Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Christina Abreu Gomes

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • quarenta anos depois: um estudo da variedade de fala carioca em tempo real
  • A relação entre língua e sociedade tem sido o foco dos estudos da Sociolinguística Variacionista desde o início dos anos 1960. O objetivo central desses estudos é analisar os processos de mudança linguística em curso numa comunidade de fala e o papel dos indivíduos na propagação de novas variantes. Para responder às múltiplas questões que podem ser colocadas quanto à complexa relação entre mudança na comunidade e no indivíduo, faz-se necessário contar com amostras de fala comparáveis tanto da comunidade como dos mesmos falantes. Este é o objetivo principal deste projeto que busca dar continuidade a estudos que, desde o início dos anos 80, fazem parte da pauta de trabalho do grupo de pesquisas Programa de Estudos sobre o Uso da Língua - PEUL, que já organizou diversas amostras da variedade carioca, dentre elas as amostra Censo 1980 e Censo 2000. Tomando como ponto de partida essas duas bases de dados, propomos a constituição de uma nova amostra estratificada da variedade carioca do português, composta de 32 falantes, e a realização, na medida do possível, de novas entrevistas com indivíduos que já participaram das amostras Censo 1980 e Censo 2000. Em síntese, buscamos obter a matéria prima necessária para identificar a trajetória de diferentes processos de mudança na variedade carioca, no decorrer dos últimos vinte anos e o alinhamento dos indivíduos com as tendências observadas na comunidade. O resultado final deste projeto contribuirá para uma visão mais ampla do estágio atual de processos de mudança na variedade carioca e para a discussão das motivações sociais subjacentes ao comportamento dos indivíduos que se alinham às mudanças em curso na comunidade. Para tanto, serão reanalisados, em longo termo, processos de mudança já identificados com base em dados de duas diferentes sincronias, buscando identificar sua trajetória e seu encaixamento linguístico e social. As novas amostras poderão permitir também a identificação de novos processos de mudança em curso.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Christina Cesar Praça Brasil

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • programa de promoção da saúde vocal amparado por tecnologias ehealth
  • As alterações vocais constituem sério problema de saúde pública, interferindo na saúde dos professores. A temática ainda é pouco compreendida e considerada pelas políticas de saúde, sendo requeridas estratégias de promoção da saúde vocal e de monitoramento que auxiliem no enfrentamento da situação. Diante do problema, pesquisadores da Universidade de Fortaleza, em parceria com outras instituições do Brasil e de Portugal, considerando os benefícios da tecnologia eHealth para a promoção da saúde e visando oferecer novas possibilidades de cuidado à saúde do professor, desenvolveu o aplicativo VoiceGuard e o curso a distância – EaD Saúde Vocal em Foco. Como desdobramento dessas pesquisas, originou-se o “Programa eVoice”, uma estratégia de promoção da saúde vocal amparada pelas tecnologias desenvolvidas e validadas. Este programa contempla quatro oficinas, abordando a produção da voz e tecnologias de auto monitoramento. O presente estudo objetiva verificar a eficácia do “Programa eVoice” junto a professores. O estudo é relevante e necessário, pois o programa poderá contribuir para a melhoria das percepções dos participantes sobre saúde vocal; atualização e ampla utilização das tecnologias que lhe dão suporte; e identificação das contribuições das ferramentas eHealth nesse contexto. Ademais, há uma carência de estudos que demonstram a eficácia de estratégias de promoção da saúde vocal. Esta investigação poderá contribuir para que o “Programa eVoice” seja consolidado como política pública de saúde, em Fortaleza e nas outras localidades onde será utilizado. Estudo misto, longitudinal, aplicado, a ser realizado de 2022 a 2024, em escolas públicas municipais em Fortaleza, Ceará; Belo Horizonte, Minas Gerais; Funchal, Ilha da Madeira, Portugal; e Porto, Portugal. As seguintes etapas compõem o projeto: avaliação da percepção dos participantes sobre a voz antes e após a participação no programa; realização das oficinas de saúde vocal; e avaliação do programa.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 30/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Christine Tessele Nodari

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • estudo da percepção de risco do condutor em vias rurais e urbanas: associando o uso de realidade virtual e inteligência artificial
  • As altas taxas de sinistros viários se caracterizam como um dos principais problemas de saúde pública da atualidade. A segurança de uma via é função da combinação dos fatores viário, veicular e humano. Os sinistros resultam do desequilíbrio do sistema formado por esses fatores. Para manter esse equilíbrio o desafio que se impõem é prover ambientes viários/veiculares cujas exigências sejam compatíveis à capacidade de desempenho do fator humano. Desde a década de 60, o conceito de “Forgiven Highways” indica a necessidade de considerar que fator humano é passível de erros. Posteriormente, as “Caring Highways” ressaltaram a importância de, não só perdoar as falhas, mas também evitá-las, destacando o papel do projeto viário na prevenção dos erros humanos. É nesse contexto que a percepção de risco se torna crucial para a segurança viária. O desempenho humano está associado a sua percepção de risco. Quando o risco percebido é menor que o risco real da via, tem-se uma condição potencial de ocorrência de um sinistro. A subestimação do risco pode estar originada na má comunicação do risco real da via ou na superestimação das habilidades do usuário da via. Assim, o entendimento da percepção do risco é essencial para o desenvolvimento de soluções viárias compatíveis com as limitações do fator humano e capazes de auxiliá-lo a evitar erros. Ainda que os conceitos de “Forgiven Highways” e de “Caring Highways” sejam bastante abordados na literatura, ainda são limitados os estudos que exploram como a percepção de risco dos usuários da via impactam no seu desempenho. Essa é uma importante lacuna no conhecimento que limita o desenvolvimento de soluções de segurança viária. O objetivo desse projeto é avaliar a conduta de condutores e/ou pedestres expostos à diferentes configurações de cenários viário e de veiculares de forma a conhecer como se dá sua percepção quanto ao risco apresentados e, assim, estabelecer as relações entre as soluções propostas e o desempenho de seus usuários.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cibele Saliba Rizek

Ciências Humanas

Sociologia
  • “zonas cinzentas e territórios: transformações do trabalho e das condições de vida urbana dos trabalhadores de plataforma”
  • Pretende se debruçar sobre um objeto bifronte: trata-se de buscar apreender os vínculos estruturantes que articulam as condições de trabalho e de moradia das camadas de mais baixa renda dos chamados trabalhadores engajados por plataformas digitais (Oliveira, Carelli, Grillo, 2020) assim como as transformações e modulações que incidem sobre trabalho, moradia e inserção urbana tal como conformados anteriormente pelos padrões vigentes no fordismo periférico. Partindo da noção de zonas cinzentas (Azaïs, et al 2020 e Azaïs, 2019) e das abordagens sobre as condições de trabalho, pretende-se estender a pesquisa às condições de vida e moradia vinculadas a um trabalho que opera pelos e nos fluxos urbanos. Esse conglomerado de condições de trabalho e de vida se estende necessariamente: aos contextos sociais e políticos que ancoram os mecanismos de engajamento de trabalhadores por meio de empresas de plataforma; aos impactos sobre as formas de uso do espaço urbano e as práticas cotidianas nos âmbitos do trabalho e condições de vida; e, assim, à dinâmica que enlaça produção e reprodução da força de trabalho, produção e circulação dos valores econômicos e produção-reprodução do espaço urbano. Analisar esses processos pelo prisma da constituição e desenho de figuras emergentes no mercado de trabalho poderá permitir: Evidenciar graus de institucionalização/formalização/regulação dessas novas normas e práticas; Analisar em que medida esses trabalhadores combinam e modulam a informalidade clássica que marca as relações de trabalho no Brasil (Machado, 2002, Cardoso, 2019) e o engajamento no âmbito do trabalho mediado por plataformas digitais; Apreender relações entre as práticas dentro e fora das atividades de trabalho que perpassam fluxos e pontos de repouso estriando os contextos urbanos; Compreender a reconfiguração das formas de experimentação do espaço urbano e a própria redefinição de uma geografia dos deslocamentos laborais com suas implicações sobre a produção da cidade.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Cicefran Souza de Carvalho

Outra

Multidisciplinar
  • o bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia, inovação e o ensino, pesquisa e extensão em matemática no brasil
  • A IX Semana de Matemática da URCA / Campus Avançado de Campos Sales, no ano de 2022, terá como tema O BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 ANOS DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E O ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM MATEMÁTICA NO BRASIL e acontecerá no período de 17 a 23 de outubro de 2022, como evento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Neste ano buscará trazer os fatos históricos da Ciência, Tecnologia e Matemática nesses duzentos anos de independência e as suas contribuições para o crescimento do Brasil dentro do tripé ensino, pesquisa e extensão, trazendo para fora dos muros da universidade iniciativas que possam vir a diminuir os impactos nos sistemas de ensino desta região em virtude da pandemia do covid 19, pois o retorno às atividades presenciais trouxeram muitos desafios para professores, alunos e comunidade em geral. A necessidade de aumentar o acesso à informação científica através de iniciativas que possam integrar as diversas instituições das redes pública e privada em nível fundamental, médio e superior, faz com que se volte os olhos para o passado pensando no presente e no desenvolvimento de futuro, onde as parcerias com a iniciativa privada, são necessárias para buscar alavancar o ensino, a pesquisa e a extensão nesse momento de retorno em que estudantes e professores clamam por ajuda para na tentativa de recuperação do tempo perdido em virtude da pouca aprendizagem através das aulas remotas. Tal iniciativa, partindo da academia, se faz necessário para que se consiga diminuir esses impactos e a matemática e a educação matemática são um dos pontos de partida para se buscar trabalhar o ensino, a pesquisa e a extensão com todas as áreas do conhecimento, principalmente através da inserção de modelos matemáticos que possa melhorar a aprendizagem dos estudantes e com o auxílio da educação matemática.
  • Universidade Regional do Cariri - CE - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Cicefran Souza de Carvalho

Outra

Multidisciplinar
  • viii semana de matemática da urca / ud campos sales: a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta durante e pós a pandemia do covid-19
  • A VIII Semana de Matemática da URCA / UD Campos Sales, no ano de 2020, terá como tema A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta durante e pós a pandemia do COVID-19 e acontecerá no período de 02 a 08 de outubro de 2021, como evento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, e, este ano, buscará verificar como a Matemática poderá trabalhar a transversalidade junto a comunidade escolar da região do Cariri Oeste, buscando diminuir os impactos nos sistemas de ensino desta região através de iniciativas que procurem diminuir a desigualdade de acesso às aulas remotas dos alunos, das instituições das redes pública e privada e nível fundamental, médio e superior, através de parcerias com a iniciativa privada, com meios de implementação para essa ações, em virtude da pandemia da Covid-19 ter assolado os sistemas de ensino da região, do Brasil e do mundo. Tal iniciativa, partindo da academia, se faz necessário para que se consiga diminuir esses impactos e a matemática e a educação matemática são um dos pontos de partida para se buscar trabalhar temas transversais com todas as áreas do conhecimento, principalmente através da inserção de modelos matemáticos que possa melhorar a aprendizagem dos estudantes e com o auxílio da educação matemática, com as suas diversas metodologias, que inclusive são interdisciplinares poder-se-á chegar ao resultado pretendido, principalmente pela utilização de técnicas de ensino que serão trabalhadas através dos recursos tecnológicos que, como dito anteriormente, trabalhando com parceiros, se conseguirá concretizar o planejado. A Semana de Matemática da URCA / UD Campos Sales desde as suas primeiras versões possui a função de formação e atualização de Professores, acadêmicos e comunidade em geral dos municípios de sua abrangência, dos mais recentes estudos, metodologias, notícias e assuntos relacionados à matemática e à ciência, buscando sua inserção na realidade local, tão necessários para a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos da microrregião do Cariri Oeste. A presença de pesquisadores de renome nacional e até internacional no cotidiano regional, mostra que a Matemática pode ser utilizada com uma ciência interdisciplinar na busca de soluções sustentáveis para melhoria da economia do cariri oeste através de políticas de desenvolvimento sustentável economicamente corretas associadas à utilização dos recursos naturais renováveis, associada às práticas científicas; inclusive com a disseminação do que vem a ser inteligência artificial em uma região que, até então, desconhecem com profundidade científica esse assunto. Serão ofertados atividades científicas abertas às comunidades acadêmicas das diversas universidades da região; dos municípios da região do cariri; estudantil de escolas de educação básica e dos municípios da região do cariri; bem como a todos que tiverem o interesse de participação, onde será trabalhado o tema da Semana Nacional de Iniciação Científica, ou seja, a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta, voltada para a região onde esta instituição está instalada, onde se procurará subsidiar professores e instituições da educação básica e do ensino superior com estratégias tecnológicas para o ensino híbrido e remoto, tendo como foco o estabelecimento de parcerias com o intuito de buscar os meios necessários para implementação do repasse das atividades nos formatos pretendidos pelas instituições cuja pandemia da Covid 19 permite nesse momento. Se percebe a necessidade, em face da situação presente e buscando melhorias em um futuro de curtíssimo prazo, de instrumentalizar e subsidiar docentes com a utilização das novas tecnologias, principalmente no que se concerne com o trabalho de produção de aulas em formato digital que possua maior atratividade e dinamicidade, de modo a fazer com que os discentes se sintam estimulados em assisti-las. Outro ponto fundamental é o estabelecimento de parceiras que permitam dar condições a esses discentes na produção desse material, bem como assistir os estudantes de equipamentos que os permitam assistir essas aulas remotas, no momento que não lhes for permitido estar em sala de aula, em face a situação, ainda preocupante da pandemia do Covid 19. Todas as atividades ofertadas serão gratuitas e terão o intuito de mostrar o desenvolvimento e evolução da Matemática como ciência e as suas vertentes transdisciplinares como a educação estatística e Educação Matemática no mundo moderno, assim como apresentar e debater como a área de matemática ao longo dos últimos anos tem contribuído para a ciência e para o desenvolvimento de softwares com modelos matemáticos. Além das vertentes transdisciplinares se trabalhará temas transversais dentro da vertente das novas tecnologias voltadas para o ensino da matemática, contudo, todas as áreas do conhecimento estarão privilegiadas, pois, o trabalho a ser desenvolvido nesse âmbito buscará fazer uma intersecção entre todas as grandes áreas do conhecimento, de forma a dar os subsídios necessários a todos os professores que se disponham a participar desse evento. Irá se buscar a fomentação da pesquisa em nível local, com apresentação de trabalhos desenvolvidos pelos estudantes de nossa Unidade Descentralizada nas mais diferentes modalidades da Matemática; estudantes da educação básica; pesquisadores convidados; e público em geral que possuam trabalhos relevantes e que tenham interesse de participação no evento, com temas transversais voltados para o fomento da ciência, tecnologia e inovação.
  • Universidade Regional do Cariri - CE - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Cicera Isaany Chaves Batista

Ciências Humanas

Educação
  • 19ª semana nacional de ciência e tecnologia de são mateus e linhares - es - snct 2022
  • As cidades de São Mateus e Linhares são apontadas como promissoras e comprometidas com a pesquisa no Estado do Espírito Santo. Sendo que na área da pesquisa, São Mateus conta com um pólo da Universidade Federal do Espírito Santo e Linhares conta com a Faculdade Municipal de Linhares - FACELI. E o Instituto Educacional Ricarda Amélia, localizado em São Mateus, recentemente iniciou suas atividades e vem se esforçando para difundir Ciência em diferentes áreas. Nesse contexto da difusão da ciência a realização da SNCT com apoio do CNPq poderá viabilizar uma proposta lúdica de transversalidade de difusão e população da Ciência nos municípios de São Mateus e Linhares. Diante das diferenças sociais e regionais a realização de um evento como esse corrobora o compromisso do CNPq e o Instituto Educacional Ricarda Amélia em proporcionar um diálogo com diferentes públicos e locais extra muros. As duas cidades, que firmam seu compromisso com a educação, turismo, ciência e cultura terão o enorme prazer em serem sedes desse belo evento.
  • Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Cícero Flávio Soares Aragão

Ciências da Saúde

Farmácia
  • peptídeos sintéticos: avaliação e controle da qualidade
  • Muitos medicamentos à base de peptídeos estão disponíveis para o tratamento de infecções virais ou bacterianas, imune ou doenças neurológicas, doenças cardiovasculares e câncer. Embora os peptídeos demonstrem uma alta atividade biológica, eles sofrem de baixa estabilidade. Durante os passos de síntese dos peptídeos impurezas podem ser formadas e serem tóxicas ou ainda alterar a atividade biológica original do peptídeo. Logo é crescente a necessidade de se avaliar ou controlar a estabilidade e a pureza dos peptídeos sintéticos permitindo a obtenção de produtos farmacêuticos que possam chegar com qualidade ao paciente. Diante deste desafio, se faz necessário o desenvolvimento e uso de técnicas capazes de avaliar a qualidade e determinar os fatores limitantes destas moléculas. Uma série de peptídeos, com alto potencial terapêutico, vem sendo identificadas por cientistas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sendo necessário se criar um modelo para a avaliação da qualidade, destes peptídeos, visando o uso seguro e eficaz em futuros produtos farmacêuticos. Neste contexto este projeto visa a utilização das mais novas tecnologias na análise e controle da qualidade para uma série de quatro peptídeos, análogos a stigmurina, altamente promissores terapeuticamente. Serão utilizadas as mais sofisticadas tecnologias analíticas, tais como, Cromatografia Líquida de Ulta Eficiência, Espectroscopia de Massas, Difratometria de Raios X, Ressonância Magnética Nuclear no Estado Sólido, Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier, Microscopia Eletrônica de Varredura e a Análise Térmica, na determinação da qualidade para uma série de peptídeos que apresentam um grande potencial em se tornar produtos farmacêuticos. O uso destas tecnologias permitirá estabelecer o modelo para determinação dos parâmetros de qualidade destes e de novos peptídeos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cícero Naves de Ávila Neto

Engenharias

Engenharia Química
  • hidrodesoxigenação catalítica de bio-óleo em estruturas zeolíticas de imidazol (zifs) carbonizadas
  • O bio-óleo produzido via pirólise de biomassa é constituído de uma mistura complexa de hidrocarbonetos oxigenados e tem potencial para substituir combustíveis produzidos a partir de fontes fósseis. Para que ele seja utilizado com este fim, é necessário submetê-lo a processos de melhoramento, de forma a diminuir o teor de oxigênio, aumentar o poder calorífico, e adequar outras propriedades físico-químicas relevantes. O processo catalítico mais promissor através do qual as propriedades físico-químicas do bio-óleo são alteradas é a hidrodesoxigenação (HDO), realizada na presença de hidrogênio e um catalisador específico. Catalisadores bifuncionais são comumente empregados em HDO, com a ativação das moléculas oxigenadas acontecendo em óxidos de metais de transição ou em sítios ácidos do suporte, e a doação de espécies H (provenientes da ativação do H2) acontecendo em sítios metálicos. Um problema do processo HDO é a desativação do catalisador por deposição de carbono, que está ligada à acidez do suporte e à natureza da molécula reagente. Sítios ácidos de Brønsted doam prótons para as moléculas, transformando-as em carbocátions, que são precursores de coque. Isto é um problema, pois o mesmo sítio ácido que desativa o catalisador é também essencial para a ativação das moléculas oxigenadas. Estas observações abrem caminho para a utilização de catalisadores neutros, como aqueles suportados em carbono. Este projeto de pesquisa visa estudar o mecanismo de desativação por carbono em reações de HDO utilizando catalisadores sintetizados por carbonização de estruturas zeolíticas de imidazol (ZIFs). O procedimento gera nanopartículas bem dispersas em uma matriz de carbono, com boa estabilidade térmica e química. Os resultados poderão contribuir para o entendimento, divulgação e geração de conhecimento em uma área tecnológica promissora, capaz de colocar o país em posição de vanguarda na produção de combustíveis renováveis.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 20/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cimélio Bayer

Ciências Agrárias

Agronomia
  • intensificação cultural e fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada: tecnologias para o sequestro de c no solo e mitigação das emissões de óxido nitroso em plantio direto no brasil
  • O desenvolvimento de sistemas agrícolas com potencial de sequestro de C no solo e de mitigação das emissões de GEE é essencial para uma agricultura de baixo C no Brasil, a qual alinha-se ao esforço mundial de descarbonização da economia. Dois projetos componentes (PC) compõem essa proposta, os quais visam acessar os temas intensificação cultural como forma de ampliar as taxas de sequestro de C em plantio direto [PC-1] e o potencial de mitigação das emissões de óxido nitroso (N2O) pelo uso de fontes nitrogenadas de eficiência aumentada [PC-2]. O PC-1 abrangerá 18 áreas experimentais de longa duração (12-43 anos) nas regiões Sul (11) e Centro-Oeste (7), em solos com 22-70% de argila, nos quais será avaliado o impacto da crescente intensificação de culturas nas taxas de sequestro de C em sub-camadas até 100 cm de profundidade. Através dessas ações pretende-se determinar fatores de aditividade quanto ao sequestro de C tanto para a intensificação cultural (em comparação ao plantio direto de baixa qualidade) como para o acúmulo de C em camadas profundas (em comparação à amostragem usual de 0-30 cm, preconizada pelo IPCC). O PC-2 é focado no potencial de mitigação das emissões de N2O através do uso de fontes nitrogenadas de eficiência aumentada, sendo as ações de pesquisa conduzidas em 4 locais no Sul do Brasil (2 no RS, 1 em SC, e 1 no PR). Os fatores de emissão de N2O (% N aplicado emitido como N2O) e a intensidade de emissão de N2O por unidade de grão produzido serão determinados para a ureia comum e fertilizantes alternativos (nitrato de amônio e ureia+NBPT) nas culturas do milho e de cereais de inverno, além de parâmetros de eficiência agronômica desses fertilizantes. Além da contribuição para o desenvolvimento de uma agricultura de baixo carbono, o projeto poderá subsidiar futuros inventários nacionais de emissões e projetos que visem a monetização dos agricultores a partir do acesso ao mercado de C. O projeto contribuirá com a formação de 6 Dr. e de 1 MsC.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025