Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Xênia de Castro Barbosa

Ciências Humanas

Geografia
  • por uma terra sem males: educação em saúde para o enfrentamento das fake news e da covid-19 na terra indígena karitiana, porto velho/ro.
  • Este projeto tem como objetivo geral inventariar os impactos de notícias falsas (fake news) sobre a adesão do povo indígena Karitiana em relação às medidas de prevenção da COVID-19 orientadas pelo Ministério da Saúde. Dentre os objetivos específicos constam: (1) produzir informações qualificadas sobre os riscos e vulnerabilidades em saúde percebidos pelos indígenas Karitiana, (2) traçar um panorama da aceitabilidade, adesão e cumprimento das medidas de prevenção e controle da COVID-19 na TI Karitiana, (3) promover estratégia de educação em saúde em linguagem e formato acessível aos indígenas, visando alcançar a melhoria da comunicação e a prevenção da adesão dos indígenas às fake news. O estudo será conduzido em abordagem qualitativa. A coleta de dados será realizada mediante questionário e observações em campo. As análises serão procedidas com base em literatura concernente ao assunto e na experiência etnográfica, e os resultados serão compartilhados mensalmente com o CNPq, com o Ministério da Saúde, a Agência de Vigilância em Saúde do Estado de Rondônia (AGEVISA), o Distrito Sanitário Especial Indígena, dentre outros setores interessados. Estima-se contribuir com a educação em saúde, a prevenção do adoecimento de indígenas por COVID-19 e melhoria da comunicação, além de produzir informações passíveis de embasar políticas públicas de saúde, em especial no que se refere à vigilância e ao fortalecimento da saúde indígena nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas – DSEI.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Yacy Ara Froner Gonçalves

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • protocolos de gestão de riscos ao patrimônio cultural: documentação científica e monitoramento utilizando mapas de danos por bim (building information modeling) e técnicas de reconstrução tridimensional
  • A gestão eficaz do Patrimônio Cultural promove sua proteção e visibilidade, permitindo o desenvolvimento de estratégias subsidiadas no campo da ação pública e da iniciativa privada, além de incentivar o desenvolvimento sustentável através do turismo e das indústrias culturais e criativas (ICC), aprimorando a qualidade de vida por meio do reconhecimento do valor da cultura local e do desenvolvimento social decorrente dele. Internacionalmente, diversas iniciativas buscam fortalecer o campo estratégico da Ciência do Patrimônio, cujo impacto imediato é o conhecimento da materialidade dos bens culturais visando a adoção de métodos adequados à sua preservação e, em longo prazo, a orientação de políticas públicas. Este projeto propõe a geração de protocolos para a gestão de riscos em sítios, monumentos e edifícios, por meio de documentação científica e monitoramento, utilizando Mapas de Danos por BIM (Building Information Modeling). No campo da tecnologia aplicada ao patrimônio, a produção de uma documentação analítica de qualidade envolve o registro sistemático de informações em diferentes escalas e inclui protocolos de diagnóstico, identificação de materiais/técnicas construtivas e mapeamento de danos/riscos, sendo atividade transdisciplinar que abrange pesquisa, registro, avaliação, interpretação, correlação, gerenciamento e disseminação de informações. O uso desses modelos analíticos constitui o embasamento para tomada de decisões em processos e projetos de conservação e restauração. Os estudos de caso e campo propostos são as Tumbas Tebanas TT123\368-Egito, como parte do projeto BAPE (Brazilian Archaeological Program at Egypt) e a portada da Igreja S. Francisco de Assis em Ouro Preto, MG, anteriormente investigada pelo LACICOR. A metodologia desenvolvida poderá ser aplicada em outros casos, tanto em sítios arqueológicos quanto em bens culturais imóveis ou integrados, aprimorando projetos e ações dos órgãos públicos responsáveis pela proteção do patrimônio cultural
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 07/06/2022-30/06/2025