança informacional, considerando princípios, questões e protocolos adotados na produção participativa, acesso e (re)uso de dados e informações, privacidade e ética, e suas interfaces com outras vertentes e princípios da ciência aberta, particularmente abertura e compartilhamento de dados para pesquisa, infraestruturas e ferramentas de pesquisa abertas; d) subsidiar o estabelecimento de Plataforma de Ciência Cidadã com esse enfoque. A metodologia envolve: levantamento e revisão crítica da literatura pertinente às temáticas enfocadas; definição de parâmetros para análise dos aspectos de governança informacional; levantamento de dados e informações sobre iniciativas e infraestruturas de ciência cidadã no tema proposto, analisando-as com base nos parâmetros definidos; estudos de caso e entrevistas de caráter qualitativo; registro e plano de dados, sínteses interpretativas, discussão e disseminação de resultados e conclusões.
  • Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - DF - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Saul Rassy Carneiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • tratamento de tuberculose resistente ou multirresistente utilizando os medicamentos bedaquilina e delamanida: revisão sistemática.
  • No mundo em 2019 a tuberculose atingiu 10 milhões de pessoas que desenvolveram a doença de TB, com cerca de 1,2 milhões de mortes por esta causa entre pessoas HIV-negativas e 208.000 mortes entre pessoas que vivem com HIV (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2020). A TBDR é um problema de questão pública, pois os indivíduos doentes transmitem a forma resistente, esta ocorre devido à resistência adquirida aos medicamentos no tratamento de TB por descontinuação do tratamento, não tratamento ou tratamento não eficaz (JACOBS; PINTO JUNIOR, 2020). No esquema de TBDR são utilizados no mínimo quatro fármacos efetivos, não utilizados antes, nos quais dois têm capacidade bactericida e esterilizante, e os outros dois são fármacos acompanhantes para estratégia protetora contra a resistência adquirida. A classificação da TBDR também influenciará no esquema, pois são classificados de acordo com o número de medicamentos ou tipo de medicamento que são resistentes. Sendo classificados em Monorresistência, Polirresistência, Multirresistência (TB MDR), Resistência extensiva (TB XDR), Resistência à rifampicina (TB RR)(BRASIL, 2019). Assim a busca por novos medicamentos para tratamento da tuberculose extensivamente resistente ou multirresistente, tem objetivo de avaliar ou reavaliar novas possibilidades farmacológicas, com menores efeitos adversos, pois conforme a mudança das linhas de medicamentos por causa da resistência aos antibióticos os medicamentos acabam se tornando mais agressivos, e outro fator importante é a diminuição da sua eficácia conforme aumenta da resistência no sucesso do tratamento. Será utilizado uma revisão sistemática com análise de impacto orçamentário para analisar a bedaquilina e delamanida, a fim de esgotar todas as bases de dados disponíveis de forma organizada e sistematizada, desse modo assegura-se a melhor evidência científica para dessas tecnologias
  • Hospital Universitário João de Barros Barreto - PA - Brasil
  • 07/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Saulo de Tarso Marques Bezerra

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • algoritmo híbrido multiobjetivo para setorização de sistemas de distribuição de água
  • A setorização dos sistemas de distribuição de água tem se destacado como uma das principais ações para a gestão das perdas de água, pois promove o cálculo do balanço hídrico, adequação das pressões de serviço, detecção de vazamentos, redução de obras de reabilitação e redução de custos. Não obstante, é complexo determinar o melhor projeto de setorização, uma vez que os problemas de médio e grande porte possuem uma ampla quantidade de possíveis soluções. Embora a comunidade científica esteja apresentando metodologias para o projeto de distritos de medição e controle, há algumas lacunas nos estudos que apontam para a necessidade do desenvolvimento de modelos aplicáveis a sistemas reais. Por exemplo, a maioria dos métodos é de objetivo único, o que não atende satisfatoriamente às exigências dos técnicos das companhias de saneamento. Muitos fatores, como estabilidade de pressão, custos de reabilitação (para readequar o sistema ao novo layout), a qualidade da água e o tamanho dos distritos também devem ser considerados como objetivos do problema. Além disso, destaca-se a importância de incluir na metodologia um método específico de otimização para a reabilitação de redes de distribuição. Nesse contexto, esta pesquisa objetiva contribuir com a indústria da água por meio do desenvolvimento de um modelo híbrido multiobjetivo aplicável a sistemas de distribuição de água de grande porte. Este modelo, que será baseado na teoria dos grafos e em um multi-objective particle swarm optimization, considerará os limites impostos pelas características hidráulicas e administrativas dos sistemas e os custos de reabilitação. Ao final da pesquisa, espera-se que o algoritmo desenvolvido seja uma ferramenta computacional prática e aplicável nos mais diversos tipos de projetos de setorização.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Saulo Fernandes de Andrade

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de protótipos otimizados derivados de 8-hidroxiquinolinas e quinazolinas visando a obtenção de novos candidatos a fármacos antimicrobianos
  • A descoberta de novos fármacos para tratamento de doenças infecciosas com limitadas opções terapêuticas é urgente. Em especial, as tripanossomíases como Doença de Chagas e as infecções fúngicas dispõem de poucas classes terapêuticas; associado a isso, casos de resistência aos fármacos disponíveis são cada vez mais reportados. Esta proposta visa a descoberta de novos candidatos a fármacos para tratamento destas enfermidades sendo, portanto, de grande importância para a saúde pública brasileira e mundial. A principal hipótese do projeto é que a modificação molecular de derivados de quinazolinas e 8-hidroxiquinolinas podem levar a novos derivados potentes promissores candidatos a fármacos antimicrobianos, especialmente, antifúngicos e antitripanossomatídeos. Esta é suportada pelos mais de 20 trabalhos publicados pelo grupo nos últimos 4 anos em revistas como Eur. J. Med. Chem., J. Med. Chem., NJC, Med. Mycol neste tema e pela experiência da equipe na área. Como resultado deste grande esforço 3 séries mais promissoras de compostos foram descobertas e apresentaram atividades na faixa de micromolar baixo a nanomolar com efeito celular ou alvo molecular de ação definido e servirão como hits para etapas finais de otimização e modificações objetivando-se a descoberta de novos candidatos a fármacos. Na estratégia metodológica, as séries 1, 2 e 3 sofrerão modificações moleculares aplicadas nas melhores universidades e indústrias farmacêuticas do mundo como bioisoterismos, variação de substituintes e/ou extensão das estruturas visando otimizar questões finais farmacodinâmicas, farmacocinéticas e/ou toxicológicas. As sínteses serão realizadas utilizando estratégias modernas como cross-couplings para inserção de fragmentos e as propriedades biológicas serão avaliadas utilizando ferramentas computacionais, modelos enzimáticos, celulares e animais apropriados; dado o caráter de amplo espectro dos derivados, outros patógenos também poderão ser investigados a depender dos recursos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Saulo Gantes Tractenberg

Ciências Humanas

Psicologia
  • fatores preditores de risco e proteção para problemas psicossociais em adolescentes em estado de vulnerabilidade
  • A adolescência é um período crítico do desenvolvimento. É amplamente caracterizada como uma “janela de vulnerabilidade” na qual há um aumento dos comportamentos de risco, impulsividade e desregulação emocional que podem impactar a saúde física e mental e contribuir para o surgimento de psicopatologias e problemas psicossociais (e.g., internações psiquiátricas, problemas legais, uso de drogas). A caracterização dos múltiplos fatores responsáveis por mediar a manifestação de comportamentos de extremo risco e, consequentemente, os desfechos psicossociais negativos ainda é um desafio para área, pois grande parte dos estudos se baseia em análises associativas transversais entre os fatores investigados. Assim, estudos longitudinais, com múltiplas variáveis e com foco na predição de desfechos específicos são de extrema relevância para a área, pois possibilitam não apenas elencar com acurácia fatores de risco e proteção, mas também identificar as múltiplas relações entre tais fatores. Com isso, torna-se possível propor planos e políticas de intervenção direcionadas e mais eficazes, reforçando fatores protetivos e atenuando risco a fim alterar um desenvolvimento desfavorável e promover a resiliência e saúde na adolescência. Neste sentido, este projeto busca investigar os múltiplos fatores preditivos de risco e de proteção para desfechos psicossociais existentes em adolescentes vulneráveis, ou seja, que já apresentam problemas psicossociais e de saúde mental. Serão avaliados fatores sociodemográficos, perfil clínico e cognitivo, traços de personalidade e estilo de vida, e marcadores biológicos, possibilitando estimar fatores de predição de resposta ao tratamento e que possam alterar o curso do desenvolvimento psicossocial negativo destes adolescentes. Ainda, a partir da implementação da ciência de dados em nossas análises, será possível delinear um projeto de intervenção em grupo, com enfoque na redução do risco e da promoção de resiliência e saúde.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Saulo Luis Capim

Ciências Humanas

História
  • 15ª feira dos municípios e 5ª mostra de iniciação científica da bahia (femmic)
  • A 15ª Feira dos Municípios e 5ª Mostra de Iniciação Científica (FEMMIC) é um evento cujo objetivo é reunir projetos de Iniciação Científica Jr, tendo como foco principal a apresentação de projetos de autoria de estudantes oriundos do estado da Bahia. Trata-se de uma iniciativa para congregar professores e alunos interessados na pesquisa como princípio educativo no âmbito da educação básica e técnica. A FEMMIC é a união de um evento tradicional – a Feira dos Municípios –, com um evento mais recente surgido em 2010, a Mostra Científica. A Feira dos Municípios ocorre no Instituto Federal Baiano (na época Escola Agrotécnica Federal de Catu) desde a década de 1980 e congrega estudantes, professores, agricultores, empresários de diversas cidades da Bahia com o intuito de expor o que os municípios têm mais representativo em seus aspectos econômico, cultural, artístico, etc. No ano de 2010, com o surgimento dos Institutos Federais, foi criada a Mostra Científica com o intuito de socializar a comunidade com os projetos desenvolvidos pelos estudantes da educação básica no âmbito estadual. Com a adesão de amplos segmentos da educação dos municípios baianos, o evento passou a ser realizado bienalmente, após a realização das feiras municipais/locais. Em 2010, o evento teve a sua primeira edição com a participação de projetos das 10 unidades do IF Baiano, além de instituições convidadas do IFBAIANO e da Rede Estadual do Estado da Bahia. Foram 125 trabalhos aprovados e a visitação da comunidade chegou a 2500 pessoas. A FEMMIC contou ainda com diversos minicursos, palestras, comunicações orais e o Fórum de Educação Científica do Município de Catu. No ano seguinte, em 2012, o evento passou a ser bienal e congregou 540 estudantes pesquisadores que apresentaram aproximadamente 230 Projetos nas mais variadas áreas do conhecimento. O evento contou a partir desse ano com representante de todos os territórios de identidade do estado da Bahia o que foi possível, graças à parceria e ao apoio do Instituto Federal Baiano com o Instituto Federal da Bahia e a rede estadual de educação, por intermédio do Instituto Anísio Teixeira e o fomento do CNPq. Em 2014, também com o auxílio do CNPq, a FEMMIC contou com a inscrição de mais de 290 projetos de pesquisa oriundos de diversas localidades da Bahia. Foram aprovados pelo Comitê Científico cerca de 230 trabalhos das mais variadas áreas do conhecimento e estes foram apresentados entre os dias 26 a 28 de setembro de 2014, na forma de pôster no Ginásio Poliesportivo do campus (ver lista completa por estado em www.ifbaiano.edu.br/femmic). A FEMMIC propiciou ainda algumas outras atividades com as seguintes repercussões: 30 minicursos propostos por profissionais de Universidades Federais e Estaduais de ensino que contou com a participação 800 pessoas da comunidade inscritas; Mostra de Conhecimentos com a participação de cerca de 25 entidades como o Museu Geológico da Bahia, Projetos Ciência, Arte e Magia e Rede Zoo da Universidade Federal da Bahia, Museu de Zoologia da UNIVASF, Demonstrações do Corpo de Bombeiros, 30 stands do Projeto de Extensão Ciência Itinerante (www.ifbaiano.edu.br/itinerante), 10 Empresas Privadas, contando com o público flutuante estimado em mais de 6000 pessoas que visitaram a Mostra nos três dias do evento; Fórum de professores da educação básica, que contou com cerca de 50 professores; 05 Palestras e Conferências; Apresentações Culturais e Lançamentos de livros de autorias de professores da região. Nesse contexto, a presente proposta passa a constituir a política de promoção da pesquisa como princípio educativo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus Catu, no estado da Bahia. Dentre as principais atividades desenvolvidas na FEMMIC estão: Mostra de Iniciação Científica: Na Modalidade Pôster serão selecionados até 150 projetos de autoria de estudantes da educação básica e técnica que deverão ser expostos nos stands instalados no Ginásio Poliesportivo do IF Baiano campus Catu. Na modalidade Comunicações Orais, serão selecionados os 30 melhores trabalhos de diversas áreas do conhecimento. Os estudantes-autores terão 20 minutos para a exposição nas salas do pavilhão central de aulas do IF Baiano com transmissão on-line por área do conhecimento e posterior interação com os participantes-ouvintes. Minicursos para professores que serão oferecidos nas modalidades presenciais ou não, com transmissão on-line. As temáticas serão direcionadas ao desenvolvimento de pesquisa na educação básica, técnica e tecnológica para o ensino de ciências de forma lúdica e minicursos para estudantes que serão oferecidos nas modalidades presenciais ou não, com transmissão on-line nas diversas áreas do conhecimento. Estes terão a finalidade de discutir o desenvolvimento de projetos e as práticas de pesquisa no âmbito da Iniciação Científica Júnior, dentre outras atividades.Desta forma, a FEMMIC é um dos poucos eventos que consegue ter uma abrangência em praticamente todo o território baiano e sua realização tem estimulado a criação de clubes de ciências e mostras científicas locais e escolares. Através do Curso de Especialização em Educação Científica e Popularização das Ciências, do IF Baiano, a equipe FEMMIC tem orientado projetos de intervenção no sentido de criar clubes de ciências como o Departamento de Pesquisa do Centro Territorial de Educação Básica e Profissional da Cidade de Alagoinhas (DEPE). Os projetos que se destacam nessas feiras terão a oportunidade de serem apresentados na FEMMIC 2021 proporcionando o intercâmbio de conhecimentos entres as práticas científicas do estado. Além disso, cabe ainda destacar a visibilidade de estudantes com riquíssimos trabalhos científicos, que encontram nas feiras espaço para disseminar suas atividades científicas. De fato, vários estudantes que apresentam trabalhos na FEMMIC tem sido destaque na mídia por suas premiações estaduais, nacionais internacionais.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 31/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Saulo Roberto de Oliveira Vital

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • riscos geomorfológicos e vulnerabilidade à erosão em áreas dos litorais lusoafrobrasileiro
  • A presente proposta tem como objetivo analisar a vulnerabilidade à erosão em áreas costeiras do Brasil, Portugal e Moçambique. Inicialmente, dando ênfase a áreas amostrais no estado da Paraíba, Brasil, Noroeste de Portugal e na cidade de Maputo, Moçambique. Essa escolha se justifica pelo crescente registro de processos de erosão costeira, principalmente em praias com presença de falésias e áreas estuarinas, com intenso retrabalhamento das desembocaduras flúvio-marinhas. Com isso, pretende-se identificar as similaridades e diferenças processuais nessas áreas, compartilhando experiências de identificação, monitoramento e proposições de intervenções em diferentes porções latitudinais. Para a investigação dessas aéreas, serão utilizadas Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPA) com Sistemas de Posicionamento Global de alta precisão, a fim de realizar modelagens morfológicas, em diferentes períodos, analisando as taxas de retrogradação e progradação anuais da linha de costa, aporte sedimentar e mudanças nas morfologias associadas. Na modelagem das dinâmicas costeiras, será utilizado o Sistema de Monitoramento Costeiro - SMC, da Espanha, adaptado por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, em estudos no Litoral Brasileiro. Como elemento agregador, às análises dos processos físicos e ambientais, serão realizados levantamentos das condições socioeconômicas e culturais dessas áreas, buscando entender as relações de apropriação e uso das terras, bem como, os pertencimentos e percepção ambiental das populações locais. O conjunto de dados, das diversas análises, subsidiarão a proposição medidas de gestão integrada da zona costeira, visando o planejamento, acompanhamento e implementação de ações de mitigação dos danos ambientais e patrimoniais derivados dos processos erosivos. Espera-se, de modo geral, que os resultados alcançados possam estimular o desenvolvimento de novas pesquisas e projetos sobre essas áreas tão importantes e densamente povoadas.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sávia Gavazza dos Santos Pessôa

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • biorremediação de áreas degradadas e efluentes contaminados por compostos aromáticos
  • O avanço tecnológico tem permitido o desenvolvimento de novos produtos e processos que facilitam a vida humana e melhoram a economia mundial. Em contrapartida, o setor industrial ampliou sua contribuição aos problemas ambientais. Os compostos aromáticos formam a estrutura básica do petróleo e de muitos compostos sintéticos, usados na fabricação de corantes têxteis, tintas, explosivos, solventes, resinas, adesivos e pesticidas. Muitos são considerados xenobióticos, recalcitrantes, mutagênicos e tóxicos a diversos seres vivos. A conservação dos recursos naturais e a mitigação dos danos ambientais dependem do tratamento de águas residuárias e da biorremediação de áreas degradadas. Tais atividades estão alinhadas com os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) 6, 12, 13 e 14 da agenda 2030 da ONU. Os compostos aromáticos alvo desta proposta são provenientes das indústrias têxtil, de explosivos, de pesticidas e da cadeia produtiva do petróleo. O tratamento biológico será aplicado, usando processos anaeróbio, aeróbio, micro-aeróbio e em condições de redução de nitrato e/ou sulfato, de forma individual ou combinada. Para o tratamento de efluentes têxteis (corantes azo), de derramamentos de petróleo (HPAs) e de degradação de compostos de munição insensíveis (nitroaromáticos) serão conduzidos experimentos, em laboratório, usando diferentes processos microbiológicos oxidativos e redutivos. As pesquisas na temática de munições serão conduzidas em parceria com a Universidade do Arizona-USA. Biorremediação será conduzida em campo em parceria com a empresa multinacional Corteva Agriscience e com a Universidade de Toronto. Os compostos são as cloroanilinas e os clorobenzenos, onde será feito mapeamento e identificação dos microrganismos presentes na área contaminada, correlacionando-os com a habilidade de biodegradar tais contaminantes sob condições aeróbias e anaeróbias. Técnicas de biologia molecular de última geração serão aplicadas em todos os experimentos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025